Connect with us

Conheça um pouco mais...

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 12 dias)

Publicado

em

Um grande problema enfrentado pelas histórias em quadrinhos de super-heróis, não são os supervilões que querem dominar todo ou destruir metade do universo, mas  está no fato que, a longa cronologia e continuidade dos personagens – alguns deles criados na primeira metade do século XX (Superman, 1938; Batman, 1939; Tocha Humana Original, 1939; Capitão América, 1941 etc.) – acaba obrigando os autores e editoras, na busca por novas boas histórias, a, vez ou outra, fazerem o que meu companheiro de NerdTrip, Jorge Obelix defende, que é zerar a cronologia e fazer um reboot do universo (coisa em que a DC Comics se tornou especialista, aliás).

Todavia, uma mudança tão radical nas estruturas de todos os personagens de uma só vez demanda um tremendo esforço criativo, um enorme desapego a muitas boas histórias que foram escritas, uma logística dos infernos, marketing pesado e grandes riscos de tudo dar errado (quem tenha dúvida de que seja arriscado, deve se lembrar do horroroso Heros Reborn (Heróis Renascem) da Marvel, na década de 1990).  Dentro da cronologia “normal”, um recurso bastante utilizado pelos roteiristas é mexer no passado daquele personagem, de forma a dar uma “sacudida” na estrutura do personagem, com o objetivo de manter o interesse dos leitores antigos e despertar o dos novos.

Frank Castle, o Justiceiro, por exemplo, não poderia manter sua origem de soldado com base na Guerra do Vietnã, pois, isso significaria que o personagem deveria contar com aproximadamente 60 anos de idade (os EUA saíram do Vietnã em 1973), sendo completamente humano e sem poderes. Na série televisa, por exemplo, Castle teria participado da Guerra do Golfo ou da Ocupação do Iraque, mantendo o personagem na casa dos 30 a 40 anos de idade, mais compatível com sua cruzada de vigilante.

Por outro lado, a reviravolta criada por J. Michael Straczynski para a história do Homem-Aranha, na qual ele deturpa o passado de Gwen Stacy, dando a ela um casal de filhos gêmeos (dos quais surge o Duende Cinza), cujo pai seria Norman Osborn (o Duende Verde), foi um desastre total em termos de crítica, apesar de isso não ter importado para os leitores novos, sedentos por novidades.

Toda essa gigantesca introdução serve para se entender melhor o que ocorreu com a origem da personagem Feiticeira Escarlate, que, nos cinemas, é interpretada por Elizabeth Olsen.

Nos quadrinhos, Wanda é irmã de Pietro (Mercúrio), os quais, supostamente, eram filhos do casal de ciganos Django e Marya Maximoff.

Acreditava-se que eram mutantes e, a princípio, foram capitaneados por Magneto para integrarem a Irmandade dos Mutantes, que lutou contra os X-Men várias vezes (ou seja, eles também “viraram a casaca” de vilões para heróis). Muito tempo depois, quando Mercúrio teve um filho com sua esposa Cristalys, dos Inumanos, surge Magneto dizendo ser pai dos dois.

Quando tudo parecia resolvido em termos de origem, surge a revelação de que, na verdade, eles não eram filhos de Magneto, mas, na verdade, foram capturados, ainda novos, pelo Alto-Evolucionário, que, por meio de suas aprimorações genéticas, desenvolveu os poderes de que os irmãos Maximoff se viram dotados.

Também ficou-se sabendo que, de fato, Django e Marya eram os pais adotivos do casal, sem que se saiba quem eram os pais biológicos dos heróis.

Nesse meio tempo, a Feiticeira Escarlate entrou para os Vingadores, casou-se com o sintozoide Visão – com quem teve dois filhos “falsos” (fragmentos da alma de Mefisto) – foi para os Vingadores da Costa Oeste, manteve um romance com Magnum, enlouqueceu, praticamente destruiu os Vingadores (em Vingadores: A Queda) e mudou toda a concepção mundial com seus poderes de manipular a realidade e magia (na saga Dinastia M), provando ser um dos mais poderosos personagens do Universo Marvel.

A sua transposição para o live-action manteve, em sua origem, a conquista dos poderes não ao fato de ser mutante, mas por meio da manipulação genética (só que, ao invés do Alto-Evolucionário, no filme, foi fruto do Barão von Strucker).

Os teaser trailer e algumas fotos de bastidores de Vingadores: Guerra Infinita dão a entender que a Feiticeira Escarlate, assim como nos quadrinhos, engatará um romance com o sintozoide Visão.

O problema foi seu irmão Mercúrio. Devido ao fato da Marvel ter vendido – na época das “vacas magras” – o direito dos seus mutantes para a Fox, no universo cinematográfico da Marvel, agora, existem dois Mercúrios!

Um, tipicamente mutante, que vai integrar os X-Men (já tendo dado as caras em X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, 2014, e X-Men: Apocalipse, 2016) e, ao que parece, sendo filho de Magneto. Outro que, justamente por causa desse problema com os direitos dos personagens, é irmão de Wanda, foi manipulado geneticamente para conseguir poderes e acabou morrendo durante uma batalha em Vingadores: A Era de Ultron (2015).

Como a Disney recentemente comprou os direitos da Fox no que diz respeito aos X-Men, fica a pergunta, num provável futuro em que ocorra a interação dos Vingadores com os X-Men numa mesma realidade cinematográfica, como vai ser explicado esse outro Mercúrio,  se o personagem vai ser “esquecido”, ou se, como nos quadrinhos, toda a cronologia e continuidade serão zerados.

Achou complicado? Só um pouquinho!

Amanhã trataremos de um personagem mais “fácil” e conhecido: o Gigante Esmeralda, carinhosamente conhecido como Hulk!!!

Até nossa próxima parada, viajantes!!

(ah, e um detalhe importante que deixamos de falar na Contagem de ontem, sobre o Visão! Nos quadrinhos ele NÃO É PORTADOR da Joia da Mente)

Confira as outras matérias com curiosidades e a contagem regressiva para Vingadores: Guerra Infinita!


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

NANATSU NO TAIZAI | Confira a prévia e o título do episódio 14 da 2ª temporada de “Os Sete Pecados Capitais”

MY HERO ACADEMIA | Assista a prévia do episódio 3 da 3ª temporada de “Boku no Hero Academia

LA CASA DE PAPEL | Conheça “Bella Ciao”, a música da “resistência”

OITO MULHERES E UM SEGREDO | Novo trailer do spin-off de “Onze Homens e Um Segredo” é divulgado

ESCONDIDO NA NETFLIX | Requisitos para ser una persona normal


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Conheça um pouco mais...

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Falta 1 dia)

Publicado

em

Desde o início de nossa Contagem Regressiva – que hoje se encerra, afinal, amanhã já é a estreia do tão aguardado terceiro filme dos Vingadores e a matéria não trará curiosidades, mas falará das expectativas pela produção – falou-se muito da história em quadrinhos que serviu de suporte para Vingadores: Guerra Infinita¸ a saga Desafio Infinito (escrita por Jim Starlin e desenhada por George Perez e Ron Lim).

Foram trazidas informações sobre o enredo e diversos personagens que apareceram nas páginas da revista e/ou nos filmes dos Estúdios Marvel, mas sem nos prendermos muito a minúcias ou a um rigor absoluto, optando por um material que fosse ao mesmo tempo instrutivo e divertido.

Mas dentre as coisas que foram faladas sobre Desafio Infinito, faltou abordar uma curiosidade muito interessante e que, guardadas as devidas proporções entre as necessárias adaptações entre obra original em papel e a produção cinematográfica, surge como mais um presente para os fãs (fã service).

Trata-se de uma cena bastante difundida nos trailers de Guerra Infinita, que é quando o Capitão América – barbado e exilado, como no saudoso arco de histórias da década de 1990 escritas por Mark Waid e desenhada por Ron Garneyencara sozinho o titã Thanos, o qual, em outra cena dos trailers (e não se sabe em que circunstâncias) faz o próprio Thor urrar de dor (lembrando que o Deus do Trovão, no mano-a-mano, praticamente derrotou o Hulk, em Thor: Ragnarok, se o Grão Mestre não tivesse sutilmente interferido para ajudar o Golias Verde).

(Foto - Divulgação: Marvel Studios ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Studios ©)

Muitos podem ter estranhado – assim como demonstra a própria feição de Thanos na cena respectiva – que um “mero” humano tivesse força suficiente para conter o vilão capaz de nocautear o Homem de Ferro com um murro.

O que a maioria das pessoas não afinizadas com os quadrinhos vai saber é que em Desafio Infinito, após Thanos ter derrotado todos os “pesos pesados” – Thor, Hulk, Mulher Hulk, Drax, Senhor do Fogo (para quem não conhece, um ex-arauto de Galactus), Namor, Visão, Homem de Ferro, Quasar e Nova – sobra apenas um super-herói de pé: ninguém menos do que o Sentinela da Liberdade, o Capitão América.

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Thanos havia – por sugestão de Mefisto – reduzido os poderes divinos que a Manopla do Infinito completa lhe conferia para que a luta entre ele e os “campeões” fosse um pouco mais equilibrada, com o objetivo de, quem sabe, impressionar sua amada Senhora Morte, a qual se mostrava profundamente ofendida pela artimanha realizada pelo titã para conseguir o poder absoluto (segundo ele, justamente para atender aos desejos dela).

Mesmo assim, o vilão derrota com facilidade todos os heróis escolhidos por Warlock (ele ainda derrotaria as entidades cósmicas: Galactus, Ordem e Caos, Estranho, Tribunal Vivo, os Celestiais e a própria Eternidade).

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Após todos estarem mortos, no campo de batalha restava um solitário oponente: Capitão América, que, a princípio, mostra-se um adversário admirável, esquivando-se habilmente dos golpes que Thanos lhe dava.

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Mas o titã estava cansado e não admitiria que um “reles” humano lhe fizesse frente. Manipulando a matéria, cria mãos de pedra saídas do chão que prendem o vingador pelas pernas, tirando-lhe a mobilidade e qualquer chance (se é que havia alguma) de lutar contra o onipotente vilão.

Em seguida, com apenas um gesto, Thanos despedaça o até então indestrutível escudo do Capitão, preparando, na sequência, o soco que certamente desmembraria o antigo soldado da 2ª Guerra Mundial.

Após um evento sobre o qual não achamos correto falar (pois, de alguma forma, pode representar, com adaptações, um suposto spoiler para o filme), Capitão América golpeia o gigante púrpura, para logo depois ser derrotado definitivamente (provavelmente morto) com um negligente tapa de Thanos.

(Foto - Divulgação: Marvel Comics ©)

(Foto – Divulgação: Marvel Comics©)

No filme, vê-se – em live-action – a resistência de um homem contra um ser muito mais forte e poderoso, algo bem arquetípico, o “Davi contra Golias”, que guardamos no inconsciente coletivo.

Acredito pessoalmente que deva ser uma das cenas antológicas do filme da Marvel.

E a boa notícia é que basta mais uma noite de sono para conferir isso com nossos próprios olhos!

Então, tripulantes, vamos logo comprar nossos ingressos!

Mas, antes, apertem os cintos para nossa aterrisagem, pois chegamos ao nosso destino!!

Até amanhã, no nosso último encontro, de preferência, já na fila do cinema!!!

Confira as outras matérias com curiosidades e a contagem regressiva para Vingadores: Guerra Infinita!


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

VENOM | Confira as 3 melhores histórias do vilão!

CHAVES/CHAPOLIN | Saiba quem serão os dubladores no plim-plim!

NOSFERATU | Protagonista do filme de 1922 era um vampiro de verdade?

MEMÓRIA TOKUSATSU | Esquadrão do Futuro Timeranger ou Power Rangers Força do Tempo?

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 2 dias)


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

NOSFERATU | Protagonista do filme de 1922 era um vampiro de verdade?

Publicado

em

Existe uma lenda de que o ator Max Schreck, que viveu de forma única o vampiro “Orlock” no assustador Nosferatu (1922) era realmente um vampiro.

Desde o lançamento do filme na década de 20, circula em Hollywood a lenda de que o misterioso ator, era na verdade um “morto-vivo” e por isso seu desempenho como Orlock era tão convincente. As pessoas comentavam que Schreck (nome alemão que significa “susto”) fora exposto e contratado pelo diretor F. W. Murnau, para dar maior veracidade ao personagem e assim, produzir uma obra-prima do medo.

 

 

O pagamento seria o direito de morder o pescoço da grande estrela do filme, a atriz Greta Schröder, na cena final.

 

 

A lenda serviu de inspiração para que Steven A. Katz, criasse o roteiro de “A sombra do Vampiro” (2000), filme dirigido por E. Elias Merhige, que narra a luta de F. W. Murnau para controlar os impulsos tenebrosos de Max Schreck, um vampiro que ele contratara para dar maior autenticidade ao papel do Conde Orlok, no filme “Nosferatu“.

 

 

A incrível interpretação de Willem Dafoe, no papel de Max Schreck, rendeu-lhe indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro de 2001, na categoria de melhor ator coadjuvante.

 

Créditos das imagens :

A Sombra do Vampiro – Europa filmes

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER:  twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

BLACK COVER | Assista a prévia e confira o título do episódio 30

TOKYO GHOUL: RE | Confira o título e a prévia do episódio 5 da 3ª temporada

CBLOL 2018 | Resumão do 1º Split

 

 


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 2 dias)

Publicado

em

Nessa última semana, os nerds mais minuciosos (ou obsessivos!) decuparam quadro-a-quadro os trailers e comerciais de Vingadores: Guerra Infinita e descobriram que, num certo momento do filme, o Homem-Aranha vai dar um enorme chute na cara do vilão da hora, o titã púrpura Thanos.

Cremos que seja desnecessário fazer qualquer apresentação do Amigão da Vizinhança, correto?

Além de uma longa carreira nos quadrinhos (desde 1962, quando criado por Stan Lee e Steve Ditko), em desenhos animados – Homem-Aranha de 1967 e 1981; Homem-Aranha e seus Incríveis Amigos, de 1981, Homem Aranha (Animated Series), de 1994; Homem-Aranha: Ação Sem Limites, de 1999; Homem-Aranha (The New Animated Series), de 2003; Espetacular Homem-Aranha, de 2008; Homem-Aranha Ultimate, de 2012 – uma (tosca) série de televisão (1977-1979), em 5 longas-metragens produzidos pela Sony PicturesHomem-Aranha (Sam Raimi, 2002), Homem-Aranha 2 (Sam Raimi, 2004), Homem-Aranha 3 (Sam Raimi, 2007), O Espetacular Homem-Aranha (Marc Webb, 2012), O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (Marc Webb, 2014) – e, muito recentemente, no filme Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Jon Watts, 2017), pelo acordo de licenciamento entre a Sony e o Marvel Studios, o super-herói que anda pelas paredes é indubitavelmente um ícone da cultura pop mundial.

No último filme realizado com o seu nome (“De Volta ao Lar”, 2017), o “teioso” foi “integrado” ao universo cinematográfico da Marvel, o que o levará a ter uma atuação proeminente na aguardada superprodução da Casa das Ideias (afinal, além de aparecer em passagens “solo”, ele surge ao lado do Homem de Ferro e Guardiões da Galáxia, e do Doutor Estranho).

Realmente, o “espetacular” Homem-Aranha faria uma tremenda falta num filme que envolvesse Thanos, afinal, nos quadrinhos, tanto na conclusão da saga de Thanos (na qual o vilão é transformado por Warlock numa estátua de pedra: ver “contagem regressiva” do dia 7 de abril, “faltam 19 dias”), quanto em Desafio Infinito (que, como já dissemos desde as primeiras “contagens”, é a história em quadrinhos que serve de base para o filme Guerra Infinita) ele tem presença marcante e obrigatória.

Além disso, o Amigão da Vizinhança, nos quadrinhos, já enfrentou o titã púrpura em duas outras oportunidades:

a) em companhia da Felina, numa hilária história na qual Thanos surge na imponência de seu “Thanoscóptero” na busca do Cubo Cósmico e perdendo-o para um garoto (“Spidey Super Stories” vol. 1 # 39, de março de 1979);

b) numa história solo na qual o herói, aparentemente, morre durante um resgate, enfrentando Thanos e a Senhora Morte numa batalha desesperada para voltar a vida e salvar uma garota (“Spider-Man” Vol. 1 #17, 1991).

Agora é esperar o que o escalador de paredes preferido fará durante os eventos aparentemente catastróficos de Vingadores: Guerra Infinita!

Que venha 26 de abril!!

Falta pouquinho agora!!!

Até amanhã, tripulantes!!!!

Continuem conosco!!!!!!

Confira as outras matérias com curiosidades e a contagem regressiva para Vingadores: Guerra Infinita!


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

STREET FIGHTER V | Falke é lançada hoje para PS4 e PC

DIABLO | Deckard Cain é o mais novo herói a entrar para Heroes of the Storm

VENOM | Tom Hardy é possuído pelo simbionte no inédito trailer!

LEGIÃO URBANA | Mais uma canção irá virar filme, conheça qual e quais os protagonistas

VINGADORES | James Cameron espera que público se canse da franquia e Kevin Feige responde!


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: