Connect with us

Papo de Cinema

PAPO DE CINEMA | Todos os Filmes do Presidente!

Publicado

em

Política não se discute? Para a indústria do cinema tanto se discute, como se fazem muitos (e alguns ótimos) filmes sobre a vida e a carreira política de diversos líderes mundiais.

LINCOLN (2012)

Resultado de imagem para lincoln

Daniel Day-Lewis e Sally Field como o Casal Lincoln

O épico de Steven Spielberg sobre um dos mais importantes presidentes norte-americanos agradou em cheio o público e a crítica. O momento mais dramático da história dos Estados Unidos (a abolição da escravidão e a Guerra Civil) tem seus bastidores desnudados pelos cineasta que apresenta Lincoln não apenas como um grade líder, mas como alguém capaz de atitudes moralmente duvidosas para conseguir algo que julga ser bom para o país. Destaque ainda pela brilhante atuação de Daniel Day Lewis (que lhe rendeu o Ocar de melhor atuação) que praticamente reencarnou o presidente, apoiado nas igualmente excelentes performances de Sally Field e Tommy Lee Jones.

A DAMA DE FERRO (The Iron Lady – 2011)

Meryl Streep

Claro que a cinebiografia de uma das mais controversas lideres mundiais seria igualmente controversa. O filme dividiu bastante as opiniões, uns acusando de ter aliviado a imagem da Baronesa, outros usando o filme como um verdadeiro memorial. Verdade seja dita, o filme tem um tom panfletário e emotivo demais, que reduz sua importância como retrato histórico. O único ponto de consenso no filme é a soberba atuação de Meryl Streep, que assume a difícil tarefa de encarnar um raro personagem histórico ainda vivo, e em diferentes momentos de sua vida, desde o auge do poder à decadência cruel do Alzheimer. Só esta interpretação já vale o filme.

FROST / NIXON (2008)

Resultado de imagem para frost / nixon

Michael Sheen e Frank Langella (com dedo em riste)

Richard Nixon é provavelmente o presidente norte-americano que mais evoca sentimentos negativos. É também o responsável por fazer a palavra impeachement se tornar popular no mundo todo, e transformar o sufixo “gate” em sinônimo de escândalo. O filme retrata Nixon, vivido de forma magistral por Frank Langella, na icônica entrevista ao jornalista britânico David Frost (Michael Sheen). Langella consegue transpor para a tela toda a prepotência de um Nixon que se mostrava acima de todos, mas também, todo seu descontrole quando finalmente assume que realmente foi o responsável pelo escândalos que abalou os Estados Unidos e o transformou no primeiro presidente americano que renunciou ao cargo.

A RAINHA (The Queen – 2006)

Michael Sheen beija a mão da “rainha” Hellen Miren

O filme é sobre Elizabeth II, porém quem ganha destaque é o Primeiro Ministro Tony Blair, vivido aqui por Michael Sheen. A história mostra como, nos bastidores, o recém-empossado Blair desafia a tradição e o peso da monarquia britânica e se firma como um líder de fato, ao ditar como a Família Real teve que lidar com sua maior crise recente, a morte de Lady Diana Spencer. Sheen está incrível como o premiê, mas infelizmente teve seu brilho ofuscado pela interpretação da vida de Hellen Miren.

W. (2008)

Josh Brolin como o impopular George W Bush

Josh Brolin tem a ingrata missão de levar às telas a visão sempre polêmica de Oliver Stone sobre a política americana, e retratar o talvez mais impopular presidente da História recente dos Estados Unidos. W. faz uma visão amarga sobre o governo de George W. Bush, e em muitas vezes caricatural. Poderia ser muito maior e mais relevante do que infelizmente foi. Na obra podemos ver também o veterano James Cromwell, que interpretou Bush pai, também presidente do país

MICHELLE E OBAMA (Southside with You  – 2016)

Tika Sumpter e Parker Sawyers

Em 2016, uma obra despretensiosa e bem oportunista, retratou o primeiro presidente negro dos EUA, Barack Obama abordando sua vida e de sua esposa Michelle Obama, antes de serem o casal mais famoso do mundo. Filme claramente favorável ao presidente, não levanta grandes questionamentos políticos e pode tranquilamente ser visto como uma comédia romântica.

O MORDOMO DA CASA BRANCA (The Butler – 2013)

Cinco Presidentes em um filme!

Aqui temos uma verdadeira overdose de presidentes americanos no cinema. A obra que acompanha a trajetória de Cecil Gaines, que foi mordomo dos presidentes americanos de 1952 até sua aposentadoria em 1986. Embora o foco da obra seja a vida do mordomo, podemos ver em tela todos os presidentes do período, como Nixon (John Cusack), Robin Williams como Dwight D. Eisenhower, , James Marsden como John F. Kennedy, Alan Rickman como Ronald Reagan e até mesmo o Liev “Dentes de Sabre” Schreiber como Lyndon Johnson.

GETÚLIO (2014)

O momento mais trágico e polêmico da presidência da República Brasileira também foi levado várias vezes às telas. Na mais nova incursão pelas telas, o ator de novelas Tony Ramos tem a incumbência de reviver os tribulados dias que precederam o suicídio do presidente Vargas. O filme fica no melodrama e não se aprofunda no caso, claramente demonstrando a escolha de um lado.

LULA, o filho do Brasil (2009)

Glória Pires e Rui Ricardo Diaz são mãe e filho no filme.

Com uma história feita sobre medida para o cinema, a infância, vida adulta e início na carreira política do Presidente Lula foi levada às telas em um momento equivocado. E a história se perde justamente por tentar romantizar demais, transformando o ainda menino Luis Inácio em um “chose one”. Interpretação, roteiro e trilha sonora feitas exclusivamente para tentar emocionar. Uma obra equivocada, onde a única coisa que salva é a interpretação de Glória Pires.

INVICTUS (2009)

Morgan “Madiba” Freeman ( e não, eles não são gêmeos!)

Só Clint Eastwood poderia fazer uma cinebiografia de Mandela sem cair no lugar comum de endeusar Mandela. Que ele foi um líder mundial incontestável, isso é inegável. Mas também era um ser humano factível de erros, escolhas equivocadas e problemas pessoais que interferiam em seu estilo de trabalho. Aliado à um roteiro brilhante e uma direção impecável, temos a atuação gigante de Morgan Freeman, que o faz realmente ser confundido com o real Mandela, morto em 2010. Uma obra imperdível para quem gosta de bom cinema.

Professor de História e Grande apaixonado pela sétima arte e da maior premiação do cinema, o Óscar. Viciado em séries e Redador das colunas "Vale a Maratona" e "Papo de Cinema".

Advertisement
2 Comments

Papo de Cinema

PAPO DE CINEMA | Seja bem-vindo a Mansão Assombrada de Sarah Winchester!

Publicado

em

O ano não poderia começar diferente para os amantes do gênero Terror. Winchester é o típico filme que promete ressuscitar o clássico terror nos cinemas, sem a necessidade de sustos exagerados.

A adaptação cinematográfica contará a história da herdeira Sarah Winchester que vive com a convicção de que é assombrada pelas almas das pessoas mortas pelas armas de sua família. Após a morte de seu marido e filho, Sarah decide dedicar-se a construir uma mansão que funcionará como uma espécie de prisão para os espíritos que a assombram. A mulher é vista como louca pela maioria das pessoas, mas quando Eric Price, um renomado psiquiatra de São Francisco é enviado para avaliar o estado mental da viúva, ele descobrirá que sua obsessão talvez não seja tão insana assim.

Sob a direção de Michael Spierig e Peter Spierig, Winchester será uma produção digna dos melhores filmes do gênero Terror de época.

Confira o trailer:

UMA HISTÓRIA NADA FANTASIOSA

Você deve estar se perguntando se já não viu essa história em algum lugar antes, não é mesmo? Tudo isso é devido a história de Sarah Winchester ser real. A mansão que fora construída para aprisionar os espíritos que assombraram sua vida realmente existe, e é conhecida como um forte ponto turístico. Segundo a sua história, a construção foi elaborada de acordo com o que os espíritos diziam pra ela fazer, como arquitetar a casa durante as invocações ocorridas num quarto-azul.

A Mansão foi construída em total consideração aos fantasmas com uma arquitetura um tanto bizarra, feita exclusivamente para os fantasmas que viveriam na mansão e para os fantasmas ruins que ao avistarem a decoração do lado de fora da casa, não conseguiriam entrar. A história da Mansão Winchester é uma das mais famosas em todo o mundo, inspirou os mais variados tipos de adaptações e ainda é um mistério até os dias de hoje.

Winchester contará com um elenco composto por Hellen Mirren, Jason Clarke, Sarah Snook e Angus Sampson. O filme tem data de estreia marcada para 2 de Fevereiro de 2018 nos cinemas americanos e dia 23 de fevereiro de 2018 no Brasil.

Ansiosos para o lançamento de Winchester? Não se esqueça de nos contar aqui nos comentários!

Continue lendo

Papo de Cinema

PAPO DE CINEMA | Quanto tempo preciso para rever todo o MCU?

Publicado

em

Resultado de imagem para guerra infinitaQuem ficou empolgado com o trailer (veja aqui) de Vingadores: Guerra Infinita, mas não se lembra bem de toda trama que envolve as dezenas de heróis que darão as caras no filme, e  quiser se preparar para a estreia da primeira parte de Guerra Infinita, em 4 de maio de 2018, pode separar  2.162 minutos de sua vida!

Imagem relacionadaIsso mesmo. São 36 horas seguidas de filmes (2 dias e meio assistindo direto) para colocar em dia todo o MCU ,antes de ver Thanos desembarcar na Terra, isso se deixarmos de lado todas as séries de TV. E ainda teremos que reservar mais duas horas pelo menos para Pantera Negra, com estreia programada para fevereiro de 2018. Quando estrear em maio de 2019 a segunda parte de Guerra Infinita, a Marvel terá concluído a fase dois de um dos projetos mais audaciosos (e bem sucedido) da história do cinema.

Resultado de imagem para homem de ferro 1

Serão 11 anos de desenvolvimento de um universo coeso e complexo, distribuído em 22 filmes (considerando os ainda não lançados mais já em produção), dezenas de personagens distribuídos em mundos e universos distintos, que uniu da Segunda Guerra às Aventuras Galácticas; de Playboys Bilionários à Deuses Cósmicos.

 

Abaixo, um roteiro por ordem cronológica (até agora) da saga:

  • Capitão América: O Primeiro Vingador – 124 min
  • Homem de Ferro – 126 min
  • Homem de Ferro 2 – 124 min
  • O Incrível Hulk – 112 min
  • Thor – 115 min
  • Os Vingadores – 143 min
  • Homem de Ferro 3 – 130 min
  • Thor: O Mundo Sombrio – 112 min
  • Capitão América: – O Soldado Invernal 136 min
  • Guardiões da Galáxia – 121 min
  • Vingadores: Era de Ultron – 141 min
  • Homem-Formiga – 117 min
  • Capitão América: Guerra Civil – 147 min
  • Homem-Aranha: De Volta ao Lar – 133 min
  • Doutor Estranho –115 min
  • Guardiões da Galáxia 2 – 136 min
  • Thor: Ragnarok – 130 min
  • Pantera Negra: (duração ainda não confirmada)

Resultado de imagem para mcu phase 3

Continue lendo

Papo de Cinema

PAPO DE CINEMA | (In)Feliz Dia das Crianças

Publicado

em

Crianças são inocentes, doces e alegres.

Nem sempre. Algumas crianças podem esconder o pior do ser humano, e o cinema faz questão de mostrar isso para nós pobres adultos.

Preparamos uma lista de 5 filmes em que o pior pesadelo pode ser uma criança inocente:

Resultado de imagem para anjo malvado

ANJO MALVADO (1993)

The Good Son
NOTA: 

Depois do estrondoso sucesso de Esqueceram de Mim, onde Macaulay Culkin interpreta o psicopata infantil adorável Kevin que tortura sadicamente apronta com dois ladrões ao ser propositadamente deixado para trás por ser um demônio encarnado no corpo de um garotinho esquecido em casa, nesta obra ele assume de vez seu lado malvado e cruel, ao interpretar Henry, primo do inocente Elijah Wood. Contando com a estupidez dos adultos e com a incompetência profissional de uma psicóloga, ele apronta todas suas crueldades e coloca a culpa no pobre Mark (Wood). Coisa que todo primo faz!

Resultado de imagem para ANJO MALDITO GIF

 

 

Resultado de imagem para A ÓRFÃA ÓRFÃ (2009)
Orphan

NOTA: 

O final poderia tirar este  filme da lista, afinal (spoiler, mas pô, o filme é de 2009) ela tecnicamente não é uma criança. Mas a trajetória da doce e meiga Esther faz dela apta a estar nesta lista. Adotada por Vera Farminga e Peter Sarsgaard, que perderam tragicamente um bebê, e possuem dois filhos pequenos, ela inferniza a vida das crianças, aterroriza freiras com martelos e conta com a incapacidade dos psicólogos infantis em perceber traços básicos e fundamentais de um paciente (sério a faculdade onde esses psicólogos de filmes se formam tem problemas).

 

 

Resultado de imagem para A PROFECIA GIFA PROFECIA (1976)
The Omen

NOTA: 

A criança maligna por excelência, o filho do tinhoso em pessoa (com uma chacal, o que coloca em dúvidas as preferências amorosas do mesmo). Fica a dica: se seu filho adotivo fica te encarando no escuro, com olhos parados, surta quando chega perto de uma igreja, se cães violentos e bestiais viram cordeirinhos perto dele, e o mais importante, se a babá oferecer um suicídio de presente de aniversário para ele, acho bom você pesquisar melhor a origem desta criança.

Resultado de imagem para A PROFECIA GIF

 

 

Resultado de imagem para COLHEITA MALDITA GIFCOLHEITA MALDITA (1984)
Children of the Corn

NOTA: 

Garotos não gostam de roupas de adultos. Se você chegar em uma comunidade onde so existem crianças e cujo líder é um menino de 10 anos que insiste em se vestir como um peregrino do século XVI recém-descido do Mayflower, fuja sem olhar para trás. Se em vez de brincar, eles estiverem plantando milho, a coisa é pior ainda!

 

 

Resultado de imagem para CEMITÉRIO MALDITO GIFCEMITÉRIO MALDITO (1989)
Pet Sematary

NOTA: 

Seu filhinho lindo de 3 anos é um protótipo de anjo. A não ser que você insista, após ele ter sido atropelado por um caminhão porque os irresponsáveis dos pais não fizeram uma cerca em casa e o deixaram brincar na rodovia, enterrá-lo em um macabro cemitério de animais indígena que traz os mortos à vida! Aí a coisa complica. Mas se você já fez o mesmo antes com o gato da família e o resultado foi desastroso, e ainda assim insistiu em fazer com o filho, merece cada facada que levar!

Resultado de imagem para CEMITÉRIO MALDITO GIF

 

E você leitor, qual sua criança malvada do cinema favorita? Comente conosco e nos siga em nossas redes sociais.

Continue lendo

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: