Connect with us

Listas

TRIP LISTAS | Séries que perderam o momento de parar!

Published

on

Séries que perderam a chance de parar no auge!

 

Resultado de imagem para CENA FINAL SERIE ROMA

“Fala em terceira temporada de novo pra você ver o que acontece!”

Quando estreou Roma, uma das séries mais caras já feitas em sua época, a HBO resistiu à tentação de esticar o produto até a exaustão. Com apenas 2 temporadas, a série terminou no auge, redonda, com uma história bem contada e aquele gosto de quero mais que está em nossas cabeças (de fã) até hoje, mesmo depois de quase 10 anos.
 
Infelizmente, poucas séries sabem quando é esse tempo mágico de se terminar a história. Muitos estúdios tentam esgotar até a última possibilidade de tirar uns trocados dos fãs, mesmo que se sacrifique a história e a memória que se guardará da série.
 
SKINS
Quantas temporadas teve – 7
Quantas deveria ter – 2
 

Skins é, resumidamente, uma “Malhação” do mundo real (e cru) britânico. Como a novelinha matutina na Platinada, acompanha um grupo de adolescentes em suas descobertas de vida. Mas as semelhanças param aí. Os problemas dos protagonistas são barra pesadas, mostrados com as piores e menos felizes possíveis soluções para os dramas da vida adolescente. As duas primeiras temporadas ainda contaram com o carisma de atores como Nicholas Hoult (O Fera), Dev Patel (Quem Quer Ser um Milionário), Joe Dempsie e Hannah Myray (Game of Thrones).

Com o final fechado da segunda temporada, tivemos um encerramento brilhante com o arco dos personagens, todo o elenco original foi trocado, e as demais temporadas foram apenas uma repetição, sem o brilho original, das duas primeiras. Mais ou menos como Malhação!

SUPERNATURAL
 
Quantas Temporadas – ∞ (na verdade, 13 até agora…)
Quando poderia ter terminado – (2ª Temporada ou na 3ª)
Quando deveria ter terminado mesmo – (na 5ª temporada)
  

A série que, em seu princípio tem a estrutura de “monstro da semana”, sempre teve uma certa continuidade no eixo principal da história: Encontrar John Winchester e matar o demônio de olhos amarelos. As duas primeiras temporadas são focadas nesse princípio, e toda trama converge para o momento em que Dean dispara  a bala da Colt no peito de Azazel. John Winchester foge do inferno, Sam está vivo e Dean tem 1 ano de prazo. Um final melancólico, mas um belo final. A terceira temporada, que ainda tem ligação com a trama principal da primeira, é a luta para livrar Dean do pacto, e que termina com a cena terrível de Dean sendo punido. Novamente, um final terrível, mas mesmo assim, belo.

Como ainda não quiseram secar a fonte, temos a quarta e a quinta temporadas, onde são inseridos os anjos, Lúcifer e Miguel, e o fim do mundo. Pronto! Os Winchesters param o próprio APOCALIPSE! (vamos obliterar o fato de somente os Estados Unidos, e nas menores cidades ainda, serem o palco da Batalha Final): Sam no inferno Dean começando uma nova vida, Castiel retornando para o Céu. Novamente, um final memorável, que nos deixaria com um gosto de quero mais, mas realizados por vermos a conclusão de uma saga que até ali cumpriu o seu propósito.
 
Mas… o “quero mais grana” dos produtores não deixam os irmãos em paz! As temporadas que se seguem são completamente descartáveis, e em momento algum temos a tensão da possibilidade de morte “real” de algum dos protagonistas. O roteiro se perde em histórias confusas, bobas e irrelevantes! E não temos nem uma data provável do fim.
 
DEXTER
 
Quantas temporadas: 8
Quando poderia ter terminado: 2
Quando deveria ter terminado: 4
 

As duas primeiras temporadas são matadoras. As interações de Dexter e o sargento Doakes estão postas desde o primeiro episódio, e toda a história gira em um grau menor na primeira e de forma extrema na segunda, em torno desta relação. Dexter e Doakes são mais próximos do que pensam, e em torno desta oposição a história cresce, mais ainda que os “casos da semana” ou mesmo o ITK. O momento em que os dois se enfrentam nos episódios finais da segunda temporada são tensos e impactantes ao extremo. Terminar a série na segunda temporada, com Doakes morto e La Guerta tentando resgatar sua memória seria perfeito.

 
Veio a terceira, e modorrenta, temporada, completamente descartável, e então a melhor de todas, a quarta, com finalmente um vilão realmente à altura de Dexter. Os embates entre o “Mão esquerda de Deus” e o Trinity Killer causou a tensão necessária, e fez Dexter encarar seus fantasmas e medos. O final desta seria o perfeito para a série, recriando para Harrison o cenário gerador de Dexter. O ciclo se fecha, e a série poderia ter um desfecho aberto e com um impacto à altura.
 
A partir da quinta temporada, a série pegou o piloto automático, com vilões fracos, motivações forçadas e histórias irrelevantes. Histórias praticamente recriadas, personagens mal utilizados e descartados. E ainda com um final deprimente, e não no bom sentido!
 
CHAVES
 
Quantas temporadas: 7
Quando poderia ter terminado: Viagem à Acapulco
 
Pode ser um heresia, quase um crime, falar mal de Chaves. A série está enraizada na cultura brasileira por ser exibida em looping pelo SBT há mais de 30 anos. Mas mesmo sendo uma série não linear e atemporal, a história com o passar dos anos teve uma fase de decadência, com a saída de dois dos personagens mais importantes (Sr. Madruga e Quico), e a introdução de personagens não tão cativantes como Dona Neves, Jaiminho, sem contar o intragável Godines. A mudança de espaços, saindo da familiar Vila, e indo para o Restaurante de Dona Florinda ou a Escola do Professor Girafales, acabam tirando um pouco do brilho da atração.
 
O episódio (de 3 partes) da Viagem à Acapulco é o último onde estão todos os originais reunidos, e ao terminarem com a canção “Boa noite, vizinhança”, dá um tom de adeus que conferiria à série um final à altura de sua importância.
 
BEING HUMAN
 
Quantas temporadas – 5
Quando Devia ter terminado: 3
 
Uma fantasma, um lobisomem e um vampiro dividem um apartamento… parece uma piada, mas é uma interessante série britânica, que misturando muito humor e terror (com uma das melhores transformações de lobisomem já vista desde Um lobisomem americano em Londres). As relações entre eles e o mundo real, os dramas internos do lobisomem George, as incertezas de Annie sobre sua morte e a culpa de Mitchel sobre seu passado sustentam com louvor a graça dessa série. Um conceito belíssimo apresentado na série é o da porta que aparece para levar os mortos para a outra vida, tratado com uma raramente vista seriedade e leveza.
 
O final da terceira temporada, com o sacrifício de George ao matar Mitchel foi singelo e coerente com toda a história. Uma conclusão bela, que reforçou a relação de amizade deste três seres e aproximando-os de sua humanidade perdida, e reforçando o princípio da série estabelecido com o título. Os protagonistas, através de sua relação de amizade, finalmente se tornam humanos novamente.
 
Quando inicia-se a quarta temporada, a inclusão de novos personagens e a saída de George funcionam como a estaca no coração da série. A série se perde em sua essência e a história batida da criança escolhida fica clichê demais. Um pena.
 
HEROES
 
Quantas temporadas: 4 (5 considerando Heroes Reborn)
 
Quando DEVERIA ter terminando: No penúltimo episódio da
primeira
Resultado de imagem para heroesHeroes começou derrubando a porta das adaptações de super-heróis na TV. Com uma proposta de colocar pessoas com poderes especiais no mundo real, a série chamou a atenção justamente pela seriedade com que tratou o tema nos primeiros episódios. Os personagens carismáticos e críveis funcionam bem demais, a descobertas dos poderes são se forma orgânica na história e coerente com a mitologia da série. Alguns poderes são abordados de uma forma corajosa, como o vidente que tem seus poderes ativados com heroína e a líder de torcida que tenta de toda maneira se matar. O vilão impõe medo pelo bizarro hábito de (aparentemente) comer o cérebro dos demais “especiais” para absorver seus poderes.
A coisa começa a se perder com o final da primeira temporada e a falta de coragem dos produtores em realmente dar seguimento à história apresentada no episódio 20 (Five Years ago) um dos mais sombrios (e melhores) da série. Aquele futuro, e como a história chegou até ele, que tanto empolgou os fãs foi completamente ignorado pelos produtores. O final da primeira temporada acabou com a mitologia que foi estabelecida, de que o futuro não pode ser alterado e que tudo converge para que ele aconteça.
 
A partir daí, a série perde as estribeiras e se torna uma caricatura mal feita de si mesmo. A terceira e quarta temporada somente serviram para terminar de carregar a série para a cova, e a nova parte, Heroes Reborn, foi a pá de terra sobre uma série que começou grandiosa e terminou vergonhosa.

Professor de História e Grande apaixonado pela sétima arte e da maior premiação do cinema, o Óscar. Viciado em séries e Redador das colunas “Vale a Maratona” e “Papo de Cinema”.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta ...

Listas

GLOBO DE OURO 2018 | Revelada lista completa de indicados ao 2º prêmio mais cobiçado da 7º arte!

Published

on

A Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood divulgou a lista de indicados ao Globo de Ouro 2018. A cerimônia de premiação está marcada para o dia 7 de janeiro de 2018, com apresentação de Seth Myers.

Confira a lista completa:

CINEMA

Melhor filme dramático

“Me chame pelo seu nome”

“Dunkirk”

“The post”

“A forma da água”

“Três anúncios para um crime”

Melhor ator em filme dramático

Timothée Chalamet, “Me chame pelo seu nome”

Daniel Day Lewis, “Trama fantasma”

Tom Hanks, “The post: A guerra secreta”

Gary Oldman, “O destino de uma nação”

Denzel Washington, “Roman J. Israel, Esq.”

Melhor atriz de filme dramático

Jessica Chastain, “A grande jogada”

Sally Hawkins, “A forma da água”

Frances McDormand, “Três anúncios para um crime”

Meryl Streep, “The post: A guerra secreta”

Michelle Williams, “Todo o dinheiro do mundo”

Melhor diretor

Guillermo del Toro, “A forma da água”

Martin McDonagh, “Três anúncios para um crime”

Christopher Nolan, “Dunkirk”

Ridley Scott, “Todo o dinheiro do mundo”

Steven Spielberg, “The Post”

Melhor filme de comédia ou musical

“O artista do desastre”

“Corra!”

“O rei do show”

“I, Tonya”

“Lady Bird: é hora de voar”

Melhor atriz em filme de comédia ou musica

Judi Dench, “Victoria e Abdul: o confidente da rainha”

Helen Mirren, “The Leisure Seeker”

Margot Robbie, “I, Tonya”

Saoirse Ronan, “Lady Bird”

Emma Stone, “A guerra dos sexos”

Melhor ator em filme de comédia ou musical

Steve Carell, “A guerra dos sexos”

Ansel Elgort, “Em ritmo de fuga”

James Franco, “O artista do desastre”

Hugh Jackman, “O rei do show”

Daniel Kaluuya, “Corra!”

Melhor atriz coadjuvante

Mary J. Blige, “Mudbound”

Hong Chou, “Pequena grande vila”

Allison Janney, “I, Tonya”

Laurie Metcalf, “Lady Bird: É hora de voar”

Octavia Spencer, “A forma da água”

Melhor ator coadjuvante

Willem Dafoe, “Projeto Flórida”

Armie Hammer, “Me chame pelo seu nome”

Richard Jenkins, “A forma da água”

Christopher Plummer, “Todo o dinheiro do mundo”

Sam Rockwell, “Três anúncios para um crime”

Melhor animação

“O Poderoso Chefinho”

“The Breadwinner”

“Viva: A vida é uma festa”

“O touro Ferdinando”

“Com amor, Van Gogh”

Melhor canção original

“Home”, “O touro Ferdinando”

“River”, “Mudbound”

“Viva: a vida é uma festa”

“The star”, “The star”

“This is me”, “O rei do show”

Melhor trilha sonora

Carter Burwell, “Três anúncios para um crime”

Alexander Desplat, “A forma da água”

Johnny Greenwood, “Trama fantasma”

Hans Zimmer, “Dunkirk”

John Williams, “The post: a guerra secreta”

Melhor filme estrangeiro

“Uma mulher fantástica” (Chile)

“First they killed my father” (Camboja)

“In the fade” (Alemanha)

“Loveless” (Rússia)

“The square” (Suécia)

Melhor roteiro

“A forma da água”

“Lady Bird”

“The Post: a guerra secreta”

“Três anúncios para um crime”

“A grande jogada”

TV

Melhor série dramática

“The Crown”

“Game of thrones”

“The handmaid’s tale”

“Stranger things”

“This is us”

Melhor série de comédia ou musical

“Blackish”

“The Marvelous Mrs. Maisel”

“Master of None”

“Smilf”

“Will & Grace”

Melhor minissérie ou telefilme

“Big little lies”

“Fargo”

“Feud”

“The sinner”

“Top of the lake”

Melhor atriz em série dramática

Caotriona Balfe, “Outlander”

Claire Foy, “The crown”

Maggie Gylenhaal, “The deuce”

Katherine Langford, “13 reasons why”

Elisabeth Moss, “Handmaid’s tale”

Melhor ator em série dramática

Jason Bateman, “Ozark”

Sterling K. Brown, “This is us”

Freddie Highmore, “The good doctor”

Bob Odenkirk, “Better call Saul”

Liev Schreiber, “Ray Donovan”

Melhor ator em série de comédia ou musical

Anthony Anderson, “Black-ish”

Aziz Ansari, “Master of none”

Kevin Bacon, “I love Dick”

William H. Macy, “Shameless”

Eric McCormack, “Will and Grace”

Melhor atriz em série de comédia ou musical

Pamela Adlon, “Better things”

Alison Brie, “Glow”

Rachel Brosnahan, “The Marvelous Mrs. Maisel”

Issa Rae, “Insecure”

Frankie Shaw, “Smilf”

Melhor ator em minissérie ou telefilme

Robert de Niro, “O mago das mentiras”

Jude Law, “Young Pope”

Kyle Maclachlan, “Twin Peaks”

Ewan McGregor, “Fargo”

Geoffrey Rush, “Genius”

Melhor atriz em minissérie ou telefilme

Jessica Biel, “The sinner”

Nicole Kidman, “Big little lies”

Jessica Lange, “Feud”

Susan Sarandon, “Feud”

Reese Wiherspoon, “Big little lies”

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

Laura Dern, “Big Little Lies”

Anne Dowd, “Handmaid’s tale”

Chrissie Metz, “This is us”

Michelle Pfeifer, “Wizard of lies”

Shailene Woodley, “Big Little Lies”

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

David Harbour, “Stranger things”

Alfred Molina, “Feud: Bette and Joan”

Alexander Skarsgard, “Big little lies”

David Thewlis, “Fargo”

Continue Reading

Listas

ANNIE AWARDS 2018 | Viva: A Vida é uma Festa é o líder de indicações no “Oscar da Animação”!

Published

on

A temporada de premiações já se iniciaram na Terra do Tio Sam e agora tivemos a revelação das indicações ao Annie Awards 2018, conhecida carinhosamente como o Oscar da Animação.

E com um grande sucesso nas bilheterias norte americanas, o novo sucesso da Disney, Viva: A Vida é uma Festa lidera a lista de indicados, com 13 lembranças no total, seguido por The Breadwinner, animação do estúdio Cartoon Salloon que Angelina Jolie ajudou a produzir.

Lembrando que O Annie Awards acontece no dia 3 de fevereiro de 2018.

Melhor Animação
As Aventuras do Capitão Cueca: O Filme
Carros 3
Viva: A Vida é uma Festa
Meu Malvado Favorito 3
O Poderoso Chefinho

Melhor Animação Independente
In This Corner of the World
Com Amor, Van Gogh
Napping Princess
The Big Bad Fox & Other Tales
The Breadwinner

Melhor Animação – Produção Especial
Feeling Sad
Olaf: Em Uma Nova Aventura Congelante de Frozen
Pig: The Dam Keeper Poems
Revolting Rhymes
Enrolados Outra Vez

Melhor Curta-Metragem de Animação
Dear Basketball
Hedgehog’s Home
Negative Space
Scavengers
Son of Jaguar

Melhor Série de Animação – Infantil
Buddy Thunderstruck
Lost in Oz
Niko and the Sword of Light
Enrolados Outra Vez
We Bare Bears

Melhor Série de Animação – Adulta
Big Mouth
BoJack Horseman
Rick and Morty
Robot Chicken
Samurai Jack

Melhor Efeitos Especiais em Animação
Avatar Flight of Passage
Carros 3
Viva: A Vida é uma Festa
Meu Malvado Favorito 3
Olaf: Em Uma Nova Aventura Congelante de Frozen

Melhor Animação de Personagem em TV
DreamWorks Trolls Holiday
Trollhunters
Tumble Leaf

Melhor Animação de Personagem em Cinema
Viva: A Vida é uma Festa
The Big Bad Fox & Other Tales
O Poderoso Chefinho

Melhor Animação de Personagem em Produção Live-Action
Game of Thrones
Guardiões da Galáxia Vol. 2
Kong: Ilha da Caveira
Valerian e a Cidade dos Mil Planetas
Planeta dos Macacos: A Guerra

Melhor Animação de Personagem em Video Game
Cuphead
Hellblade: Senua’s Sacrifice
Horizon Zero Dawn
Uncharted: The Lost Legacy

Melhor Design de Personagem em TV
Buddy Thunderstruck
Danger & Eggs
Samurai Jack
Enrolados Outra Vez
Trollhunters

Melhor Design de Personagem em Cinema
Viva: A Vida é uma Festa
Meu Malvado Favorito 3
Os Smurfs e a Vila Perdida
O Poderoso Chefinho
The Breadwinner

Melhor Direção em TV
Dave Wasson, Eddie Trigeros & Alonso Ramirez-Ramos, por Disney Mickey Mouse
T.J. Sullivan, por Dragões: Corrida Até o Limite
Tom Caulfield & Stephen Sandoval, por Enrolados Outra Vez
Timothy Bailey, por Os Simpsons
Andrew Schmidt, por Trollhunters

Melhor Direção em Cinema
Lee Unkrich & Adrian Molina, por Viva: A Vida é uma Festa
Benjamin Renner & Patrick Imbert, por The Big Bad Fox & Other Tales
Tom McGrath, por O Poderoso Chefinho
Nora Twomey, por The Breadwinner
Chris McKay, por LEGO Batman: O Filme

Melhor Trilha-Sonora em TV
Christopher Willis, por Disney Mickey Mouse
Alex Geringas, por Nossa Casa: As Aventuras de Tip e Oh
Michael Kramer, por Lego Star Wars: The Freemaker Adventures
Mike Reagan, por As Meninas Superpoderosas
Lisbeth Scott, por Tumble Leaf

Melhor Trilha-Sonora em Cinema
Theodor Shapiro, por As Aventuras do Capitão Cueca: O Filme
Michael Giacchino, por Viva: A Vida é uma Festa
Clint Mansell, por Com Amor, Van Gogh
Christophe Beck, por Olaf: Em Uma Nova Aventura Congelante de Frozen
Mychael & Jeff Danna, por The Breadwinner

Melhor Design de Produção em TV
Big Hero 6: The Series
Disney Mickey Mouse
June
Samurai Jack
The Loud House

Melhor Design de Produção em Cinema
Viva: A Vida é uma Festa
O Touro Ferdinando
A Bailarina
Mary and the Witch’s Flower
The Breadwinner

Melhor Storyboard em TV
Disney Mickey Mouse
Home for the Holidays
Niko and the Sword of Ligh
Trollhunters

Melhor Storyboard em Cinema
Viva: A Vida é uma Festa
O Poderoso Chefinho
The Breadwinner
A Estrela de Belém

Melhor Dublagem em TV

Wendie Malick, por Bojack Horseman
Jeremy Rowley, por Bunsen is a Beats
Chris Diamantopoulos, por Disney Micker Mouse
Tom Kenny, por Bob Esponja Calça Quadrada
Nicolas Cantu, por O Incrível Mundo de Gumball

Melhor Dublagem em Cinema
Nick Kroll, por As Aventuras do Capitão Cueca: O Filme
Anthony Gonzalez, por Viva: A Vida é uma Festa
Saara Chaudry, por The Breadwinner
Laara Sadiw, por The Breadwinner
Zach Galifianakis, por LEGO Batman: O Filme

Melhor Roteiro em TV
Adam Reed, por Archer
Darrick Bachman, por Disney Mickey Mouse
Joshua Pruett, por A Lei de Milo Murphy
Ryan Ridley & Dan Guterman, por Rick and Morty
AC Bradley, Kevin Hageman, Dan Hageman, Aaron Waltke & Chad Quandt, por Trollhunters

Melhor Roteiro em Cinema

Adrian Molina & Matthew Aldrick, por Viva: A Vida é uma Festa
Dorota Kobiela, Hugh Welchman & Jacek Dehnel, por Com Amor, Van Gogh
Riko Sakaguchi, Hiromasa Yonebayashi, David Freedman & Lynda Freedman, por Mary and The Witch’s Flower
Anita Doron, por The Breadwinner

Continue Reading

Listas

TRIP LISTA | Ranking dos melhores filmes da Marvel Studios apontando erros e acertos

Published

on

 
Um dos debates mais divertidos do universo Nerd, são as famosas listas de melhores filmes do gênero “Super-heróis”. Bastou sair um novo filme e os fervorosos fãs já começam a ferrenha discussão para eleger os melhores filmes de todos os tempos e com a chegada de “Thor Ragnarok” a história não seria diferente.
 
Para colocar lenha na fogueira, vamos listar os melhores filmes da Marvel Studios, com seus “Prós e contras”.
Confira:
 
10)  DR. ESTRANHO (2016)
 
 
 * PRÓS:
 
Roteiro divertido
Referência em cenas de ação
Fidelidade aos Quadrinhos
Benedict Cumberbatch
Visual
A Barganha
O Manto da levitação
 
* CONTRA:
 
CGI do Dormammu
 
9) O INCRÍVEL HULK (2008)
 
 * PRÓS:
 
Roteiro frenético
Referências a série de TV
Bruce no Brasil
Hulk vs Soldados na Universidade
Hulk vs Abominável
Hulk Smash!
Palmas Trovão
Participação de Tony Stark
Bruce passa a controlar a transformação
 
 * CONTRA:
 
Não tem
 
 
8) CAPITÃO AMÉRICA: O PRIMEIRO VINGADOR (2011) 
 
 
* PRÓS:
 
Fidelidade aos Quadrinhos
Visual
Steve Magro
Transformação com “raios Vita” e o soro do Supersoldado
Stark Expo
Ótimo vilão
O sacrifício do Capitão América
A chegada de Steve ao presente
 
* CONTRA:
 
Poucas cenas de ação
 
 
7) OS VINGADORES: A ERA DE ULTRON (2015)
 
 
* PRÓS:
 
A invasão do quartel general da Hidra
As Vingadores tentando levantar “Mjolnir”
Ultron
Introdução do Visão
Introdução da Feiticeira Escarlate
Hulk vs HulkBuster
Vingadores vs as cópias de Ultron
“Se passar por aquela porta, você será uma “Vingadora”!
 
 * CONTRA:
 
Matar um velocista com arma de fogo
Tentativa de repetir o primeiro filme
 
 
6) THOR: RAGNAROK 
 
 
SPOILER ALERT! SPOILER ALERT! SPOILER ALERT! SPOILER ALERT!
  
CONTINUE POR SUA CONTA E RISCO
 
* PRÓS:
 
Roteiro divertido
Ótimas piadas
Visual
Surtur
Hulk Gladiador
Hulk “falante” (finalmente)
Elementos de Planeta Hulk
Hulk vs Thor
Trilha sonora
Ótima vilã
Referência em cenas de ação
Dr. Estranho Vs Loki
Grão Mestre
O arco de redenção do Executor
Thor se tornando Rei de “Asgard”
Guinada na franquia do personagem
 
 * CONTRA:
 
Rápido destino de Fandral e Volstagg
Corte do arco de Odin
 
 
5) GUARDIÕES DA GALÁXIA (2014) 
 
* PRÓS:
 
Roteiro frenético e divertido
Trilha sonora
Personagens carismáticos
Thanos
Ótimas piadas
Ótimo vilão
Senhor das Estrelas vs Ronan
Introdução do universo cósmico da Marvel
A sala do Colecionador
 
* CONTRA:
 
Não tem
 
 
4) HOMEM DE FERRO (2008)
 
 
* PRÓS:
 
Roteiro ágil e divertido
Ótimas cenas de ação
Robert Downey Jr.
Inicio do Universo Cinematográfico Marvel
Fidelidade aos Quadrinhos
Fuga da prisão
Homem de Ferro vs Terroristas
Participação de Nick Fury
Iniciativa Vingadores
 
* CONTRA:
 
Não tem
 
 
3) CAPITÃO AMÉRICA: O SOLDADO INVERNAL (2014)
 
 * PRÓS:
 
Ótimo roteiro
Referência em cenas de ação
Introdução do Falcão
Introdução do Soldado Invernal
Capitão Vs Batroc
Capitão vs Soldado Invernal
 
* CONTRA:
 
Ausência do Caveira Vermelha
 
 
2) CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL (2016)
 
 
* PRÓS:
 
Roteiro frenético
Referência em cenas de ação
Motivação dos protagonistas
Introdução do Homem-Aranha
Introdução do Pantera Negra
Vingadores vs Vingadores
Capitão vs Homem-Aranha
Capitão vs Pantera Negra
Homem Formiga se torna o Gigante
Capitão e Buck Vs Homem de Ferro
Capitão América nunca mais
 
* CONTRA:
 
Barão Zemo
 
1) OS VINGADORES (2012)
 
 * PRÓS:
 
Roteiro eficiente
Ótimas cenas de ação
Reunião dos Vingadores
Ótimo Vilão
Capitão e Homem de Ferro vs Loki
Homem de Ferro vs Thor
Hulk vs Thor
Hulk vs Loki
Hulk vs Leviatã
Participação de Thanos
 
* CONTRA:
Não tem
 
E você? Quais são seus filmes preferidos da Marvel Studios?
 
Deixe nos comentários…
Continue Reading

Mais lidos da semana

Copyright © 2018 Nerdtrip. Theme by GNTK Inc., powered by Gancarteek. Todas as imagens de filmes, séries, games, quadrinhos e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários.

%d blogueiros gostam disto: