Connect with us

Filmes

DIA DA MULHER | Star Women: O empoderamento em uma galáxia tão distante

Published

on

Em uma galáxia muito distante o poder feminino toma conta de uma saga midiática, clássica e muito popular entre várias gerações. Pelo início do texto fica fácil se situar no assunto abordado, ao contrário de escolher em qual lado da força você se encaixa.

Star Wars sempre surpreendeu críticos e fãs com seus efeitos especiais, roteiros bem escritos e atuações magnificas. Entretanto, o que às vezes passa despercebido é a mensagem de igualdade de gênero que sempre veio encaixada nas entrelinhas de cada filme, livro, quadrinhos ou qualquer outro produto da saga.

 As mulheres sempre se destacam nas histórias que envolvem esse universo, até mesmo na época onde isso era raro de se acontecer. Os três primeiros filmes da saga (lançados em 77, 80 e 83) traziam consigo a personalidade forte de uma líder: a Princesa Leia Organa. Além de ser uma das personagens principais, sempre andou acompanhada da responsabilidade e força da Aliança, sabendo lidar não apenas com a diplomacia que envolvia seu cargo, mas também com a ação no campo de batalha. A feminilidade imposta pela sociedade conservadora fica realmente distante de Leia, já que sua independência, em vários âmbitos, está exposta em cada segundo de filme.

A personagem Padmé Amidala, não fica atrás nessa linhagem de mulheres poderosas. Sendo ela a mãe de Leia, já começa sua história em uma alta posição na diplomacia. Incialmente sendo Rainha Amidala de Naboo, tomando posse deste cargo com apenas 14 anos e posteriormente se torna senadora do senado Galático. Sempre promovendo a paz através do diálogo. Ela se posiciona contra a separação do senado, instigando assim a oposição contra sua integridade física e moral. Lutando pela liberdade de seu povo e por sua liberdade emocional, já que ela se apaixona pelo protagonista principal da trilogia, Anakin Skywalker.

Jyn Erso pegou todo o filme para si, sendo uma mulher altamente habilidosa, inteligente e com posições bem definidas. Liderando um grupo de renegados com uma missão extremamente importante para a aliança. Dando sua vida em prol de uma chance de liberdade para o futuro da galáxia. Buscando dentro de uma fora da lei um bom motivo para aderir o pensamento de uma resistência. Sem nenhum discurso sexualmente emocional, Jyn inspira uma figura decidida e sem a obrigação de um “par romântico”.

Já no episódio sete, o que pouco sabemos de Rey já é o suficiente para lhe considerar uma mulher poderosa. Diferente das anteriores sua trajetória não provem de algum cargo de peso social. Entretanto, implica em uma nova narrativa de heroína. Aquela que luta todos os dias por sua sobrevivência. Vivendo à margem da sociedade ela mostra que sua força é tão grande quanto a dos homens que são maioria na linhagem Jedi.

E não são apenas as protagonistas que possuem esse destaque de força e determinação, personagens secundárias também respiram poderio, seria o caso da primeira stormtrooper mulher, a capitã Phasma. Ela que é adepta ao pensamento da primeira ordem, mostra que não só de homens vive uma organização política radical.

O empoderamento delas não se caracteriza apenas com força física ou emocional, mas sim com um conjunto de todas as forças. Sabendo propor a independência de suas personagens e incentivando todas as gerações atingidas a fazerem o mesmo.  Lutando por seus ideais com unhas e dentes, inspirando mulheres a serem essas mulheres.

Estudante de jornalismo, futura pesquisadora da nona arte e fãgirl do homem morcego. Devoradora de séries e leitora fiel da mulher gato. Uma Jedi misturada com sith, uma kpopper misturada com Mpb. Uma viagem em forma de serumaninho!

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta ...

Filmes Animados

DRAGON BALL | Toei Animation confirma novo filme para 2018!

Published

on

E tivemos uma grande surpresa na Jump Festa no Japão, a Toei Animation confirmou oficialmente no evento que a franquia Dragon Ball vai ganhar um novo filme animado em 2018 como parte das celebrações de homenagem a famosa saga de Akira Toriyama (que estará envolvido com o projeto!).

Imagem de divulgação – Toei Animation ©

A companhia não divulgou nenhuma informação extra, a única coisa que sabemos é que o 20º filme da franquia poderá mostrar a origem dos Saiyajins e como eles se tornaram os guerreiros mais poderosos do universo, conforme a descrição do cartaz.

A Toei promete o lançamento do novo anime para dezembro de 2018. Lembrando que a Jump Festa está acontecendo no Japão neste fim de semana, então fiquem ligados no Nerdtrip para mais novidades que serão liberadas em breve sobre este novo filme animado.

Continue Reading

Cinema

STAR WARS: OS ÚLTIMOS JEDI | Príncipes reais presentes no filme

Published

on

Se Han Solo sempre reclamou de ter que lidar com as crises de realeza da “princesíssima” Leia Organa, nesta nova aventura temos dois príncipes “reais” dando as caras (quase, pois estão mascarados e será impossível identificá-los): Suas Altezas Reais William (o futuro Rei da Inglaterra) e Harry (o príncipe “vidaloka”) estão presentes em uma participação pequena, mas que realizaria o sonho de qualquer fã da saga.

O Príncipe William, o Duque de Cambridge e o Príncipe Harry chegam para celebrar o Dia Mundial da Saúde Mental com Chefes Juntos no London Eye em 10 de outubro de 2016 em Londres

Ambos poderão ser vistos em meio aos stormtroopers, assim como o Daniel “James Bond” Craig apareceu em O Despertar da Força.

Star Wars: The Last Jedi  estreou mundialmente em 14 de dezembro.

Continue Reading

Cinema

OSCAR 2018 | Brasil e Angelina Jolie estão de fora

Published

on

Resultado de imagem para bingo filmeE não deu para Bingo, o filme brasileiro candidato a uma das cinco indicações para o prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira do Oscar 2018.

A Academia de Cinema de Hollywood anunciou nesta quinta-feira os nove filmes que competirão por uma das cinco indicações, e a lista inclui filmes que já eram esperados, como a obra sueca sobre o mundo da arte The Square, do diretor Ruben Ostlund que ganhou a Palma de Ouro deste ano no Festival de Cannes e o drama russo Loveless , sobre um casal divorciado que procura seu filho desaparecido, dirigido por Andrey Zvyagintsev, ganhador do Prêmio do Júri de Cannes.

 

Resultado de imagem para angelina jolie diretoraMas também tem algumas omissões notáveis. Além do filme brasileiro Bingo, Angelina Jolie não conseguiu ganhar uma indicação para o filme, First They Killed My Father, que foi o representante do Camboja, e que foi indicado ao Globo de Ouro. E a lista também não conseguiu encontrar espaço para o candidato da França, o BPM (Beats Per Minute) de Robin Campillo , sobre os ativistas da AIDS, que ganhou o Grande Prêmio em Cannes.

A lista final dos candidatos foi peneirada em um recorde de 92 títulos que foram apresentados pelos respectivos países. Os filmes selecionados serão exibidos para os comitês em Nova York, Los Angeles e Londres, que lançarão as cédulas para os candidatos na categoria, a serem anunciados em 23 de janeiro.

Os filmes: do Chile, Uma mulher fantástica , de Sebastián Lelio; da Alemanha, Fade, de  Fatih Akin, da Hungria, On Body and Soul , de Ildikó Enyedi; de Israel, Foxtrot , de Samuel Maoz; do Líbano, The Insult , de Ziad Doueiri; da Rússia Loveless , de Andrey Zvyagintsev; do Senegal, Félicité , de Alain Gomis; da África do Sul, The Wound , de John Trengove e da Suécia, The Square , de  Ruben Östlund.

O 90º Oscar será realizado no domingo, 4 de março, no Dolby Theatre no Hollywood & Highland Center. As nomeações serão anunciadas terça-feira, 23 de janeiro.

Continue Reading

Mais lidos da semana

Copyright © 2018 Nerdtrip. Theme by GNTK Inc., powered by Gancarteek. Todas as imagens de filmes, séries, games, quadrinhos e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários.

%d blogueiros gostam disto: