Connect with us

Conheça um pouco mais...

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Falta 1 dia)

Publicado

em

Desde o início de nossa Contagem Regressiva – que hoje se encerra, afinal, amanhã já é a estreia do tão aguardado terceiro filme dos Vingadores e a matéria não trará curiosidades, mas falará das expectativas pela produção – falou-se muito da história em quadrinhos que serviu de suporte para Vingadores: Guerra Infinita¸ a saga Desafio Infinito (escrita por Jim Starlin e desenhada por George Perez e Ron Lim).

Foram trazidas informações sobre o enredo e diversos personagens que apareceram nas páginas da revista e/ou nos filmes dos Estúdios Marvel, mas sem nos prendermos muito a minúcias ou a um rigor absoluto, optando por um material que fosse ao mesmo tempo instrutivo e divertido.

Mas dentre as coisas que foram faladas sobre Desafio Infinito, faltou abordar uma curiosidade muito interessante e que, guardadas as devidas proporções entre as necessárias adaptações entre obra original em papel e a produção cinematográfica, surge como mais um presente para os fãs (fã service).

Trata-se de uma cena bastante difundida nos trailers de Guerra Infinita, que é quando o Capitão América – barbado e exilado, como no saudoso arco de histórias da década de 1990 escritas por Mark Waid e desenhada por Ron Garneyencara sozinho o titã Thanos, o qual, em outra cena dos trailers (e não se sabe em que circunstâncias) faz o próprio Thor urrar de dor (lembrando que o Deus do Trovão, no mano-a-mano, praticamente derrotou o Hulk, em Thor: Ragnarok, se o Grão Mestre não tivesse sutilmente interferido para ajudar o Golias Verde).

(Foto - Divulgação: Marvel Studios ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Studios ©)

Muitos podem ter estranhado – assim como demonstra a própria feição de Thanos na cena respectiva – que um “mero” humano tivesse força suficiente para conter o vilão capaz de nocautear o Homem de Ferro com um murro.

O que a maioria das pessoas não afinizadas com os quadrinhos vai saber é que em Desafio Infinito, após Thanos ter derrotado todos os “pesos pesados” – Thor, Hulk, Mulher Hulk, Drax, Senhor do Fogo (para quem não conhece, um ex-arauto de Galactus), Namor, Visão, Homem de Ferro, Quasar e Nova – sobra apenas um super-herói de pé: ninguém menos do que o Sentinela da Liberdade, o Capitão América.

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Thanos havia – por sugestão de Mefisto – reduzido os poderes divinos que a Manopla do Infinito completa lhe conferia para que a luta entre ele e os “campeões” fosse um pouco mais equilibrada, com o objetivo de, quem sabe, impressionar sua amada Senhora Morte, a qual se mostrava profundamente ofendida pela artimanha realizada pelo titã para conseguir o poder absoluto (segundo ele, justamente para atender aos desejos dela).

Mesmo assim, o vilão derrota com facilidade todos os heróis escolhidos por Warlock (ele ainda derrotaria as entidades cósmicas: Galactus, Ordem e Caos, Estranho, Tribunal Vivo, os Celestiais e a própria Eternidade).

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Após todos estarem mortos, no campo de batalha restava um solitário oponente: Capitão América, que, a princípio, mostra-se um adversário admirável, esquivando-se habilmente dos golpes que Thanos lhe dava.

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Mas o titã estava cansado e não admitiria que um “reles” humano lhe fizesse frente. Manipulando a matéria, cria mãos de pedra saídas do chão que prendem o vingador pelas pernas, tirando-lhe a mobilidade e qualquer chance (se é que havia alguma) de lutar contra o onipotente vilão.

Em seguida, com apenas um gesto, Thanos despedaça o até então indestrutível escudo do Capitão, preparando, na sequência, o soco que certamente desmembraria o antigo soldado da 2ª Guerra Mundial.

Após um evento sobre o qual não achamos correto falar (pois, de alguma forma, pode representar, com adaptações, um suposto spoiler para o filme), Capitão América golpeia o gigante púrpura, para logo depois ser derrotado definitivamente (provavelmente morto) com um negligente tapa de Thanos.

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics©)

No filme, vê-se – em live-action – a resistência de um homem contra um ser muito mais forte e poderoso, algo bem arquetípico, o “Davi contra Golias”, que guardamos no inconsciente coletivo.

Acredito pessoalmente que deva ser uma das cenas antológicas do filme da Marvel.

E a boa notícia é que basta mais uma noite de sono para conferir isso com nossos próprios olhos!

Então, tripulantes, vamos logo comprar nossos ingressos!

Mas, antes, apertem os cintos para nossa aterrisagem, pois chegamos ao nosso destino!!

Até amanhã, no nosso último encontro, de preferência, já na fila do cinema!!!

Confira as outras matérias com curiosidades e a contagem regressiva para Vingadores: Guerra Infinita!


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

VENOM | Confira as 3 melhores histórias do vilão!

CHAVES/CHAPOLIN | Saiba quem serão os dubladores no plim-plim!

NOSFERATU | Protagonista do filme de 1922 era um vampiro de verdade?

MEMÓRIA TOKUSATSU | Esquadrão do Futuro Timeranger ou Power Rangers Força do Tempo?

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 2 dias)


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Deixe seu Comentário!

Sou um quarentão apaixonado pela cultura pop em geral. Adoro quadrinhos, filmes, séries, bons livros e música de qualidade. Pai de um lindo casal de filhos e ainda encantado por minha esposa, com quem já vivo há 19 bons anos, trabalho como Oficial de Justiça do TJMG, num país ainda repleto de injustiças. E creio na educação e na cultura como "salvação" para nossa sociedade!!

Conheça um pouco mais...

OS CAÇADORES DA ARCA PERDIDA | Um dos filmes mais importantes da história do cinema

Publicado

em

 

VOCÊ SABIA…

Que o incontestável “Os Caçadores da Arca Perdida” (1981) é considerado um dos filmes mais relevantes do cinema?

 

O clássico filme estrelado por Harrison Ford, dirigido por Steven Spielberg e escrito por Lawrence Kasdan, a partir de uma história de George Lucas e Philip Kaufman “Os Caçadores da Arca Perdida” se tornou o filme de maior bilheteria de 1981 e continua sendo uma das maiores bilheterias de todos os tempos (mediante ajuste da inflação).

Foi indicado para oito Oscar em 1982, incluindo na categoria de melhor filme. Infelizmente perdeu para “Carruagens de Fogo”, mas faturou nas categorias de melhor direção de arte, edição de filme, som e efeitos visuais, além de um quinto Oscar especial para edição de efeitos sonoros. Considerado por muitos como um dos maiores filmes de todos os tempos, em 1999, o filme foi incluído no Registro Nacional de Filmes da Biblioteca do Congresso dos EUA, como sendo “cultural, histórico e esteticamente significativo”.

 

 

O filme que teve o orçamento de US $ 18 milhões, arrecadou US $ 389,9 milhões em todo o mundo. Ganhou Melhor Filme no People’s Choice Awards e também foi indicado ao Globo de Ouro.

O The New York Times elogiou o filme chamando-o de “um dos filmes de aventura mais delirantemente engraçados, engenhosos e elegantes de todos os tempos”. Bruce Williamson, critico da Playboy disse: “Há mais emoção nos primeiros dez minutos de “Caçadores” do que em qualquer filme que eu tenha visto esse ano.

No Rotten Tomatoes, o filme tem 94% de aprovação e o “Certified Fresh” com uma classificação média de 9,2 / 10.

Ficou em 2º lugar nos “500 Maiores Filmes de Todos os Tempos” da revista Empire (setembro de 2008).

Em 2007, o American Film Institute, classificou-o como o 66º Melhor Filme de Todos os Tempos.

Incluído entre os “1001 filmes que você deve ver antes de morrer”, editado por Steven Schneider.

Incluído na lista de 1998 do American Film Institute dos 100 melhores filmes americanos.

Eleito o número 20 no “Greatest Family Films”, do Channel 4 (Reino Unido).

Incluído na lista “Great Movies” de Roger Ebert .

 

 

Eu particularmente, amo toda franquia, mas conheci o personagem na continuação “Indiana Jones e o Templo da Perdição” (1984). Lembro-me que na época, com 9 anos, me deparei com o cartaz do segundo filme, que estampava o Dr. Jones, em pé, ao lado de labaredas incandescente com o templo ao fundo, com os dizeres:

 

“Se a aventura tem nome…seu nome é Indiana Jones”

 

 

Foi amor a primeira vista.

 

 

Deixe seu Comentário!

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

ESTRADA PARA A PERDIÇÃO | 5 Curiosidades do filme que é considerado uma das melhores adaptações de HQs da DC Comics

Publicado

em

 
 
Estrada para a perdição é um filme sobre máfia, que trabalha excepcionalmente bem o relacionamento entre pai e filho, ambientado nos conturbados anos 30 e dirigido pelo ultra competente Sam Mendes (Beleza Americana). Na trama, baseada na “Graphic Novel” publicada em 1998 pela DC Comics (Vertigo), Michael Sullivan (Tom Hanks) é um assassino da máfia, que junto com seu filho, buscam vingança contra um chefão do crime (vivido magistralmente por Paul Newman) que praticamente o criou.
 
 
 
Como muitos fãs desavisados da DC Comics, desconhecem que esse excelente filme, foi baseado em uma “história em quadrinhos” escrita por Max Allan Collins e desenhada por Richard Piers Rayner, resolvemos reunir algumas curiosidades sobre o longa, que deveria fazer parte de qualquer lista de melhores adaptações de comics da editora, ao lado de obras como Watchmen, Cavaleiro das Trevas, Batman 1989, Superman 1978, entre outros.
 
 
O filme ainda conta com um elenco de peso, que incluem Jude Law e Daniel Craig.
 
 
 
Sem mais delongas…vamos as curiosidades:
 
 
 
1- O produtor Dean Zanuck nunca tinha visto uma graphic novel antes, até que foi lançada a ideia de “Road to Perdition”. Folheando as páginas da HQ, ele foi imediatamente fisgado. Zanuck enviou uma cópia para seu pai, Richard D. Zanuck, que estava no Marrocos na época. Ele também se apaixonou pelo projeto e instruiu seu filho a enviar uma cópia da HQ para Steven Spielberg, que ligou de volta dois dias depois, dizendo que queria filmar.
 
 
2- Tom Hanks recebeu uma cópia da HQ de Steven Spielberg. Inicialmente por estar muito ocupado, Hanks não se interessou pela história, mais tarde ele recebeu o roteiro adaptado de David Self e se apaixonou por completo pelo personagem, ele ligou para Spielberg e disse: “Acabei de pegar esse cara. Se você é homem e tem filhos … emocionalmente, é devastador.”
 
 
 
3- Segundo o escritor Max Allan Collins, a graphic novel “Road to Perdition” foi uma homenagem americana à série de Manga “Lone Wolf and Cub” de Kazuo Koike. Collins citou Koike no início da HQ: “Você deve escolher uma estrada para si mesmo.”
 
 
4- Certo dia durante as filmagens do longa, o diretor de fotografia Conrad L. Hall estava montando uma foto da lenda Paul Newman, Hall olhou pelo visor e começou a chorar. Quando perguntado porque estava inconsolável, ele apenas respondeu: “Ele era tão bonito. Ele era tão bonito.”
 
 
 
5- Tyler Hoechlin, que interpreta o jovem filho de Tom Hanks, Michael Sulivan Jr, recentemente acabou interpretando o Superman na série de TV “Supergirl”, deixando claro que seu envolvimento com adaptações de HQs, vem de longa data.
 
Espero que essas curiosidades consigam despertar o interesse dos fãs de quadrinhos, por essa obra que infelizmente, não tem o devido valor reconhecido pelo grande público. Não só como adaptação de “HQ”, mas como um dos melhores filmes de máfia já produzido, que figura de igual para igual no seleto grupo de filmes, que incluem a saga “O Poderoso Chefão” e clássicos do gênero como: “Os Intocáveis”, “Scarface” e “Os Bons Companheiros”.

Deixe seu Comentário!

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

BATMAN 1989 | Relembre como foi o lançamento do trailer que levou milhares de pessoas aos cinemas

Publicado

em

 

VOCÊ SABIA

Que no ano de 1989, filas se formavam em cinemas de todo mundo, de clientes que pagavam ingresso para ver o primeiro trailer de “Batman” e acabavam indo embora antes do filme principal começar, deixando claro que estavam ali exclusivamente para conferir a prévia do filme de Tim Burton?

A maior e melhor campanha de marketing de todos os tempos, fez com que a “Bat-mania” varresse todo planeta terra. Para testar a eficácia de todo projeto, um trailer foi montado para ser distribuído apenas nos cinemas. Os executivos da Warner Brothers primeiramente escolheram um cinema em Westwood, Califórnia, para exibir a prévia para um público desavisado. O trailer de 105 segundos foi ovacionado, arrancando aplausos e gritos histéricos de todo público.

 

 

Proprietários de salas de cinemas de todo mundo, relataram que filas se formavam, de clientes que pagavam o preço integral dos ingressos, apenas para ter a oportunidade de ver o trailer e acabavam saindo antes do filme principal começar.

 

 

Confira o trailer original da época abaixo, ou clique aqui.

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK:  facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER:  twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM:  instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE:  www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

S.O.N | Confira o trailer do próximo jogo de Survival Horror para PlayStation 4

BEST LOVER | Nem tudo é o que parece

ANJOS DA LEI | Johnny Depp só aceitou participar da série por acreditar que o show não duraria muito tempo

BORUTO: NARUTO NEXT GENERATIONS | Revelados título, prévia e spoilers do episódio 60

 


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Deixe seu Comentário!

Continue lendo

Deixe seu Comentário!

Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: