K-NYU’s

K- NYU’s | Seventeen e KNK esqueceram o rap no churrasco

Annyeonghaseyo! Agora tenho uma coluna de Kpop. Que delícia! Todos os domingos, neste mesmo horário ou não. Vou escrever sobre a semana no pop sul coreano, comebacks, debuts, disband (Que Gdeus proteja nossos utt’s) e muito mais!

Perdeu algum Mv? Não fique triste, trarei para vocês.

E para começar vou comentar sobre algo que me chamou a atenção. Cadê os raps do Seventeen e do KNK?

  • SEVENTEEN

Saindo do seu habitual, os treze meninos mais fofos que você respeita apostaram novamente em um conceito mais reflexivo. Deixando um pouco de lado a festividade e as cores costumeiras. O que lhe caiu muito bem, o refrão calmo e grudento fica preso em seus pensamentos. Por fim, é completado por uma coreografia bem elaborada e bonita, algo comum para eles, não é?!

Mas vamos para o comentário anterior, cadê os rappers? Vernon, S.coups, Wonwoo e Mingyu desapareceram em meio aos vocais. A música de melodia agradável receberia muito bem as rimas dos garotos, porém não rolou. No máximo umas frases mais fortes, entretanto, nada que se considere um rap.

Que tal darmos mais uma olhadinha? Com vocês, “Don’t Wanna Cry”:

  • KNK

A volta tão esperada pelas Tinkerbell’s trouxe um novo conceito, algo mais iluminado, diferente de Knock e Back Again que possuem uma estrutura mais escura e pesada. No entanto, a letra segue a mesma linha de um romance perdido e coração partido.

Falar da coreografia nem tem mais graça, desde o seu debut o grupo sul coreano inova nos movimentos e usa muito da dramatização em seus passos. Porém, cadê a linha do Seungjun e a volta do rap perdido em Back Again do Heejun? Não existiram, o rapper principal recebeu apenas uma linha e meia, enquanto o maknae continuou em seu segmento de quase nem cantar. Sendo essa uma melodia que adotaria perfeitamente um rap dos dois integrantes. Quero rap!

Deem amor aos meninos! Agora assistam, “Moon, Sun, Star”:

  • 24K e MAP6

Isso aqui não matemática, mas está cheia de números. A volta dos flopados – queridos por nós – se fez por uma pegada mais leve e romântica.

O tiro, porrada e bomba do grupo favorito do Raul Gil deu espaço a uma montagem de cenas mais leves e com direito a doces. Enquanto isso, MAP6 estava em uma prisão interrogando uma mulher que parece ter cometido o crime de roubar seus pensamentos. Culpada!

 Algo que gostaria de comentar é sobre o figurino do 24k que está incrível! Mais couro, por favor! O que combina com o ar sexy que eles vêm passando através de uma parte em especial da coreografia.

Preste atenção nesse número 1:09, rs.  “Only You”:

MAP para o seis.

 “I’m Ready”:

  • GOT7

Eles não deram nem tempo para as IGOT7 respirarem e já estão de volta. Mas alguém me confirma uma coisa, aquele cenário do posto já foi usado por alguém ou estou ficando louca? Bom, fora isso os meninos dos olhos do JYP largaram a pegada bad boy e voltaram para o mv nada a ver com nada, bagunça e festa. Tudo bem! Nós gostamos também, mas “My Swagger” está inferior ao single anterior “Never Ever”.

Algo que salvou o comeback apressado foi a batida dançante e a coreografia impecável digna de GOT7.

Obs* Jackson você me mata. “My Swagger”:

  • iKON

Alguém fugiu do churrasco! Foi assim que acordei no dia em que iKON voltou à vida. Estava na hora não é, YG?

Bobby meu amor, para de me destruir! Quando eu acho que a minha vida está de boa você vem com cabelo estilo cruela e um rap que arrepiou toda minha alma. Nessa volta, podemos escutar um pouco mais dos outros membros, além de BI e Bobby, mas nem tanto. Ainda tem muito o que melhorar no quesito distribuição de linhas.

Falando individualmente de cada música, gostei mais de B-Day, acho que foi por conta da semelhança com os conceitos de Big Bang, aquele gostinho de nostalgia com outros rostos. Inclusive entrei para o fandom das abelhas esquisitas com patrocínio de Honey Bee de Solar, Hani e Luna.

“B-Day”:

Não tão diferente do de sempre, Bling Bling trouxe aquele estilo já conhecido pelos fãs. Hip-Hop misturado com eletrônica e coreografia dentro de uma “caixa” com um painel iluminado. Simples demais para um comeback tão aguardado.

Disappointed. “Bling Bling”:

  • Yezi

Não tem como começar a falar desta mulher, sem antes soltar um grito da pantera manca. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Yezi, minha filha, quem te ensinou a lacrar? Para quem não a conhece, vamos as apresentações. A rapper é integrante da girl group “Fiestar” e começou a se lançar como solo após sua ótima performance no reality de sobrevivência “Unpretty Rapstar 2”.

Anck Su Namum começou com um ritual a fim de ressuscitar o Fiestar, rsrsrs. O nome é árabe, assim como o conceito do clipe e do figurino. Esse último que está completamente incrível e combina perfeitamente com a personalidade sexy e misteriosa da rapper.

O conteúdo da letra é basicamente demonstrando seu poder, algo bem característico dela. E sua coreografia é totalmente arrasadora e envolvente.

Tomara que seu ritual para trazer Fiestar funcione. “Anck Su Namum”:

Vamos para os Debuts da semana!

  • Marmello

Uma banda tão fofa mais tão fofa que meu coração se derreteu assim que escutou a música delas. O refrão é simplesmente Puppet Puppet POW!

Gente, não sabia o quão viciante um pequeno refrão poderia ser. Agora sei!  Reparem bem em um dos figurinos que elas usam, parece com o de Crush do grupo 2NE1, eu gritei.

Analisando o vídeo poderia dizer que ele combina muito com a música e com as integrantes, algo como conquistar o garoto, mas sem coreografia. Apenas os bons e velhos instrumentos.

As poucas vezes que podemos escolher as “bias” por instrumentos, então vamos aproveitar.

Com vocês, a Banda Marmello!

Obs.:* Não pude apresentar as meninas, pois não achei nenhuma informação sobre.

“Puppet Puppet POW”:

  • A.C.E

Aleluia! Aleluia! Achei que morreria e não veria o grupo de cover mais amado debutar. Bem-vindos!

O grupo é composto por cinco integrantes, sendo eles:

Jun (Líder), Donghun (Vocalista Principal), Wow, isso é o nome mesmo (Rapper Principal), Jason (Dançarino Principal) e Chan (Maknae).

Eles que ganharam uma grande parte de seu público por conta dos covers, finalmente apresentaram sua própria música. Essa que possuí uma batida forte, um bom rap, coreografia bem costurada e um vocal estável, representa muito bem os meninos.

Em um debut de empresa pequena é comum ver um mv simples, com ênfase na coreografia, com eles não foi diferente, mas nada que tirasse o brilho de uma boa estreia.

“Cactus”:

Descoberta da semana:

Hoje vou falar sobre uma dupla flop que simplesmente adorei! Eles só possuem 175 inscritos em seu canal, os achei através do canal do 1theK. E logo após, fiquei encantada com o vocal dos dois e também a coreografia.

A música possui uma troca de linhas muito harmônica, ambos são vocais e fazem raps, além de dançarem bem. Super talentosos!

Sabe aquela melodia gostosa de ouvir? Lhes apresento: Party de WAEB!

Deem amor a eles! ❤

Wow (Assim como o rapper do A.C.E), esta semana tivemos muitos comebacks/debuts.

Mais músicas para sofrermos, rsrs.

E para saber sobre o disband do SISTAR que foi anunciado essa semana, acesse esse link: http://www.nerdtrip.com.br/disband-sistar-o-fim-do-verao-no-kpop/

Espero que vocês tenham gostado, comentem se faltou algum grupo ou algo parecido. E também me diga o que achou sobre a coluna, assim posso melhorá-la.

Não quis falar novamente, meu coração ainda está triste.

Beijos de doces e amém KNK! ❤

 

Sobre o autor

Nyu Melo

Estudante de jornalismo, futura pesquisadora da nona arte e fãgirl do homem morcego. Devoradora de séries e leitora fiel da mulher gato. Uma Jedi misturada com sith, uma kpopper misturada com Mpb. Uma viagem em forma de serumaninho!

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta ...

%d blogueiros gostam disto: