Connect with us

Listas

TOP 5 | Os atores mais durões do cinema

Publicado

em

O Top 5 de hoje é uma explosão de testosterona, pólvora e ótimas frases de impacto. Quem é o mais durão entre todos os grandes ícones da pancadaria? Qual ator reúne os requisitos necessários, para ser eleito o mais “Badass” de todos os tempos?

Avaliando as historias pessoais, a filmografia e os grandes personagens interpretados por cada um deles, vamos listar para você, quem são os mais truculentos atores de Hollywood.

Preparem-se para se esquivar das balas, cuidado com as explosões e esteja atento, pois daqui pra frente, você ficará cara a cara com os sujeitos mais perigosos da cultura pop e poderá tirar suas próprias conclusões sobre quem é o melhor…

Sem mais delongas, vamos a eles…

 

5) CHARLES BRONSON

Charles Dennis Buchinsky, nasceu em 3 de novembro de 1921 na Pensilvânia, EUA e se alistou no Exercito americano durante a segunda Guerra Mundial quando foi artilheiro de cauda do bombardeiro B-29.

Recebeu a medalha de condecoração militar Purple Heart, por ferimentos em combate durante as 25 missões que realizou sobre o Pacifico.

Na década de 60, protagonizou importantes filmes como: “Sete Homens e um destino”,  “Os doze condenados” e “Era uma vez no Oeste”, mas foi em 1974 que o ator conhecido por suas poucas palavras e pelo seu olhar “petrificado”, encarnou seu personagem mais importante, que o faria ser conhecido em todo mundo, Paul Kersey, da franquia “DESEJO DE MATAR”.

No filme, Paul Kersey é um pacato Arquiteto, que tem o curso de sua vida alterada, após sua esposa ser morta e sua filha ser violentada por três psicopatas que escapam ilesos.

O “pacato” Arquiteto não existe mais, em seu lugar restou apenas um “Vigilante”, determinado a colocar um fim na criminalidade local, Paul Kersey começa sua cruzada sanguinária munido apenas de sua Colt Police Positive .32 niquelada e um incontrolável “desejo de matar”.

Certa vez em Roma, o ator foi abordado por um assaltante, que lhe encostou uma arma e ordenou que lhe entregasse o dinheiro, Bronson se virou e disse:

“Você vai me dar seu dinheiro e vai dar o fora daqui”.

Sabiamente o assaltante deu as costas e fugiu.

Charles Bronson sofria do Mal de Alzheimer e morreu em consequência de uma pneumonia aos 81 anos em 2003, mas seu olhar frio e impiedoso, bem como seu legado, sempre serão lembrados por todos os amantes do cinema e dos filmes policiais.

 

 

4) Clint Eastwood

Clinton Eastwood Jr nasceu em São Francisco, em 31 de maio de 1930 e se tornou uma das maiores lendas do cinema, mas antes da fama, trabalhou como frentista, Bombeiro e tocou Piano em um bar, por volta dos anos 50.

Nesta mesma época foi convocado para o serviço militar, mas quando partiu, o avião onde estava caiu e por conta de se acidentar gravemente, foi impedido de participar da Guerra da Coreia.

Começou sua carreira cinematográfica, atuando em pequenas produções a partir de 1958 e em 1960, após o declínio do Faroeste americano (mega popular nos anos 50), um novo subgênero de Western surgiu na Itália.

Liderado pelo grande diretor Sergio Leone, o Spaghetti western (Faroeste espaguete), se tornou muito popular nas décadas de 60 e 70 e foi determinante para a carreira de Clint Eastwood.

Quando conseguiu o papel do “Estranho sem nome”, na aclamada trilogia dirigida por Sergio Leone (Per un pugno di dollari – 1964, Per qualche dollaro in più – 1965 e Il buono, il brutto, il cattivo – 1966), Eastwood, se tornou famoso mundialmente e em 1970 voltou para a América, para interpretar o personagem que levaria sua carreira a outro patamar.

Em 1971, dirigido por Don Siegel, Clint Eastwood viveu o Inspetor HARRY CALLAHAN (Dirty Harry) em “Perseguidor Implacável”. A interpretação “amarga” e mal humorada de Eastwood, fez com que o filme fosse sucesso de público e crítica, rendendo ótimas continuações como: “Magnum 44” de 1973, “Dirty Harry: Sem medo da Morte” de 1976, “Impacto fulminante” de 1983 e “Dirty Harry: Na lista negra” de 1988.

Conseguiu o reconhecimento mundial como um dos maiores ícones de Hollywood, em 1992, quando produziu, dirigiu e atuou, no extraordinário “Os Imperdoáveis”, que obteve nove indicações ao Oscar, conquistando o prêmio de melhor Filme, melhor Diretor, melhor Ator Coadjuvante (Gene Hackman) e melhor Montagem.

Vivendo personagens como o “Estranho sem nome”, “Dirty Harry” e “Willian Munny”, a lenda Clint Eastwood, é definitivamente um dos maiores mitos e “DURÕES” do cinema mundial.

“You’ve got to ask yourself one question: ‘Do I feel lucky?’ Well, do ya punk?”

3) BRUCE LEE

“As pessoas sempre me perguntam: Você é mesmo bom, Bruce?
E eu respondo: Bem…Se eu disser que sou, você vai dizer que estou me gabando.
Mas, se eu disser que não sou, você saberá que estou mentindo.”

“Mas deixe-me ser honesto com você…

“Não tenho medo de um oponente diante de mim. Sou seguro de mim mesmo. Oponentes não me incomodam. E, se eu tiver que lutar, se tiver que agir, eu estarei decidido.”

“É isso ai, cara. É melhor me matar antes.”

Nosso terceiro colocado, poderia facilmente figurar na primeira posição, pois nunca existiu alguém como Bruce Lee, a lenda nasceu no ano e na hora do dragão chinês, em 27 de novembro de 1940, em São Francisco, Califórnia, durante uma passagem da Ópera Chinesa, da qual seus pais eram integrantes.

Desde bem pequeno praticava Tai Chi e kung fu com seu Pai, na perigosa Hong Kong dos anos 50. Mas aos treze anos conheceu o homem que mudaria sua vida completamente, o grande “mestre” YIP MAN, que lhe treinou durante cinco anos, no eficiente estilo WING CHUM.

Em 1959, depois de se envolver em varias brigas de rua, o melhor aluno de Yip Man, venceu o filho de uma temida família das Tríades. Finalmente o pai de Lee decidiu que seu filho deveria deixar Hong Kong para seguir uma vida mais segura nos Estados Unidos.

Em 1961, abriu a sua primeira escola de artes marciais, com o nome de Lee Jun Fan Gung Fu Institute, em Seattle.

A luta mais importante da carreira de Bruce, aconteceu em 1964, quando o experiente mestre Wong Jack Man, que era contra a ideia de Lee ensinar artes marciais a não-orientais, o desafiou para um combate real.

Após três minutos de luta, Wong Jack Man foi derrotado, mas Lee concluiu que a luta durou tempo demais e que ele não tinha explorado todo seu potencial, nascia ali a semente do JEET CUNE DO.

Desconstruindo os estilos de luta e entendendo que o fundador de cada estilo, partiu de uma hipótese, Lee buscou o melhor de cada luta “descristalizando” os estilos, retirando movimentos ineficientes e espalhafatosos e sendo disforme…sem forma, como a água.

Convidado pelo lendário diretor Raymond Chow a estrelar seu primeiro filme, “O Dragão Chinês” de 1971, o longa levou o nome de Lee ao estrelato e possibilitou ao ator, estrear em 1972, “A Fúria do Dragão”, outro mega sucesso.

Agora dono de sua própria produtora, Bruce teve controle completo sobre “O Voo do Dragão” de 1972, onde escreveu, dirigiu, produziu e coreografou o famoso combate no coliseu com “Chuck Norris” (que treinou durante algum tempo com Bruce), uma das lutas mais memoráveis da historia.

Infelizmente, alguns meses após a conclusão de Operação Dragão (seu único filme americano) e 6 dias antes do seu lançamento, em 20 de julho de 1973, Bruce Lee, o maior artista marcial de todos os tempos, morreu misteriosamente.

Segundo sua esposa Linda Lee, Bruce se encontrou com Raymond Chow, na casa de sua colega Betty Ting. Após Chow ir embora, Bruce queixou-se de dor de cabeça e Ting deu-lhe um analgésico denominado Equagesic, que incluía aspirina e um relaxante muscular. Depois de toma-lo, Bruce foi dormir.

Raymond Chow encontrou Bruce desacordado e tentou reanimá-lo por cerca de dez minutos, quando chegou ao hospital…Bruce já estava morto.

De acordo com a autópsia, seu cérebro tinha inchado consideravelmente e Lee teria morrido de anafilaxia ao relaxante muscular “Equagesic”. Devido a sua condição de mito, varias teorias de assassinato começaram a circular. A mais famosa dava conta que ele havia sido envenenado pelas Tríades, por ter revelado muitos segredos aos não-orientais.

44 anos após a sua morte, o filho do Dragão ainda é a maior referência nas artes marciais. Copiado e imitado, mas nunca superado, Bruce Lee se tornou um dos maiores ícones da cultura pop e seu legado permanecerá para sempre em nossos corações.

“Sua inspiração continua a nos guiar, rumo a nossa liberação pessoal”.

2) Sylvester Stallone

Nascido em 6 de julho de 1946, em Nova Iorque, Sylvester Gardenzio Stallone é o nosso segundo colocado e ele tem uma incrível história de superação. Famoso por interpretar personagens como Rambo e Cobra, a vida de “Sly” se confunde com a de seu mais importante personagem, Rocky Balboa.

Por conta do uso indevido de Fórceps, durante seu nascimento, Sly teve um nervo da face cortado, que paralisou o lado inferior esquerdo do seu rosto.

Em um difícil momento de sua vida, esteve tão pobre que se tornou morador de rua e teve que vender seu cachorro para um estranho em uma loja de bebidas, por apenas US$25 Dólares. Um duro golpe para um eterno lutador.

Duas semanas depois, inspirado por uma luta de Muhammad Ali, ele escreveu o roteiro de Rocky por 20 horas seguidas. Ao tentar vender o roteiro, Stallone conseguiu uma oferta de US$125,000 Dólares, mas o Estúdio queria uma estrela de “verdade” para o papel principal, Sly recusou a oferta.

Algumas semanas depois o Estúdio ofereceu US$250,000, ele recusou, ofereceram US$350,000, ele continuou recusando, Stallone só venderia o roteiro se pudesse participar do longa. Por apenas US$35,000, o “Garanhão Italiano finalmente vendeu o roteiro de Rocky e o estúdio concordou em ele ser o protagonista.

A primeira coisa que Stallone fez, foi comprar seu cachorro de volta. Ele ficou esperando o homem na loja de bebidas por três dias e ofereceu US$100 Dólares pelo Cão, o homem não aceitou e Sly ofereceu US$500 Dólares, também recusados pelo dono do animal. Stallone só conseguiu reaver seu cão “Buticus”( que estrelou o filme Rocky) por US$15,000.

Recebendo dez indicações ao Oscar de 1976 e vencendo em três categorias: melhor Filme, melhor Roteiro e melhor Edição, o filme “Rocky, um lutador” (que rendeu cinco continuações), entrou para a historia do cinema e catapultou a carreira de Stallone para a estratosfera.

Em 1982, depois do sucesso de Rocky II, Stallone estrelou seu segundo maior personagem, o veterano do Vietnã John Rambo, no incrível “Rambo: Programado para matar”(que também rendeu mais três filmes) e consolidou a carreira de Sly, como um dos três maiores atores de filmes de ação de todos os tempos e certamente um dos maiores DURÕES do cinema.

1) Arnold Schwarzenegger

O grande campeão do no nosso Top 5, não podia ser outro, a não ser “Big Arnie”. Vivendo personagens de nomes truculentos como: O Bárbaro, o Predador e o Exterminador, Arnold Alois Schwarzenegger, nasceu na pequena vila de Graz, Áustria, em 30 de julho de 1947 e se tornou um dos maiores ícones da cultura pop e definitivamente “o mais durão do cinema”.

O garoto pobre, filho de Gustav Schwarzenegger e Aurelia Jadrny nunca teve um bom relacionamento com o Pai (rumores davam conta que ele não seria filho de Gustav e mais tarde o ator revelou que era surrado constantemente pelo Pai) e influenciado pelos mitos Reg Park e Steve Reeves, começou seus treinos de musculação aos 14 anos de idade.

Para ganhar sua primeira competição no fisiculturismo, o Mr.Europa Jr. de 1965, fugiu do Quartel onde prestava serviço militar. Por conta disto, o Jovem Arnold, passou uma semana na prisão.

Já em 1967, ganhou seu primeiro titulo de Mr. Universo (o que faria por mais cinco vezes), que foi seu passaporte para a América e em 1970, já empresariado por Joe Weider, ganho seu primeiro Mr. Olympia (a mais importante competição do Fisiculturismo), se tornando o atleta mais jovem a alcançar tal honraria.

As portas se abriram e no mesmo ano, teve sua primeira experiência cinematográfica com o filme “Hércules em Nova Iorque”, onde seu sotaque era tão carregado que tiveram que dubla-lo na Pós-produção.

Continuou a vencer o Mr.Olympia, se tornando campeão em 1971, 1972, 1973 e 1974 (sua melhor forma). Em 1975, persuadido pelos cineastas George Butler e Robert Fiore, competiu com o intuito de protagonizar o documentário PUPING IRON (que mostrava de forma “Dramatizada”, os bastidores da competição), tendo apenas três meses para se preparar, Schwarzenegger venceu mais um Mr. Olympia e anunciou sua aposentadoria.

Por conta de sua participação em Puping Iron (onde sua personalidade inigualável e capacidade de força mental foram demonstradas), o “Carvalho Austríaco” foi convidado para viver um de seus mais importantes personagens, Conan, o Bárbaro.

Mas antes de viver o personagem, Arnold saiu da aposentadoria para competir no Mr.Olympia mais uma vez. Mantendo seu plano em segredo, só anunciando que competiria horas antes do evento, o que causou grande irritabilidade nos outros competidores. Gostando ou não, Arnie venceu o Mr.Olympia de 1980, se aposentou definitivamente das competições e iniciou sua grande jornada na “Era Hiboriana”.

Lançado em 1982, o excelente “Conan, o Bárbaro” foi um estrondoso sucesso de público e crítica, e lançou Arnold Schwarzenegger ao estrelato. Em 1984, ao lado do diretor James Cameron, explodiu nas bilheterias com o também excepcional “Exterminador do Futuro”.

Se tornou um dos maiores ícones do cinema e um dos atores mais bem pagos de Hollywood em 1991, com o arrasa quarteirão, “O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final”. O filme destruiu as bilheterias daquele ano, criando filas quilométricas ao redor dos cinemas e levando o nome de Schwarzenegger as alturas.

Arnold participou de vários filmes de sucesso, seu nome foi honrado e temido…Um dia, ele se tornou governador da Califórnia, por seus próprios méritos…mas essa é outra historia a ser contada…

Giovanni Giugni (Don Giovanni) é o exército de um homem só, por trás da "Casa das Ideias Nerd". Teve a felicidade de ter como primeiras experiências cinematográficas, filmes do calibre de "Superman" de 1978 e "O Império Contra-ataca". Destemido desenhista e intrépido apaixonado por "Super-heróis", vive disfarçado como um pacato Professor de musculação.

Listas

TOP 5 | As melhores séries de comédia romântica da atualidade!

Publicado

em

Recentemente tivemos o famoso Valentine’s Day nos EUA e na Europa e por conta disso, o amor está no ar no mundo afora! Claro que o que temos de mais próximo, além de nossas vidas, são os famosos filmes e séries de TV. Claro que, se não tiver uma pitada cômica e alguns clichês aceitáveis é difícil termos uma boa história para assistirmos. 

Atualmente, as melhores séries nesse estilo estão explorando outros caminhos ao abordar temas modernos e complexos, bigamia, traição, homoafetividade, depressão, estresse, gravidez, aborto, preconceito e drogas são coisas comuns neste novo século e com toda certeza algum espectador irá se identificar com o complicado personagem que sofre desses temas modernos e no final deixa tudo de lado para lutar (as vezes de forma passiva) pelo seu amor.

Por conta disso, resolvemos separar uma lista com as melhores séries da atualidade que exploram bem este lado sujo e carinhoso do romance moderno, pois tudo na vida tem os seus lados bons e ruins e essas produções mostram de maneira crua e nua todas essas situações com um tom bem cômico.

5) Easy

De um jeito leve, a série trata das problemáticas crises que são comuns aos casais no dia-a-dia. Saindo dos padrões de conto de fadas e convenções sociais, aborda temas como as expectativas de um início de namoro; sentimentos que vêm à tona no reencontro entre ex-namorados; desgaste de um casal que já está junto a muito tempo, mas que estão tentando se reinventar; relacionamentos por aplicativo; fins de relacionamentos; um casal que decide movimentar a relação de um jeito diferente. Produzida pela Netflix, a série tem duas temporadas com episódios de aproximadamente 30 minutos, para ver o trailer, clique aqui.

4) You Me Her

Depois de muitos anos de casamento e várias tentativas de engravidar, um típico casal que mora em um bairro calmo do subúrbio, começam a chamar atenção dos vizinhos quando se envolvem em um romance incomum. Para tentar melhorar seu casamento o marido contrata uma charmosa acompanhante, só não esperava que sua esposa também se atraísse pela moça.

Quebrando tabus e rótulos desse tipo de relação, a série mostra como os três se apaixonam, sofrem e tentam lutar contra seus próprios preconceitos. Mostrando também o lado opressor dos vizinhos e amigos do casal. Produzida pela Audience Network e distribuída mundialmente pela Netflix, a série têm episódios de no máximo 30 minutos, e por enquanto duas temporadas foram lançadas, para ver o trailer, clique aqui.

3) Insecure

Ao completar 29 anos de idade, Issa Dee faz um balanço de seu relacionamento com Lawrence. E aproveita uma oportunidade para se reconectar com um caso do passado. Por sua vez, Molly, a melhor amiga, reclama da falta de alguém ao seu lado.

Além de acompanharmos essas 2 amigas tentando sobreviver em Los Angeles com seus problemas sociais e amorosos, o show mostra a cultura Hip Hop, assim como foca em problemas raciais e a vivência de negros americanos em uma sociedade que só finge ser inclusiva. Produzida pela HBO, série tem duas temporadas com episódios de aproximadamente 30 minutos, para ver o trailer, clique aqui.

2) Love

Uma comédia romântica, que desconstrói a visão de casais apaixonados dos clássicos do cinema. Mostra como são as crises e inseguranças de uma mulher alcoólatra, viciada em sexo, amor e outras drogas, que nunca conseguiu ter um relacionamento sério.

E a vida calma e atrapalhada de um professor particular de uma atriz adolescente, que sonha em ser roteirista. Que de um jeito divertido e conturbado decidem ficar juntos. Produzida pela Netflix, a série tem duas temporadas (leia nossa crítica sobre a 2º temporada, clicando aqui) com episódios de aproximadamente 30 minutos, para ver o trailer, clique aqui.

1) You’re the Worst

Elogiada por conseguir falar de temas dramáticos como depressão, aborto e transtorno do estresse pós-traumático, You’re the Worst é produzida pela FXX (canal secundário do FX nos EUA e que faz parte do time de canais da FOX) do e acompanha o relacionamento instável entre Gretchen (Aya Cash) e Jimmy (Chris Geere) – duas pessoas completamente autodestrutivas e egocêntricas. Nessas idas e vindas, eles mantêm uma relação baseada apenas na atração sexual, enquanto trazem à tona o pior de cada um.

Ao longo deste complexo anti-namoro, eles descobrem que a autodestruição também pode ser divertida, se compartilhada a dois. O show nos mostra também as absurdas vidas de seus melhores amigos, Lindsay (Kether Donohue) e Edgar (Desmin Borges). A série tem 4 temporadas, com episódios de aproximadamente 30 minutos, para ver o trailer, clique aqui.

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br

Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

EVERYTHINGS SUCKS! | Um “Stranger Things” sem o mundo paralelo é a nova aposta da Netflix – Dica da Viajante!

POWER RANGERS: BEAST MORPHERS | Saban confirma nova temporada da série e revela outras novidades da franquia!

O DIÁRIO DE JOHN WINCHESTER | A Bíblia dos irmãos caçadores da série Supernatural – Resenha da Viajante!

Continue lendo

Listas

TRIP LISTA | Lançamentos de games em Fevereiro de 2018

Publicado

em

Fevereiro começou e traz o lançamento de alguns dos games mais aguardados para este ano. Confira:

Civilization VI: Rise and Fall (08/02)

A primeira expansão que chega para o sexto episódio de Civilization finalmente está a caminho e trará diversos conteúdos ao jogo de estratégia. Pensando no público fã da franquia, a produtora trouxe de volta as aclamadas eras produtivas (Golden Ages), 8 novas civilizações, 7 maravilhas naturais e muitas outras novidades que servirão de suporte na hora de gerenciar as civilizações que surgirão e sumirão durante a jogatina.

Kingdom Come: Deliverance (13/02)

Nesta quinta (01) a Warhorse Studios em parceria com a Deep Silver divulgaram um trailer com novos detalhes do jogo que chega no dia 13 de fevereiro ao PlayStation 4, Xbox One e PC. Sem magias e feitiços, o RPG pretende misturar elementos de jogos de mundo aberto em primeira pessoa com seu excelente gráfico repleto de belas paisagens em uma experiência semelhante aos games da franquia The Elder Scrolls. A trama baseada em fatos históricos será contada através de uma extensa narrativa – que inclusive já está sendo comparada com a saga de O Senhor dos Anéis. Confira o trailer.

 

Metal Gear Survive (21/02)

A franquia de Hideo Kojima está de volta com um spin-off de Metal Gear Solid V. O game de sobrevivência irá misturar elementos de estratégia e gerenciamento, portanto os jogadores poderão criar suas próprias defesas, personalizar e adicionar melhorias aos equipamentos, além de poder gerir um centro de comando para missões individuais e em grupo – o game oferecerá modos single player e cooperativo. Veja o teaser com todas as novidades que estão para chegar no dia 21 de fevereiro:

Shadow of the Colossus (06/02)

O reboot do clássico do PS2 chegou ontem (06) para o PS4. A nova versão – que mantém a mesma mecânica do game de 2005 – é um game de ação baseado nas aventuras de Wander que ao entrar em um reino proibido terá de derrotar diversos colossos. Confira o trailer:

 

Age of Empires Definitive Edition (20/02)

Depois de ter seu lançamento para outubro de 2017 ser adiado, o clássico da estratégia em tempo real está de volta ao PC e Xbox este mês e com um gráfico totalmente remasterizado em HD. O visual é a primeira característica que atrai os fãs da franquia de 1997.

Dynasty Warriors 9 (13/02)

Este é um dos jogos mais esperados entre a comunidade fã de fighting games, isso porque o novo título da franquia de 1997 será ambientado em mundo aberto, portanto os jogadores poderão escolher como avançar os capítulos da história. Também haverá novidades no arsenal que será mais acessível em lojas comuns e melhorias no ataque e dano das armas. Confira o vídeo.

 

EA Sports UFC 3 (02/02)

Dono de um gráfico impecável com animações dos lutadores ainda mais elaboradas e gameplay eletrizante como sempre, o novo título já é considerado por alguns analistas como o melhor game da franquia por trazer novidades que a colocam muito acima das versões anteriores como a continuação de lutas em pé com novos ângulos de socos e chutes, novos golpes em movimento e o modo história que desta vez desafia o jogador a se tornar uma lenda com objetivos paralelos às lutas dando direito até de provocar o adversário nas redes sociais.

Bayonetta 1 & 2 (16/02)

Os dois primeiros títulos da franquia de ação hack n’ slash chegam para o Nintendo Switch neste mês, a desenvolvedora também está trabalhando em adicionar Bayonetta 3 ao console.

Secret of Mana: Remake (15/02)

O clássico RPG recebe um remake em 3D com novas vozes, gráficos com cenas cinematográficas e muito mais. Secret of Mana: Remake chega ao PC, PS4 e OS Vita em 15 de fevereiro.

Fe (16/02)

O primeiro game indie da EA chegará na próxima semana para Xbox One, PS4, PC e Switch. A delicada ambientação e o roteiro único conta a história de um filhote perdido na floresta, durante a jogatina o jogador interage com outros animais e plantas por meio de sons e conforme as canções são formadas, o player desbloqueia regiões inacessíveis do mapa.

 


Siga nossas redes sociais:

Facebook:  facebook.com/nerdtripoficial
Twitter: twitter.com/nerdtripoficial
Instagram: instagram.com/nerdtrip_
Visite nosso site: www.nerdtrip.com.br 

Confira nossas últimas matérias:

O RETORNO | Dor e paixão na Espanha devastada pela guerra – Resenha de Viajante

BLEACH | Confira o trailer do novo live-action baseado no mangá

FALCON HEAVY | Quando a ficção científica vira realidade

Continue lendo

Listas

TRIP LISTA | Jogos que enganam pelos trailers

Publicado

em

Não é só a indústria cinematográfica que sofre com o grande mal de trailers sensacionais e filmes ruins. A indústria dos games também. E pior as vezes o jogo além de ruim, ainda sofre o temido Downgrade: gráficos ótimos nos trailers e apresentações, mas quando chega às prateleiras finalizados são péssimos.

Separamos aqui 6 jogos que enganam com os trailers:

Dead Island

Um jogo de zumbi em primeira pessoa com  mundo aberto não poderia dar errado certo ? Dead Island apresentou um trailer pesado, tenso é lindo de se ver, mas o jogo em si é bem fraco comparado ao hype do mesmo.

Dead Island 2

Viram suas falhas, corrigiram seus erros e melhoraram o desempenho… talvez em outro jogo, não aqui. Dead Island 2 repete o erro e o jogo continua com a mesma história, mesmos personagens, mesma jogabilidade e o mesmo trailer magnífico que deu  esperança aos jogadores.

Enter the Matrix

Lançado ao mesmo tempo que Matrix Reloaded, trouxe um hype altíssimo ainda mais se tratando da franquia. E também do início da estrada do PS2 (trailer). Qualquer jogo referente a Matrix você espera jogar com os personagens Neo, Morpheus ou Trinity mas em Enter the Matrix você entra na pele de Niobe e seu parceiro (mudo) Ghost.

Assassin’s Creed Unity

Aqui vemos um claro exemplo do que acontece quando uma franquia é lançada anualmente: Assassin’s Creed Unity traz mais do mesmo. Ainda que use o cenário da Revolução Francesa, o jogo se torna irritantemente repetitivo (trailer).

Duke Nuken Forever

Uma aguardada sequência de um jogo que ficou no coração de fãs de várias gerações que esperaram nada menos que 15 anos. Pois é Duke Nuken Forever parou literalmente no tempo apresentando a mesma coisa que vimos 15 anos atrás, sem inovação seja na jogabilidade ou no próprio roteiro da história que é o mesmo. Até Duke quebra a quarta parede e faz uma piada com o futuro fracasso do jogo, “ 15 anos para fazer essa mer@#$*” (trailer).

The Walking Dead: Survival Instinct

Esse tinha tudo para dar certo. Primeiro jogo inspirado em TWD, estava aproveitando o hype do momento com série, tinha como protagonista um dos personagens mais adorados pelos fãs, Daryl Dixon, e era em primeira pessoa. Medíocre seria ainda um elogio pra esse jogo (trailer).

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br

Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

PANTERA NEGRA | Rivalidade faz com que fãs “desequilibrados” criem plano para derrubar e desacreditar o filme

TEEKCAST #36 | Hype para o Mundo Nerd em 2018 – Parte 02

BATTLEFIELD | Novo jogo chega em Outubro

Continue lendo

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: