Connect with us

Quadrinhos

DIA DA MULHER | As mulheres mais icônicas das HQs

Published

on

No dia 08 de Março celebra-se o Dia Internacional da Mulher, uma data que deve inspirar a reflexão (e não apenas flores ou parabéns, viu gente?), especialmente em tempos onde (felizmente!) tanto se fala sobre o empoderamento feminino e o combate ao machismo que é enraizado em nossa cultura.

E, assim como em todas as áreas da nossa sociedade, o mundo dos quadrinhos também possui milhares de personagens femininas inspiradoras. Portanto, nada mais justo do que aproveitar esta importante data para lembrar de algumas das mulheres mais icônicas e inspiradoras na história do universo das HQs:

Hit Girl

Nos quadrinhos a jovem adolescente Hit-Girl surpreende seus inimigos com suas acrobacias e ótimos reflexos, além de sua incrível habilidade com armas.

Criada por Mark Millar e John Romita Jr. para as HQ de “Kick-Ass”, Hit-Girl surgiu como uma espécie de auxiliar do herói, mas após a adaptação cinematográfica da história, onde foi interpretada pela talentosa Chloe Moretz, ela se tornou incrivelmente popular. A crítica positiva sobre a personagem nos filmes também lhe rendeu uma série de HQs solo, lançadas entre 2012 e 2013.

Elektra

A ninja assassina Elektra Natchios, ou simplesmente Elektra, é uma importante personagem do universo Marvel, criada por Frank Miller para o arco de histórias do herói Demolidor. Sua primeira aparição foi em 1981, na edição 168 da revista Daredevil.

Um dos momentos mais marcantes da personagem (e do universo Marvel) foi sua morte, após um confronto com o vilão Mercenário. Também são memoráveis os momentos de sua conturbada (e por vezes perigosa) relação com Matt Murdock, o Demolidor.

Apesar dela não ser exatamente uma heroína, é uma personagem extremamente complexa e com uma personalidade cheia de nuances. Nos cinemas ela foi interpretada por Jeniffer Garner, nos controversos e pouco aclamados filmes ‘Demolidor – O Homem sem Medo’ (2003) e ‘Elektra’ e foi interpretada pela atriz Élodie Yung na segunda temporada da série do herói sem medo, da Netflix.

Feiticeira Escarlate

Esta é provavelmente a personagem mais poderosa desta lista, visto que suas habilidades conseguem até mesmo distorcer o tempo espaço. Criada por Stan Lee e Jack Kirby, em 1964, na revista Uncanny X-Men #4, a heroína mutante Wanda Maximoff é membro dos Vingadores e filha do também mutante Magneto.

Entre tantos momentos icônicos da personagem nos quadrinhos o mais importante deles foi a “extinção” de mutantes causada por ela, durante a saga Dinastia M, de 2005.

Nos cinemas a personagem é interpretada pela atriz Elizabeth Olsen e apareceu no segundo filme dos Vingadores e também no sucesso ‘Capitão América: Guerra Civil’.

Mulher-Hulk

Criada por Stan Lee e Sal Buscema em 1980, a personagem é alter-ego da advogada Jennifer Walters e prima de Bruce Banner, o incrível Hulk.  Seus poderes são uma versão levemente menos poderosa de seu primo, mas não por isso menos perigosa.

A Mulher -Hulk já foi membro do Quarteto Fantástico e dos Vingadores, além de ter protagonizado diversos embates memoráveis contra vilões e até mesmo heróis do universo Marvel, como o Coisa e o próprio Hulk.

Canário Negro

Criada por Robert Kanigher e Carmine Infantino em 1947, a personagem estreou na revista Flash Comics #86. A combinação de sua personalidade forte, um grande sex appeal, sua coragem e sua ótima técnica de luta a tornaram uma das personagens femininas mais conhecidas da editora.

Canário Negro foi adaptada em diversas histórias em quadrinhos, assim como em séries de televisão, e recebeu notoriedade por seus papéis no desenho Justice League Unlimited, Smallville, e mais recentemente na série Arrow, do canal estadunidense CW.

Vespa

Uma das fundadoras originais dos Vingadores, a Vespa foi criada em 1963, novamente pela dupla Stan Lee e Jack Kirby. Além de ser uma grande heroína, Janet também é uma famosa estilista nos quadrinhos e seu trabalho no mundo da moda é reconhecido por personalidades como Mary Jane Watson e a rainha Ororo Monroe (Tempestade), de Wakanda.

Uma das cenas mais famosas e controversas da história da heroína é a agressão que ela sofreu por seu marido, Hank Pym, abrindo discussão para um importante tema que é a violência doméstica e como nem mesmo super-heroínas estão livres de sofrer deste tipo de crime.

Nos cinemas, no entanto, o alter-ego da personagem é Hope Van Dyne, filha de Janet e Hank, que vai assumir o manto da heroína na vindoura sequência do filme ‘Homem-Formiga’, chamado de ‘Homem-Formiga e a Vespa’ .

Barbara Gordon

Outra personagem icônica da DC, Barbara Gordon outrora assumiu o traje da heroína Batgirl, criada em 1961 por Bob Segel e Sheldon Moldoff, para integrar o arco de histórias do homem-morcego. No entanto, o momento mais marcante e triste da história da heroína foi durante a história ‘A Piada Mortal’, onde a mesma foi baleada pelo vilão Coringa e acabou perdendo os movimentos das pernas.

Após isso ela assumiu o codinome de Oráculo e passou a auxiliar o Batman com suas habilidades hackers e conhecimentos tecnológicos. A personagem além de ser uma baita representante da força feminina, também se tornou uma representante das pessoas deficientes no mundo dos quadrinhos.

Viúva Negra

Criada em 1964, durante o auge da Guerra Fria, que polarizou o mundo entre EUA e URSS, a espiã soviética Natasha Romanoff foi treinada para ser uma ameaça aos seus inimigos, mas acabou traindo sua pátria e aliando-se aos inimigos.

Nos cinemas a personagem foi interpretada pela atriz Scarlett Johansson e é importante peça para a continuidade do arco de histórias do Capitão América e os Vingadores.

Tempestade

Provavelmente uma das personagens mais representativas (e fodonas!) do universo Marvel, por ser mulher e negra, além de africana, a mutante Tempestade, alter-ego de Ororo Munroe, é dotada de habilidades sobrenaturais de controle climático.

Após uma infância pobre no Egito, a mutante foi considerada uma deusa por nativos da região e posteriormente encontrada por Charles Xavier, líder dos X-Men, equipe a qual ela acabou liderando por diversos anos, até casar com T’Challa, o herói conhecido como Pantera Negra e rei do fictício país de Wakanda.

Nos cinemas a heroína já foi interpretada por Halle Berry, na trilogia original (e no mais recente) dos filmes dos X-Men. Alexandra Shipp interpretou a personagem mutante no  recente filme da franquia, ‘X-Men: Apocalipse’.

Mulher Maravilha

Esta é certamente a mulher mais famosa do universo dos quadrinhos e uma das principais da cultura pop, sendo mundialmente conhecida inclusive por pessoas que não estão familiarizadas a ler HQs.

Criada originalmente em 1941, ela é Princesa e Embaixadora das Amazonas da Ilha Themyscira e filha da rainha das amazonas, Hipólita.

Ela foi mandada ao “mundo dos homens” para propagar a paz, sendo a defensora da verdade e da vida na luta entre os homens e o firmamento, entre os mortais e os deuses. Possuindo habilidades super-humanas e seu laço da verdade, ela faz parte da Trindade da DC Comics (Superman, Batman e Mulher Maravilha) e muitas vezes funciona como o equilíbrio entre os extremos dos outros dois personagens. Também é uma das principais integrantes da Liga da Justiça.

A Mulher Maravilha já foi representada diversas vezes em outras mídias fora dos quadrinhos, ela apareceu no conturbado ‘Batman vs. Superman: A Origem da Justiça’, interpretada pela atriz Gal Gadot. Neste ano, a personagem vai estrear seu filme solo, além de marcar presença no filme da Liga da Justiça.

E aí, o que acharam da lista? Certamente temos muitas outras mulheres nos quadrinhos marcantes no universo dos quadrinhos e que podem ser consideradas igualmente icônicas ou fodonas, mas se vocês sentiram falta de algum nome na lista, digam nos comentários.

E não esqueçam: lugar de mulher é onde ela quiser, INCLUSIVE nos quadrinhos! Ah, e respeitem as minas!

 

Editor-Chefe do Nerdtrip e Professor de Biologia e Educação Física Escolar. Amante de Animações, Seriados, Games, Ficção, Mundo Mágico, HQs e lunático pela 7º Arte. Entendedor de Oscar e outras premiações frescurites que ninguém liga e repara nos filmes (aqueles detalhes bobos). Ama a 'Trindade' que é conhecida nos 7 cantos do mundo e nas horas vagas escuta aquela música eletrônica para ficar na vibe ou curte também aquele bom e velho rock'n'roll.

Marvel Comics

MARVEL | Manopla do Infinito tem novo dono

Published

on

Aproveitando e surfando a onda de Thor: Ragnarok, que chega aos cinemas no fim do mês, a Marvel resolveu chamar a atenção com um dos seus principais personagens que fará parte do filme lhe entregando a Manopla do Infinto. Estamos falando de “Loki“.

O vice presidente e editor executivo de midia digital da Marvel, Ryan Penagos, revelou um teaser da HQ de Thor #700. Nele, o deus da trapaça é visto erguendo a Manopla do Infinito, e ela preenchida com todas as Jóias. Interessante observar a semelhança com o  ator Tom Hiddleston, intérprete do personagem no cinema.

Mas teremos de aguardar um pouquinho para termos mais informações já que Thor #700 será lançado nas Comic Shops americanas agora em 18 de outubro.

Continue Reading

DC Comics

BATMAN | Às portas do “pedido de casório”…guerra assola Gotham!

Published

on

Sexta feira 13.  E vamos a primeira matéria do dia. Só pra começar (no estilo “conversando com vocês”, caros leitores), sempre considerei o Charada um dos piores inimigos do morcego. Às vezes, pior até que o Coringa. Que a galeria de vilões do Batman dá pau em qualquer herói, pelo fato de parecerem ter saído daquelas noites de pesadelos ininterruptos, isso nem se fala.

Dá uma olhada em baixo…tem jeito de dar certo?

Mas o Charada, além de lunático, também consegue juntar outros pontos à sua interpretação (muito mal aproveitada nos filmes). Seus desafios lógicos são das duas uma: ou são de duplo mortal sentido (tipo os desafios dos jogos da série Arkham, envolvendo vítimas e puzzles implacáveis, no qual um descuido ou acontecia uma morte ou a sua), ou são as revelações para algum segredo terrível que está para abrir as portas na sua frente. Um convite à insanidade, com certeza.

Eu não tenho gostado das últimas sagas do Batman (a última boa foi R.I.P.), mas reconheço que quando a DC disse através do atual roteirista Tom King (Tom King, Larry King, Martin Luther King…) e o bom desenhista Clay Mann (lembra o desenhista de Death of X, um estilo limpo, à lá Frank Quitely) que iam retornar a Ano Zero (uma saga que deu novas origens mais uma vez pra quase todos os personagens DC) e contar o que aconteceu quanto o Charada dominou Gotham por um ano, criando um atrito com o Príncipe Palhaço. Eu já pensei “prepara que agora vem história boa”.

A cisma entre os principais rivais do morcego começa na história “The Ballad of Kite Man”, uma história na qual o morcego é apenas um passageiro dos fatos, enquanto o jogo de xadrez entre o Coringa e Nigma se inicia. Como vocês sabem, sim essa é a famigerada história que o tal “pedido de casamento” à Selina Kyle de Bruce Wayne se concretiza, mas lá vem a pergunta: quando você tem de um lado a insanidade do Coringa, que faz qualquer um ter um ataque de pânico antes mesmo que algo aconteça e um assassino frio, metodista, que tem crescido pacas nos últimos anos (se você discorda, leia “Silêncio“, melhor saga do Batman em anos) e que usa estratagemas de 3, às vezes 4 ou mais dimensões diferentes, o que é real? Ou melhor, até onde vai os limites do real?

A Guerra de Piadas e Charadas começou na edição 25 de Batman nos Estados Unidos, e terá como headliners o escritor Tom King (que finalmente entrega uma saga de qualidade aos fãs do morcego) e Jamie Cheung como desenhista titular. Por aqui, em terras tupiniquins, deve demorar mais um pouco.

A guerra vai sacudir o mundo do morcego

 

Sintam o naipe da bagunça

Continue Reading

Quadrinhos

DE VOLTA PARA O FUTURO | Histórias inéditas agora em HQs

Published

on

Nostalgia tá na moda, principalmente se tratando dos anos 80, então que tal alimentar ainda mais isso?
Foi o que a editora Geektopia (selo de quadrinhos da editora Novo Século) arriscou fazer lançando no Brasil HQs baseadas em De Volta Para o FuturoE o que é bom fica ainda melhor já que teremos Bob Gale, cocriador e corroteirista dos longas originais, na equipe de criação.

O anúncio do lançamento foi feito  via Facebook pela editora Geektopia, que também já disponibilizou as primeiras páginas no Issuu.

A edições irão trazer histórias não exploradas nos filmes, começando com o primeiro encontro de Doutor Brown e Marty McFly, teremos também o envolvimento do doutor no Projeto Manhattan e em diferentes linhas temporais.

De acordo com a editora, a previsão de lançamento para venda da HQ é ainda no mês de outubro.
Deixe nos comentários o que você achou da ideia e continue nos seguindo.

Continue Reading

Mais lidos da semana

Copyright © 2017 Nerdtrip. Theme by GNTK Inc., powered by Gancarteek.

%d blogueiros gostam disto: