Games

ESPECIAL BGS | Batman Arkham VR: Testamos a experiência de ser o Homem-Morcego!

Os games em VR (Realidade Virtual) estão começando a ganhar um grande espaço neste ano de 2016. E com o desenvolvimento desta nova tecnologia que está vindo pra ficar, é normal termos um grande jogo sendo adaptado para esta incrível experiência. O jogo da vez é o sucesso “Batman Arkham”, o game que vendeu milhões e alegrou aos fãs do Homem- Morcego (até os que não eram fãs!) com uma boa historia e uma incrível jogabilidade que agora colocará os jogadores no mundo de imersão virtual.
 

Testamos esta experiência na Brasil Game Show, o maior evento de games da América Latina, em dois modelos que estão disponíveis para o jogo: o primeiro modo é a experiência de se vestir como Batman e entrar na Bat-caverna que é incrível e os gráficos são ótimos. Para se movimentar em realidade virtual é preciso utilizar o PS Move que inicialmente é legal de segurar os joysticks que fazem você ter uma boa interação com alguns objetos. Entretanto, algumas movimentações ficam limitadas e seria interessante usar o controle normal do playstation para fazer outras tarefas do jogo. Além disso, o óculos VR tem que estar bem ajustado e higienizado para você cair de cabeça no mundo de Batman.Servindo como um ótimo tutorial, iniciamos como um ‘Bruce Wayne’ na mansão explorando alguns detalhes como segurar o telefone, segurar uma chave e tocar piano. Ao fazer essas coisas simples, se inicia a grande parte legal que são as instruções dadas pelo famoso mordomo Alfred.

A entrada na Bat-caverna com uma ótima interação entre máquinas e botões virtuais, constitui-se de uma descida por um túnel que leva o jogador à experiência de se vestir como o Batman e que é bem divertida. Ao vestir cada peça, pode vir à memória de alguns saudosistas as cenas dos bat-mamilos que foram marca registrada dos desastrosos filmes de Joel Schumacher. Mesmo assim a experiência é incrível, mesmo quando o jogo te obriga a colocar toda a roupa, inclusive a máscara do Batman.

Testamos também o batarang e outros apetrechos famosos do Batman e eles são tão incríveis que mesmo você tendo uma pontaria ruim, acaba acertando os alvos.

Ao terminar de se vestir e testar os equipamentos do morcegão, continuamos descendo e vemos belíssimos visuais da bat-caverna como a cachoeira, morcegos voando, o bat-móvel, o bat-computador tudo muito caprichado e com um visual exuberante (pra mim que adora ótimas fotografias em filmes, o visual é algo espetacular).

Ao final da descida, saímos da caverna e já damos de cara com Gotham City. O visual clássico é  rapidamente percebido através de prédios com gárgulas no topo, o bat-sinal e um susto básico ao olhar de cima de uma torre para a rua da beirada, dando a impressão de que você pode cair do prédio. É algo inimaginável e faz refletir que o tempo que você ficou no jogo trouxe uma boa interação a este mundo virtual através dos óculos VR.

O segundo modo é uma missão de detetive envolvendo um mistério, onde exploramos pouco, mas o instrutor da Warner Games explicou que o objetivo é desvendar as circunstâncias que levaram à morte do Asa Noturna. Ao que parece, o herói teve seu pescoço quebrado e o jogador, na pele de Batman, deve usar suas habilidades detetivescas para elucidar os fatos.Ao tirar os óculos e retornar para a nossa realidade, pude perceber que o jogador tem realmente a sensação de ser o Batman. Uma única ressalva em relação à jogabilidade, é o fato de inicialmente dependermos do PS Move, o que obriga o usuário a possuir um equipamento ultrapassado.

Os modos disponíveis que pudemos testar são bons e o jogo teve uma boa avaliação da equipe ‘Nerdtrip’. Quando os envolvidos do jogo lançarem o modo completo para todos os jogadores e fãs testarem, com toda certeza teremos um novo sucesso de vendas. A Warner Games está fazendo um grande mistério aumentando as expectativas. Esperamos que o game consiga atingi-las.
NOTA:

Sobre o autor

Igor Souza

Editor-Chefe do Nerdtrip e Professor de Biologia e Educação Física Escolar.
Amante de Animações, Seriados, Games, Ficção, Mundo Mágico, HQs e lunático pela 7º Arte.
Entendedor de Oscar e outras premiações frescurites que ninguém liga e repara nos filmes (aqueles detalhes bobos).
Ama a 'Trindade' que é conhecida nos 7 cantos do mundo e nas horas vagas escuta aquela música eletrônica para ficar na vibe ou curte também aquele bom e velho rock'n'roll.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta ...

%d blogueiros gostam disto: