Connect with us

Listas

TRIP LISTAS | Séries que perderam o momento de parar!

Published

on

Séries que perderam a chance de parar no auge!

 

Resultado de imagem para CENA FINAL SERIE ROMA

“Fala em terceira temporada de novo pra você ver o que acontece!”

Quando estreou Roma, uma das séries mais caras já feitas em sua época, a HBO resistiu à tentação de esticar o produto até a exaustão. Com apenas 2 temporadas, a série terminou no auge, redonda, com uma história bem contada e aquele gosto de quero mais que está em nossas cabeças (de fã) até hoje, mesmo depois de quase 10 anos.
 
Infelizmente, poucas séries sabem quando é esse tempo mágico de se terminar a história. Muitos estúdios tentam esgotar até a última possibilidade de tirar uns trocados dos fãs, mesmo que se sacrifique a história e a memória que se guardará da série.
 
SKINS
Quantas temporadas teve – 7
Quantas deveria ter – 2
 

Skins é, resumidamente, uma “Malhação” do mundo real (e cru) britânico. Como a novelinha matutina na Platinada, acompanha um grupo de adolescentes em suas descobertas de vida. Mas as semelhanças param aí. Os problemas dos protagonistas são barra pesadas, mostrados com as piores e menos felizes possíveis soluções para os dramas da vida adolescente. As duas primeiras temporadas ainda contaram com o carisma de atores como Nicholas Hoult (O Fera), Dev Patel (Quem Quer Ser um Milionário), Joe Dempsie e Hannah Myray (Game of Thrones).

Com o final fechado da segunda temporada, tivemos um encerramento brilhante com o arco dos personagens, todo o elenco original foi trocado, e as demais temporadas foram apenas uma repetição, sem o brilho original, das duas primeiras. Mais ou menos como Malhação!

SUPERNATURAL
 
Quantas Temporadas – ∞ (na verdade, 13 até agora…)
Quando poderia ter terminado – (2ª Temporada ou na 3ª)
Quando deveria ter terminado mesmo – (na 5ª temporada)
  

A série que, em seu princípio tem a estrutura de “monstro da semana”, sempre teve uma certa continuidade no eixo principal da história: Encontrar John Winchester e matar o demônio de olhos amarelos. As duas primeiras temporadas são focadas nesse princípio, e toda trama converge para o momento em que Dean dispara  a bala da Colt no peito de Azazel. John Winchester foge do inferno, Sam está vivo e Dean tem 1 ano de prazo. Um final melancólico, mas um belo final. A terceira temporada, que ainda tem ligação com a trama principal da primeira, é a luta para livrar Dean do pacto, e que termina com a cena terrível de Dean sendo punido. Novamente, um final terrível, mas mesmo assim, belo.

Como ainda não quiseram secar a fonte, temos a quarta e a quinta temporadas, onde são inseridos os anjos, Lúcifer e Miguel, e o fim do mundo. Pronto! Os Winchesters param o próprio APOCALIPSE! (vamos obliterar o fato de somente os Estados Unidos, e nas menores cidades ainda, serem o palco da Batalha Final): Sam no inferno Dean começando uma nova vida, Castiel retornando para o Céu. Novamente, um final memorável, que nos deixaria com um gosto de quero mais, mas realizados por vermos a conclusão de uma saga que até ali cumpriu o seu propósito.
 
Mas… o “quero mais grana” dos produtores não deixam os irmãos em paz! As temporadas que se seguem são completamente descartáveis, e em momento algum temos a tensão da possibilidade de morte “real” de algum dos protagonistas. O roteiro se perde em histórias confusas, bobas e irrelevantes! E não temos nem uma data provável do fim.
 
DEXTER
 
Quantas temporadas: 8
Quando poderia ter terminado: 2
Quando deveria ter terminado: 4
 

As duas primeiras temporadas são matadoras. As interações de Dexter e o sargento Doakes estão postas desde o primeiro episódio, e toda a história gira em um grau menor na primeira e de forma extrema na segunda, em torno desta relação. Dexter e Doakes são mais próximos do que pensam, e em torno desta oposição a história cresce, mais ainda que os “casos da semana” ou mesmo o ITK. O momento em que os dois se enfrentam nos episódios finais da segunda temporada são tensos e impactantes ao extremo. Terminar a série na segunda temporada, com Doakes morto e La Guerta tentando resgatar sua memória seria perfeito.

 
Veio a terceira, e modorrenta, temporada, completamente descartável, e então a melhor de todas, a quarta, com finalmente um vilão realmente à altura de Dexter. Os embates entre o “Mão esquerda de Deus” e o Trinity Killer causou a tensão necessária, e fez Dexter encarar seus fantasmas e medos. O final desta seria o perfeito para a série, recriando para Harrison o cenário gerador de Dexter. O ciclo se fecha, e a série poderia ter um desfecho aberto e com um impacto à altura.
 
A partir da quinta temporada, a série pegou o piloto automático, com vilões fracos, motivações forçadas e histórias irrelevantes. Histórias praticamente recriadas, personagens mal utilizados e descartados. E ainda com um final deprimente, e não no bom sentido!
 
CHAVES
 
Quantas temporadas: 7
Quando poderia ter terminado: Viagem à Acapulco
 
Pode ser um heresia, quase um crime, falar mal de Chaves. A série está enraizada na cultura brasileira por ser exibida em looping pelo SBT há mais de 30 anos. Mas mesmo sendo uma série não linear e atemporal, a história com o passar dos anos teve uma fase de decadência, com a saída de dois dos personagens mais importantes (Sr. Madruga e Quico), e a introdução de personagens não tão cativantes como Dona Neves, Jaiminho, sem contar o intragável Godines. A mudança de espaços, saindo da familiar Vila, e indo para o Restaurante de Dona Florinda ou a Escola do Professor Girafales, acabam tirando um pouco do brilho da atração.
 
O episódio (de 3 partes) da Viagem à Acapulco é o último onde estão todos os originais reunidos, e ao terminarem com a canção “Boa noite, vizinhança”, dá um tom de adeus que conferiria à série um final à altura de sua importância.
 
BEING HUMAN
 
Quantas temporadas – 5
Quando Devia ter terminado: 3
 
Uma fantasma, um lobisomem e um vampiro dividem um apartamento… parece uma piada, mas é uma interessante série britânica, que misturando muito humor e terror (com uma das melhores transformações de lobisomem já vista desde Um lobisomem americano em Londres). As relações entre eles e o mundo real, os dramas internos do lobisomem George, as incertezas de Annie sobre sua morte e a culpa de Mitchel sobre seu passado sustentam com louvor a graça dessa série. Um conceito belíssimo apresentado na série é o da porta que aparece para levar os mortos para a outra vida, tratado com uma raramente vista seriedade e leveza.
 
O final da terceira temporada, com o sacrifício de George ao matar Mitchel foi singelo e coerente com toda a história. Uma conclusão bela, que reforçou a relação de amizade deste três seres e aproximando-os de sua humanidade perdida, e reforçando o princípio da série estabelecido com o título. Os protagonistas, através de sua relação de amizade, finalmente se tornam humanos novamente.
 
Quando inicia-se a quarta temporada, a inclusão de novos personagens e a saída de George funcionam como a estaca no coração da série. A série se perde em sua essência e a história batida da criança escolhida fica clichê demais. Um pena.
 
HEROES
 
Quantas temporadas: 4 (5 considerando Heroes Reborn)
 
Quando DEVERIA ter terminando: No penúltimo episódio da
primeira
Resultado de imagem para heroesHeroes começou derrubando a porta das adaptações de super-heróis na TV. Com uma proposta de colocar pessoas com poderes especiais no mundo real, a série chamou a atenção justamente pela seriedade com que tratou o tema nos primeiros episódios. Os personagens carismáticos e críveis funcionam bem demais, a descobertas dos poderes são se forma orgânica na história e coerente com a mitologia da série. Alguns poderes são abordados de uma forma corajosa, como o vidente que tem seus poderes ativados com heroína e a líder de torcida que tenta de toda maneira se matar. O vilão impõe medo pelo bizarro hábito de (aparentemente) comer o cérebro dos demais “especiais” para absorver seus poderes.
A coisa começa a se perder com o final da primeira temporada e a falta de coragem dos produtores em realmente dar seguimento à história apresentada no episódio 20 (Five Years ago) um dos mais sombrios (e melhores) da série. Aquele futuro, e como a história chegou até ele, que tanto empolgou os fãs foi completamente ignorado pelos produtores. O final da primeira temporada acabou com a mitologia que foi estabelecida, de que o futuro não pode ser alterado e que tudo converge para que ele aconteça.
 
A partir daí, a série perde as estribeiras e se torna uma caricatura mal feita de si mesmo. A terceira e quarta temporada somente serviram para terminar de carregar a série para a cova, e a nova parte, Heroes Reborn, foi a pá de terra sobre uma série que começou grandiosa e terminou vergonhosa.

Professor de História e Grande apaixonado pela sétima arte e da maior premiação do cinema, o Óscar. Viciado em séries e Redador das colunas "Vale a Maratona" e "Papo de Cinema".

Listas

TRIP LISTA | 10 celebridades internacionais que perderam tudo

Published

on

Após alcançar o estrelato, torna-se difícil administrar a vida financeira. As celebridades a seguir provam o quão difícil é lidar com os milhares de dólares que recebem.

  • Pamela Anderson. Ao que parece, Pamela colocou uma casa à venda pelo preço de 7,75 milhões de dólares para pagar débitos. 

Pamela Anderson: Em 2012, surgiram boatos que a estrela de ‘Baywatch’ (1989-2001) estaria devendo cerca de 1,1 milhão de dólares para várias construtoras que reformaram sua casa em Malibu. Em fevereiro de 2013, o jornal New York Daily News reportou que Pa (Foto: Getty Images)

 

  • Michael Jackson. Antes de morrer, Michael estava preparando uma série de shows para arrecadar cerca de 374 milhões de dólares que ele ainda devia.Michael Jackson: O Rei do Pop faturou mais de um bilhão de dólares em sua carreira, mas gastou entre 20 e 30 milhões de dólares a mais do que ganhava anualmente. Em 2005, quando foi acusado de abuso infantil, precisou gastar ainda mais para se defender le (Foto: Getty Images)
  • Lena Headey. A atriz que interpreta Cersei, em “Game of Thrones“, disse que seu processo de divórcio está sendo tão difícil que ela não tem quase dinheiro nenhum na conta bancária.Lena Headey: A bela atriz de ‘Game of Thrones’ disse, recentemente, que seu processo de divórcio está sendo tão ferrenho, que ela tinha apenas 5 dólares em sua conta bancária. Lena está envolvida em um intricado processo de divórcio e custódia com seu ex- (Foto: Getty Images)
  • Gary Coleman. O astro de “Arnold” (1978-1986) pediu proteção financeira à Justiça. Ao que parece, seus pais adotivos gastaram todo dinheiro que ele ganhou durante sua atuação.Gary Coleman: Pouco antes de sua morte, em 2010, o astro de ‘Arnold’ (1978-1986) pediu proteção financeira à Justiça, porque seus pais adotivos gastaram todo dinheiro que ele ganhou por atuar no seriado. (Foto: Getty Images)
  • Francis Ford Coppola.  Após seu fracassado musical “O Fundo do Coração” (1982), o diretor declarou falência. Foi salvo por um dinheiro que a mãe lhe emprestou e, com o empréstimo, investiu na indústria de vinho e teve sucesso.Francis Ford Coppola: Depois do fracasso de seu musical ‘O Fundo do Coração’ (1982), o diretor declarou falência e só foi salvo porque sua mãe lhe emprestou dinheiro. Com o empréstimo, ele investiu na indústria de vinho e teve sucesso. (Foto: Getty Images)
  • Courtney Love. A viúva do vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, disse ter ficado com apenas 4 mil dólares no banco. Para conseguir pagar seus débitos, ela vendeu 25% de seus direitos sobre o catálogo de músicas da banda.Courtney Love: A rockeira e viúva do vocalista do Nirvana Kurt Cobain enfrentou grandes problemas financeiros e disse ter ficado com apenas 4 mil dólares no banco. Para conseguir pagar seus débitos, ela vendeu 25% de seus direitos sobre o catálogo de músi (Foto: Getty Images)
  • Brendan Fraser. O astro da série de filmes “A Múmia” recorreu à Justiça para provar que não tem mais condições financeiras de pagar os 900 mil dólares anuais de pensão para sua ex-mulher, Afton Smith.Brendan Fraser: Recentemente, o astro da série de filmes ‘A Múmia’ recorreu à Justiça para provar que não tem mais condições financeiras de pagar os 900 mil dólares anuais de pensão para sua ex-mulher, Afton Smith. Brendan afirmou que, depois que uma árvo (Foto: Getty Images)
  • Mike Tyson. Com débitos declarados de 50 milhões de dólares, Tyson já teve 400 milhões de dólares em sua conta no auge de sua carreira. Porém, atualmente parece que se recuperou e está fora da falência.Mike Tyson: O ex-campeão mundial de boxe foi à falência em 2003, com débitos declarados de 50 milhões de dólares. Tyson já teve 400 milhões de dólares em sua conta, no auge de sua carreira, mas gastou o que tinha com mansões, joias, carrões e tigres de be (Foto: Getty Images)
  • Lindsay Lohan. A estrela deve cerca de 234 mil dólares em impostos para a Receita norte-americana.Lindsay Lohan: Além dos já conhecidos problemas com álcool, drogas e mau comportamento, a estrela também deve cerca de 234 mil dólares em impostos para a Receita norte-americana. Agora reabilitada, Lindsay precisou de um empréstimo de 100 mil dólares, de (Foto: Getty Images)
  • Nicolas Cage. Ele disse à revista People que deve 14 milhões de dólares em impostos.

    Nicolas Cage: O ator já faturou mais de 150 milhões de dólares em sua carreira, mas gastou grande mais do que podia comprando mansões, castelos, iates, jatos, frotas de carros exóticos e outros itens de luxo. Em 2012, ele disse à revista People que deve (Foto: Getty Images)
Continue Reading

Listas

TRIP LISTA | Os 10 maiores filmes de todos os tempos

Published

on

A revista de cinema do British Film Institute, a Sight & Sound Magazine, promoveu uma enquete com 358 diretores de 73 países para escolher os melhores filmes de todos os tempos. Consagrados cineastas como Woody Allen, Martin ScorseseQuentin Tarantino, Fernando Meirelles, Guillermo Del Toro Francis Ford Coppola participaram da enquete.

Confira.

  • Era Uma Vez em Tóquio (Ozu Yasujirô, 1953)
  • 2001: Uma Odisseia no Espaço (Stanley Kubrick, 1968)
  • Cidadão Kane  (Orson Welles, 1941)
  • Oito e Meio (Federico Fellini, 1963)
  • Taxi Driver (Martin Scorsese, 1976)
  • Apocalypse Now  (Francis Ford Coppola, 1979)
  • Um Corpo que Cai  (Alfred Hitchcock, 1958)

  • O Poderoso Chefão (Francis Ford Coppola, 1972)
  • O Espelho  (Andrei Tarkovsky, 1974)
  • Ladrões de Bicicleta  (Vittorio De Sica, 1948)

Seu filme preferido está na lista?

(fonte: Revista Bula)

 

Continue Reading

Listas

TOP 5 | As melhores lutas em Dragon Ball Super

Published

on

Dragon Ball Super já esta a mais de 2 anos sendo exibido no Japão (o anime começou a ser exibido em 5 de julho de 2015) e é exibido até os dias de hoje.

Durante este longo caminho, já tivemos diversos tipos de lutas contra vilões e também a disputa de alguns torneios bem empolgantes. Por conta disso, hoje eu vou trazer pra vocês as 5 lutas mais overpower no anime.

Obs: Essa lista é o “meu top 5”, e possui exclusivamente o “meu ponto de vista”.

5 – Goku vs Monaka

4 – Vegeta vs Trunks

3-  Vegeta vs Kyabe

2- Vegeta vs Goku Black + Goku vs Zamasu

1- Goku vs Hitto

Bônus*  Vegetto Blue vs Zamasu

Curtiu o nosso top 5? Achou que faltou alguma luta? Comente!

Continue Reading

Mais lidos da semana

Copyright © 2017 Nerdtrip. Theme by GNTK Inc., powered by Gancarteek.

%d blogueiros gostam disto: