Connect with us

Notícias

ADAM WEST | Morre o icônico Batman dos anos 60

Publicado

em

E infelizmente amanhacemos com uma triste notícia, um dos atores mais celebres e conhecidos por interpretar o Homem-Morcego acabou indo para um lugar mais tranquilo que Gotham City.

Sim, com uma triste dor no coração eu venho lhes informar que o ator Adam West, conhecido por interpretar o herói Batman na TV na década de 1960, morreu aos 88 anos, em Los Angeles.

Segundo informações da imprensa estrangeira, o ator sofria de leucemia e em um comunicado no Twitter oficial do ator, fomos informados que Adam morreu na noite desta sexta-feira (09).

“Nosso amado Adam West morreu na última noite. Ele era grandioso. Sentiremos uma incrível falta dele. Nós sabemos que vocês sentirão sua falta também.”

Com uma carreira voltada em pequenos papeis e dublagens, o ator Adam West estreou sua carreira artística em 1957, no filme “Voodoo Island”, mas não teve seu nome creditado nesse trabalho. Após isso, West participou de inúmeros seriados, mas ganhou reconhecimento ao interpretar o Batman na série de TV (o programa foi ao ar de 1966 a 1968) que se tornaria um marco na carreira do ator.

West é lembrado até hoje pela sua interpretação como um Morcegão totalmente irreverente do que estamos acostumados, por conta desta diferença de abordagem do Batman que é conhecido hoje como um personagem extremamente Dark, o Batman de Adam West acavou se tornando uma lenda pelo seu jeito totalmente diferente e se perpetuou até hoje como um símbolo na Cultura Pop.

Adam era casado com Marcelle e deixa seis filhos, quatro netos e dois bisnetos. A equipe Nerdtrip lamenta muito pelo falecimento do ator e deixamos nossos pêsames aos fãs e familiares deste grande ator.

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Apresentador do Teekcast e futuro youtuber, gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Notícias

MARGOT KIDDER | Eterna Lois Lane de “Superman: O Filme” morre aos 69 anos

Publicado

em

 
 
É com bastante tristeza e pesar, que noticiamos que Margot Kidder, a atriz que deu vida a intrépida repórter do planeta Diário, Lois Lane, no clássico filme “Superman” (1978) faleceu em sua residência em Livingston, Montana, aos 69 anos. A causa da morte ainda é desconhecida.
 
Margaret Ruth Kidder, nasceu em 17 de outubro de 1948, em Yellowknife, Território Noroeste do Canadá. Iniciou sua carreira de atriz em 1969, mas só começou a ficar conhecida pelo grande publico em 1973, vivendo o papel duplo das irmãs siamesas, em “Irmãs Diabólicas “ do aclamado diretor Brian De Palma.
 
Somente em 1978, que Margot Kidder ficou mundialmente conhecida, ao interpretar de forma sólida e moderna, a melhor Repórter do Planeta Diário, Lois Lane.
 
Pelas mãos de “Dick” Donner e ao lado da lenda Christopher Reeve, Kidder conseguiu dar vida a Lois Lane, enfatizando suas mais importantes características, a inteligência, a independência e a impulsividade.
 
Transformando-se em um modelo a ser seguido por todas as futuras encarnações da personagem, Margot Kidder se tornou a verdadeira e única LOIS LANE, para toda uma geração que cresceu acreditando que o homem podia voar.
 
Siga sua jornada ao sol “Margot Lois Lane Kidder” que “Rao” a acompanhe…
Você deixa de existir como matéria, para viver eternamente em nossos corações.
 
Obrigado por fazer parte da mitologia, obrigado por contribuir para a construção do legado.
Continue lendo

Notícias

ISAO TAKAHATA | Morre o lendário co-fundador do Studio Ghibli

Publicado

em

E uma triste notícia para os fãs de anime foi divulgada hoje (05). Isao Takahata, diretor de filmes de animação japonesa e um dos fundadores do lendário Studio Ghibli faleceu aos 82 anos.

Takahata vinha enfrentando problemas de saúde durante o último ano e estava sendo frequentemente hospitalizado por condições relacionadas ao seu coração — mas a causa oficial da morte ainda não foi confirmada.

Venerado por muitos por ter sido o diretor de filmes como O Túmulo dos Vagalumes (1988) e também o recente O Conto da Princesa Kaguya (2013), que chegou a ser indicado para o Oscar de Melhor Animação.

Takahata começou sua carreira em 1960, trabalhando em produções para a TV e cinema no Japão. Além de desempenhar o papel de diretor, ele também atuou como produtor e até mesmo animador em algumas produções.

Em 1985, Isao se uniu com o diretor e amigo Hayao Miyazaki para criar o Studio Ghibli, que até hoje é tido como um dos melhores estúdios de animação de todos os tempos. Ao longo de suas mais de três décadas, o estúdio lançou filmes como A Viagem de Chihiro (que ganhou um Oscar)Princesa Mononoke, Meu Amigo Totoro e muitos outros.

Como admiradores da cultura oriental e dos animes em geral, o Nerdtrip deseja condolências para a família Takahata e que Isao descanse em paz, pois este grande mestre fará falta. 😥 

Para saber dos trabalhos de Takahata e do Studio Ghibli, clique aqui.

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

DANCES WITH THE DRAGONS | Adaptação focada em combates épicos faz sua estreia

ARCTIC MONKEYS | Banda divulga de forma surpreendente nome, capa e teaser do seu novo álbum!

PARADISE PD | Netflix vai produzir animação adulta que tira sarro dos policiais!

BAFTA TV | Sucessos da Netflix dominam a lista de indicados para premiação da tv britânica

TOKYO GHOUL: RE | O que esperar do primeiro episódio da 3ª temporada?

VIOLET EVERGARDEN | Novo anime é confirmado oficialmente!

KAROL CONKA | Cantora lança clipe da música “Cabelo de Nego” do rapper Sabotage


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Notícias

CHRISTOPHER REEVE | Filho do Superman convoca os fãs do “Homem de Aço” para ajudarem a realizar o sonho do pai

Publicado

em

Christopher Reeve, o verdadeiro último filho de Krypton, partiu de encontro ao sol, mas em seu tempo terrestre, o nosso eterno Superman mostrou para todo mundo, o que significa ser um herói de verdade.

Depois de se tornar tetraplégico após um trágico acidente equestre em 1995, onde fraturou a primeira e a segunda vértebra cervical (lesão conhecida como “Lesão do Enforcado”, a mesma fratura que acontece quando o alçapão da forca se abre e o nó do laço é apertado), o Homem de Aço não se entregou e se tornou o símbolo vivo de esperança de milhares de cadeirantes, que acreditaram no sonho do homem do amanha, de que seria possível um mundo onde ninguém precisasse de cadeira de rodas.

Reeves pressionou o governo pela liberação do uso de células tronco e criou a Fundação Christopher e Dana Reeve e co-fundou o Centro de Pesquisa ReeveIrvine na Universidade da Califórnia, em Irvine. Além da pesquisa, a Fundação Reeve também ofereceu apoio as menos favorecidos, sem nenhum lucro, para ajudar outras iniciativas e serviços de acessibilidade, concedendo US $ 23 milhões em subsídios. Agora, Will, o filho de Christopher Reeve acredita que ainda mais pode ser feito.

Will está chamando os fãs do Superman ao redor do mundo para ajudar a realizar o sonho de seu pai, um mundo sem cadeirantes.

Em um editorial publicado pelo Daily Mail na quarta-feira, Will escreveu que os novos avanços nas pesquisas de medula espinhal se aproximam do mundo idealizado por Reeve.

“Meus pais trabalharam incansavelmente, através da Fundação Christopher e Dana Reeve para garantir que a pesquisa da medula espinhal se movesse além do espaço escuro para um reino de luz e esperança. É aí que nos encontramos hoje, à beira de entregar o sonho de meu pai.”

Will prossegue explicando que, devido ao reaproveitamento de um dispositivo existente usado para tratar a dor crônica, quatro jovens que tinham sido completamente paralisados puderam recuperar várias de suas funções, inclusive a capacidade de se levantar e caminhar. No entanto, embora esse desenvolvimento seja incrivelmente empolgante, os recursos são demasiadamente insignificantes, comparados com a demanda mundial pela pesquisa do melhor tratamento. Will diz que eles precisam de toda a ajuda possível.

“Na Fundação Reeve, sabíamos que precisávamos conseguir esse avanço para mais pessoas. Então, tivemos a ideia de uma campanha de arrecadação de fundos para aumentar o alcance deste tratamento inovador. No momento, ainda não há tratamentos baseados em evidências para lesões na medula espinhal além do tratamento médico padrão. Mas a Fundação Reeve acredita que cada fim tem seu começo. A grande ideia é o começo do fim da paralisia.”

“Para citar meu pai mais uma vez: ‘Tudo se resume a nós. Temos o poder de fazer uma enorme diferença’. Precisamos mobilizar a próxima geração de heróis para realizar essa missão. Há muitas maneiras de ajudar, tanto grandes quanto pequenas, as recompensas são mudanças de vidas”.

Continue lendo
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: