Cinema

STAR WARS | Qual a participação de Han Solo em The Last Jedi?

 

Se você é um fã de Star Wars, então você provavelmente ainda está devastado por ver Han Solo morrer em Star Wars: The Force Awakens. Pior ainda, ele encontrou a morte nas mãos de Kylo Ren, seu próprio filho. Infelizmente, não haverá uma ressurreição milagrosa para o herói rebelde, então não espere ver Harrison Ford aparecendo em The Last Jedi que ocorre imediatamente após The Force Awakens.

Ainda assim a presença de Han ainda será sentida no filme, particularmente através de Rey, que despreza Kylo por ter tirado sua figura paterna. Daisy Ridley explicou:

“Ela simplesmente não entende Kylo. Quando tudo o que queria eram pais, por que uma pessoa que tenha pais faz isso? Está tão além da compreensão, é ridículo. Então ela tem tristeza pela perda e depois há raiva. Para ser sincera, ela não conseguiu entender algo assim”

Embora Rey e Finn não conhecessem Han Solo por tanto tempo, ficou claro que ele deixou uma impressão forte em ambos; especialmente em Rey. Se as coisas tivessem ocorrido de forma diferente, ela poderia ter se juntado a ele e Chewbacca nos contrabandos pela galáxia. Mas Kylo Ren cortou qualquer esperança de que Rey e Han se aproximassem mais, quando esfaqueou seu pai com aquele sabre de luz e o deixou cair no reator da Base Starkiller. Rey já sabia que Kylo era uma ameaça, mas agora é pessoal.

O diretor Rian Johnson também confirmou que o “fantasma” de Han aparecerá sobre The Last Jedi, embora ele rapidamente acrescentou que não seria o tipo de “fantasma da força”. Em suas palavras:

“O fantasma de Han – bem, não literalmente. Eu não quero confundir. Eu tenho que ter muito cuidado com minhas palavras aqui. Mas um fantasma figurativo de Han teve que estar presente durante todo esse filme.”

Não há nada que Rey possa fazer que vai trazer Han Solo de volta, mas ela pode acabar trabalhando sua raiva se estiver cara a cara com o Kylo Ren novamente. No mesmo artigo da EW, Rian Johnson descreveu Rey e Kylo como “duas metades do escuro e da luz”, e quando nos vimos eles juntos, o villão foi “derrubado” após sua derrota na Base Starkiller, onde Rey marcou seu rosto e resistiu as suas tentativas de influenciá-la para o lado sombrio. No entanto, enquanto Kylo ainda está conduzindo os planos da Primeira Ordem, durante The Last Jedi, ele também estará lidando com seu ato patricida e, dependendo do que lhe acontecer no filme, ele pode perceber que matar Han não foi a decisão mais brilhante.

Star Wars: The Last Jedi estreia nos cinemas em 15 de dezembro, sem Han Solo!

Mas os fãs poderão vê-lo novamente, agora na pele de Alden Ehrenreich, que vai interpretar uma versão mais jovem do contrabandista arrogante no spin-off do ano que vem.

Sobre o autor

João Paulo Rocha

Professor de História e Grande apaixonado pela sétima arte e da maior premiação do cinema, o Óscar. Viciado em séries e Redador das colunas "Vale a Maratona" e "Papo de Cinema".

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta ...

%d blogueiros gostam disto: