Connect with us

Notícias

WENDELL & VINNIE | Um insulto aos “nerds”

Published

on

Salve, salve tripulantes!!! Aqueles que me conhecem, sabem que na equipe Nerdtrip sou considerado um ancião por ter passado dos 40 e por ser o mais velho do grupo. Mesmo assim, adoro filmes e séries infantis e nos últimos tempos tenho dedicado muito tempo a emissoras de TV como o “Nickelodeon”, o “Cartoon Network” e os vários canais da “Disney”.

É por isso que ao me deparar com essa série, que apesar de ter sido cancelada em sua primeira temporada continua a ser reprisada nas madrugadas de fim de semana da Nickelodeon, tive que fazer essa crítica.

“Wendell & Vinnie” estreou em 2013, teve apenas 20 episódios e foi cancelada por motivos que para mim parecem óbvios. O enredo trata de um rapaz chamado Vinnie, interpretado pelo ótimo Jerry Trainor, que aparentemente não faz nada da vida e que em uma reviravolta se vê como guardião legal de seu sobrinho pré-adolescente Wendell.

A sala do apartamento de Vinnie é fantástica. Sonho de todo o nerd, com miniaturas, posters, bustos, enfim, objetos típicos de colecionadores de cultura pop. O ator Jerry Trainor, particularmente me agrada. Aprecio seu trabalho desde que interpretava o personagem recorrente “Steve Doido” na antiga série de sucesso “Drake & Josh” e depois como o principal coadjuvante “Spencer Shay” na premiadíssima “I-Carly”. 

Já o sobrinho de quem Vinnie se torna o tutor, Wendell, interpretado por Buddy Handleson, é um super dotado. Inteligentíssimo, o típico nerd nota 10, que sempre se dá bem na vida acadêmica e sofre bullying das outras crianças. Os adjetivos “freak” e “looser” são os que o rapaz mais ouve na escola.

Até aí, tudo ok. Todos os elementos que uma série precisaria ter para agradar a comunidade nerd. Porém, o grande problema do programa é ter tentado dividir tais características entre os dois personagens privando o outro das mesmas. Explico: Vinnie, apesar de ser um colecionador de objetos de cultura pop e  também um grande entusiasta de HQs, filmes de ficção e terror, video games, etc…  é retratado como um cara tão burro quanto uma porta. Em inúmeros episódios, sua coleção é tratada como lixo e o personagem demonstra ter vergonha dela em determinados momentos como quando ele quer trazer uma namorada mais inteligente ao apartamento. A ausência de livros em sua moradia também é motivo de reclamação por parte de Wendell.

Wendell, apesar de tão culto, odeia filmes violentos, HQs, a coleção do tio, video games… Enfim, tudo que um verdadeiro nerd costuma cultuar. Esse traço arrogante da personalidade do personagem o torna extremamente irritante e detestável, o que não deveria acontecer em se tratando de um protagonista de série de humor.

A verdade é que o grande erro do criador  Jay Kogen foi tentar separar em dois personagens traços de personalidade que cabiam em apenas um. Mas não foi o único erro. As duas personagens coadjuvantes contribuem bastante para destruir o programa.

Wilma, a irmã mais velha de Vinnie interpretada Nycole Sullivan, é uma advogada de sucesso. Porém, isso é apenas um mero detalhe. O que parece importar, é que por ser gordinha e fora dos padrões de beleza, Wilma é amarga e depressiva. O tempo todo é retratada tentando arrumar namorados e sendo invariavelmente desprezada e chutada pelos homens. E exatamente por isso sente inveja e raiva da vizinha de Vinnie.

Haley Strode interpreta Taryn, a vizinha bonita e gostosa de Vinnie, que assim como ele é fútil e burra. Sempre de roupas curtas, atraí todos os homens que cruzam seu caminho, inclusive os pretendentes de Wilma, o que é o motivo de seu rancor.

Ou seja, temos uma serie infantil (não é a única) que ajuda a perpetuar o esterótipo de que apenas as mulheres bonitas e com o corpo sarado podem ter sucesso na vida em detrimento do estudo e da cultura.

Como serie de comédia, o programa as vezes consegue arrancar de mim algumas risadas. Mas no geral o que sinto ao assistir “Wendell & Vinnie” é irritação e indignação que só aumentam quando lembro que é voltada para o público infantil em um canal infantil. Como fã de Jerry Trainor fico triste ao ver que se meteu nessa furada. Espero que se de melhor nas próximas empreitadas.

Classificação:

 

Jorge Obelix. Ancião do grupo, com milhares de anos de idade. Fã da DC Comics e maior conhecedor de Crise nas Infinitas Terras e Era de Prata do Universo. Grande fã de Nicholas Cage que acha que um filme sem ele nem pode ser considerado filme. Fã de Jeff Goldblum também, e seu maior sonho é ver ambos (Cage e Goldblum) contracenando.

Click to comment

Deixe uma resposta ...

Notícias

PAULO SILVINO | Aos 78 anos, morre o eterno “Porteiro Severino”

Published

on

Faleceu hoje o ator Paulo Silvino, aos 78 anos, em decorrência de um câncer. Ele que lutava contra a doença, chegou até a retirar um tumor no estômago em julho do ano passado e a fazer sessões de quimioterapia.

Entre vários papéis marcantes, destaque para o porteiro Severino, cujo bordão era “cara, crachá”. Seu filho, João Paulo Silvino, lamentou a perda nas redes sociais: “Que Deus te receba de braços abertos, meu pai amado”.

Paulo Silvino, era filho do também comediante Silvino Netto. O comediante começou a carreira aos 20 anos, quando lançou o LP Nova geração em ritmo de samba.

Em entrevista ao Memória Globo declarou nela:

“Eu nasci nisso. Com seis, sete anos de idade, frequentava os teatros de revista nos quais o papai participava. Ele contracenava com pessoas que vieram a ser meus colegas depois, como o Costinha, a Dercy Gonçalves”

Nos anos 60, deu os primeiros passos como ator profissional ao escrever e atuar em peças. No ano de 67, ingressou na emissora, depois de passar por canais como TV Tupi, TV Continental, TV Rio e TV Excelsior, com a apresentação do programa Canal 0.

O sucesso do seu talento o levou a diversos programas, incluindo Faça humor, não faça guerra, Satiricom, Planeta dos homens, Balança mas não cai, Viva o gordo e Brasil pandeiro. Após a saída de Jô Soares da Globo, Silvino se tornou roteirista do Domingão do Faustão por um curto período de tempo.

Em 1990, mudou-se para o SBT, no qual iria apresentar o Condomínio Brasil, que não chegou a estrear. Devido ao cancelamento, ele foi para os humorísticos A praça é nossa e a Escolinha do Golias.

Em 1993, voltou à Globo, onde passou a fazer parte da Escolinha do Professor Raimundo, e depois migrou para a Record, atuando na Escolinha do barulho.

Participou de vários quadros no “Zorra Total“. Em 2003, estreou como um anjo que surgia nos quadros de mulheres bonitas em momentos inoportunos. Em 2005, foi o Pai Turíbio, que consultava os búzios com o bordão “fala, buzinho, fala“, para resolver problemas amorosos de suas clientes.

Contudo, sem sombra de dúvidas, o personagem mais conhecido de todos foi o do porteiro Severino, também no programa Zorra Total. Nesse personagem, os telespectadores encontravam identificação por ser um homem de origem humilde e muito engraçado por seu bordão e também pela atuação excelente de Paulo Silvino, que nos deixou um legado como humorista.

 

Continue Reading

Notícias

GUARDIÕES DA GALÁXIA | Atração da Disneyland contém eastereggs do Universo Nerd!

Published

on

Inaugurada no último mês de maio, menos de um mês após a estréia do filme “Guardiões da Galáxia 2” o passeio do parque temático “Disneyland” na Califórnia relacionado aos personagens da franquia contém diversos “eastereggs” não só do próprio universo “Marvel” ao qual os heróis intergalácticos pertencem, mas a todo o universo Nerd/Pop.

A atração, que está alojada em uma renovação do que foi a “Twilight Zone: Tower of Terror”, está cheia de itens coletados pelo personagem “Colecionador” interpretado no filme por Benício Del Toro.

Os fãs esperam até sete horas para desfrutar do passeio de 4 a 5 minutos, e muitos provavelmente perdem alguns dos tesouros escondidos. Abaixo, uma lista com alguns para que aqueles que pretendem visitar o parque divirtam-se encontrando-os:

 

Prótese de Perna

No primeiro “Guardiões da Galáxia” o personagem “Rocket Raccoon” faz “Peter Quill” buscar uma perna protética de outro prisioneiro, alegando que precisa disso para o plano de fuga. Acontece que o que Rocket realmente queria era apenas pregar uma peça. O diretor do filme, James Gunn, tem a perna de suporte real em uma vitrine em seu escritório, mas no passeio da Disneyland, os fãs podem detectar uma cópia no escritório do “Colecionador”.

 

 

Medidor Vita-Ray

Em “Capitão América: Primeiro Vingador”, “Steve Rogers” sofre a transformação que o torna o Capitão América como parte da experiência do super-soldado. Na cena da metamorfose, um medidor Vita-Ray fabricado pela “Indústrias Stark mede os níveis de radiação na câmara de transformação. O item pode ser visto em uma estante de livros na biblioteca do “Colecionador”.

 

Objetos da Hydra

Entre os tesouros do “Colecionador” ainda podemos encontrar pelo menos dois itens da “Hydra”. Um disco vermelho simples com o símbolo da maléfica organização, enquanto em outra parte do escritório há um rifle de assalto Hydra  em exibição. Esses itens provavelmente devem ter vindo do set de filmagens de “Marvel Agents of Shield”. “Três cristais Terrigenos, assim como o “Obelisco” da segunda temporada da série também pode ser apreciados.

 

Estátua de Kamar-Taj

Esse easteregg em particular pode passar facilmente despercebido por todos. Só os mais atento dos fãs perceberão uma pequena estátua localizada no piso térreo do passeio com dragões e letras asiáticas que aparentemente teriam sido parte da “Torre do Terror” original. Porém se você olhar com atenção, a estátua tem uma etiqueta de item identificando-a como proveniente de “Kamar-Taj”, a terra escondida no Himalaia e a Casa do Antigo. Sim, exatamente o local de treinamento de “Stephen Strange” no filme “Doutor Estranho”.

 

Como o “Colecionador” é um coletor de itens compulsivo, o passeio garante que há mais detalhes a serem descobertos. Não só do universo “Marvel”,  mas de todo o universo nerd/pop.  Escondido entre os itens dos vastos tesouros, além de garrafas e outros itens pequenos do passeio original da “Torre do Terror”, pode se notar rapidamente o rosto familiar de “Harold the Yeti”, prestes a assustar qualquer um que venha pelo caminho. Harold era anteriormente um acessório da montanha russa “Bobsleds Matterhorn” antes de ser substituído por uma versão mais nova desse aterrorizante “Pé Grande”.

Continue Reading

Notícias

LINKIN PARK | Vocalista Chester Bennington é encontrado morto

Published

on

De acordo com informações do site TMZ, o cantor Chester Bennington, vocalista da banda de rock Linkin Park, foi encontrado morto em uma residência privada na Califórnia (EUA). Segundo a publicação, que cita fontes policiais, o músico cometeu suicídio. Ele tinha tinha 41 anos.

O cantor teria se enforcado no local. Seu corpo foi encontrado nesta quinta, pouco antes das 9h locais, de acordo com o TMZ. Chester era casado e tinha seis filhos.

O cantor lutou por anos contra drogas e álcool. Ele disse em uma entrevista no ano passado que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho.

O músico era muito próximo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que morreu em maio – também em um suicídio por enforcamento, segundo médicos legistas.

O Linkin Park teve seu auge no início dos anos 2000, o grupo emplacou seu rock com influência de rap e metal em paradas de sucessos com  as músicas “Faint”, “In the end”, “Crawling” e “Numb”.

O Nerdtrip lamenta a morte de um grande músico e que tinha uma voz marcante. Suas músicas foram um enorme sucesso e muitos redatores do site eram fãs do músico. Nossos pesames e lamentamos muito a perda de um grande talento musical.

 

Continue Reading

Mais lidos da semana

Copyright © 2017 Nerdtrip. Theme by GNTK Inc., powered by Gancarteek.

%d blogueiros gostam disto: