Connect with us

Conheça um pouco mais...

DEADPOOL 2 | A Segunda Vez é Muito Melhor! (2)

Publicado

em

(Ryan Reynolds e Rob Liefeld em foto não creditada nos bastidores da produção do primeiro filme do Deadpool)

No artigo anterior dessa série de matérias sobre a nova aventura cinematográfica do mercenário mais falastrão dos quadrinhos, dissemos que Deadpool foi criado pelos quadrinistas Fabian Nicieza e Rob Liefeld, com óbvio destaque para este último, que praticamente leva todo o crédito pela criação.

Mas quem é Rob Liefeld (hoje com 50 anos de idade)?

Bom, falando primeiramente dos méritos do autor, é indubitável que Liefeld possui um talento nato para o empreendedorismo, além de ser dotado de muita persistência, coragem e mente extremamente imaginativa (haja vista o grande número de personagens que ele criou).

De forma autodidata, tornou-se desenhista de histórias em quadrinhos, conseguindo sua primeira publicação para uma grande editora em 1986, ao desenhar a personagem Sombra da Noite (Nightshade) para a revista Secret Origins #28; e ilustrando, em 1988, a minissérie em cinco partes dos super-heróis Rapina e Columba (Hawk and Dove), ambos da DC Comics.

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Em 1989, Liefeld vai para a Marvel Comics, desenhando The Amazing Spider Man Annual #23 e assumindo, em seguida, a arte da revista Novos Mutantes (a partir de fevereiro de 1990, no número 86), que, de quase cancelada, tornou-se um sucesso de vendas.

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Em agosto de 1991 – já detendo o controle criativo da revista dos Novos Mutantes – Liefeld passa a publicar a revista X-Force,  pela Marvel, cujo primeiro volume vendeu o espantoso número de quatro milhões de cópias!

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Considerado um quadrinista de sucesso – juntamente com outros desenhistas e escritores de quadrinhos de sucesso da época (Todd McFarlane, Jim Lee, Marc Silvestri, Erik Larsen, Jim Valentino, Whilce Portacio etc.) – Rob Liefeld cria, em 1992, a Image Comics, editora de quadrinhos na qual os criadores detinham o controle de suas criações (ao contrário do que ocorria na Marvel e DC Comics, e outras editoras de grande porte).

 

Na Image, Liefeld criou a revista em quadrinhos da superequipe Youngblood, cuja primeira edição – inauguradora da Image Comics – é ainda hoje considerada uma das 20 mais influentes publicações de quadrinhos da história (nem tanto pelo “conteúdo” da revista, mas pela inovação que ela introduziu no mercado quadrinístico).

(Foto – Divulgação: Image Comics ©)

Contudo, os méritos do autor param por aí.

Não se sabe muito bem o porquê, mas mesmo sendo claramente um desenhista bastante limitado em termos anatômicos e perspectivos (para não dizer preguiçoso), e de ser um escritor medíocre, Rob Liefeld – talvez em razão de seus ângulos esquisitos, corpos anatomicamente desproporcionais e “splashpages” em profusão (tudo o que desabonaria um bom desenhista) – conseguiu cair no gosto popular dos leitores , que compravam tudo o que ele publicava de forma voraz.

(Foto – Divulgação: Marvel Comics © / DC Comics © / Image Comics ©)

Considerado por alguns de seus próprios pares como um sujeito arrogante, oportunista e “moleque” (ele brigou feio com Marc Silvestri e Tood McFarlane, o que o levou a ser afastado da Image Comics em 1996), por mais sucesso de público que Liefeld fazia, mais críticas negativas ele recebia de quem entende de quadrinhos. 

Mas, mesmo diante de suas polêmicas e críticas, Rob Liefeld era um autor que vendia bem e dava lucro. Desse modo, em 1998, quando a Marvel resolveu fazer um reboot de seus personagens, tornando-os mais parecidos com os heróis da Image (isto é, mais “visual” e menos conteúdo), Liefeld – bem como Marc Silvestri, Wilche Portacio, Jim Lee e cia. Ltda. – foram “contratados” pela editora para darem novas versões dos super-heróis da Marvel, como Capitão América, Homem de Ferro, Hulk etc.

(Foto – Divulgação: Marvel Comics ©)

Nem é preciso dizer que o projeto não foi tão bem como os editores previram…

De fato, a arte de Liefeld é repleta de plágios (veja o Agente Americano abaixo!), de desenhos sem sentido, de poses impossíveis, de músculos inexistentes e de cenários completamente vazios; e os seus enredos são invariavelmente fracos, vazios, violentos e descartáveis.

(Foto – Divulgação: Image Comics ©)

Vai entender o sucesso do sujeito…

Ah, para não esquecer, ele foi o co-criador de Deadpool!!


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

DC UNIVERSE | Série live-action sobre a “Patrulha do Destino” é confirmada para o serviço de streaming da DC

RAGE 2 | Bethesda confirma jogo com lançamento de trailer especial!

MARGOT KIDDER | Eterna Lois Lane de “Superman: O Filme” morre aos 69 anos

CONFABULANDO LETRAS | Como escrever um livro? (Parte 02)

DEADPOOL 2 | A Segunda Vez é Sempre Melhor! (1)


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Sou um quarentão apaixonado pela cultura pop em geral. Adoro quadrinhos, filmes, séries, bons livros e música de qualidade. Pai de um lindo casal de filhos e ainda encantado por minha esposa, com quem já vivo há 19 bons anos, trabalho como Oficial de Justiça do TJMG, num país ainda repleto de injustiças. E creio na educação e na cultura como "salvação" para nossa sociedade!!

Conheça um pouco mais...

VIKINGS | 11 curiosidades que mostram a importância do número “nove” para a mitologia nórdica

Publicado

em

 

Criada por Michael Hirst e produzida pelo History Channel, à ótima série “Vikings” é inspirada pelos contos noruegueses da Escandinávia medieval e narra as aventuras do lendário Ragnar Lothbrok, famoso herói viking, que se tornou o flagelo da Inglaterra e da França. A série conta com inúmeras referências a mitologia nórdica, que podem ser percebidas ao longo de todas as temporadas. Entretanto, uma em especial chama bastante atenção.

 

 

VOCÊ SABIA…

 

Que a primeira temporada da excelente série “Vikings” tem nove episódios, pelo fato do número “nove” ter extrema importância para a mitologia nórdica?

Confira algumas curiosidades envolvendo o número:

  • Odin ficou sobre Yggdrasil (árvore da vida) durante nove noites para aprender o segredo das runas.
  • Existem nove mundos na árvore da vida.
  • Heimdall tem nove mães.
  • Odin possui um anel que cria nove novos anéis todas as noites.
  • Ran tem nove filhas que incorporam as ondas do mar.
  • Existem 9 grandes lindworms (serpentes semelhantes a dragões).
  • A cada nono ano, nove homens de cada espécie são sacrificados aos deuses.
  • Freyr teve que esperar nove noites até poder se casar com Gerd.
  • O símbolo Valknut tem nove pontos.
  • Odin se libertou e matou o rei Geirröd na nona noite de seu cativeiro.
  • Thor deu nove passos antes de morrer, após ter matado Jörmungandr, a serpente do fim do mundo.

 

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

RED DEAD REDEMPTION 2 | Mapa de exploração do título será maior do que de GTA V!

DRAGON BALL FIGHTERZ | DLC de Cooler chega no fim de setembro

TEEKCAST #44 | Vingadores com atores brasileiros!

BOKU NO HERO ACADEMIA | Confira o título e prévia legendada do episódio 19 da 3° temporada!

MENTES SOMBRIAS | Crítica do Don Giovanni

RAINBOW SIX SIEGE | Conheça Clash, a nova operadora defensiva que chegará ao FPS nesse mês!


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

UMA CILADA PARA ROGER RABBIT | Conheça as 4 “Femme Fatales” que inspiraram a criação de Jessica Rabbit

Publicado

em

 

VOCÊ SABIA…

Que a estonteante Jessica Rabbit do clássico “Uma Cilada para Roger Rabbit” (1988) foi baseada em quatro femme fatales do cinema?

 

 

O roteirista Gary K. Wolf se inspirou principalmente na personagem do desenho animado “Red Hot Riding Hood” (1943) conhecida como Ruiva (Red) criada pelo gênio Tex Avery. “Red” apareceu em vários curtas-metragens da MGM e em alguns filmes de Tom e Jerry. Ela é uma cantora e dançarina que enlouquece todos os homens da boate em que trabalha, especialmente o personagem “Lobo” que sempre tentava seduzi-la e captura-la. O famoso número musical de Jessica Rabbit no filme dirigido por Robert Zemeckis, também foi retirado da animação Red Hot Riding Hood.

 

 

O diretor de animação Richard Williams disse que criou Jessica pensando em Rita Hayworth, no filme Gilda (1946), com um pouco de Veronica Lake.

Nascida Margarita Carmen Cansino, em 17 de outubro de 1918, em Nova Iorque, Rita Hayworth foi uma atriz americana de ascendência hispano-irlandesa, que se tornou uma das maiores estrelas do cinema da década de 1940 e uma das mulheres mais desejadas e famosas de todo mundo.

 

 

O auge de sua beleza e fama, foram registrados no clássico Gilda (1946), de Charles Vidor, ao lado de Glenn Ford. A frase da campanha publicitária, “nunca houve uma mulher como Gilda”, retratava de forma precisa e impecável, a forma como a atriz era vista por toda Hollywood.

Veronica Lake, nome artístico de “Constance Frances Marie Ockelman” nasceu no Brooklyn, Nova Iorque, em 14 de Novembro de 1922 e foi uma atriz americana famosa por seus papéis de mulher fatal em filmes noir durante os anos 40.

 

 

Para a famosa mecha de cabelo e por sugestão de Robert Zemeckis, o visual foi retirado de Lauren Bacall.

 

 

“Betty Joan Perske”, nasceu em 16 de setembro de 1924, também em Nova Iorque. Adotou o nome artístico de Lauren Bacall, tornando-se conhecida por sua voz rouca e sua aparência sensual, transformando-se em um ícone de moda e um modelo para as mulheres modernas da época.

 

 

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

CHARMED | O polêmico reboot da série

QUE MERDA É ESSA? | Shazam!

MAMMA MIA! LÁ VAMOS NÓS DE NOVO | Crítica do Don Giovanni

VENOM | Novo trailer é lançado!

TOP 5 | Vilões de séries que amamos odiar

C – POP | Minhas paixões Coreanas


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

LUKE CAGE | 2ª Temporada do show tem importante conexão com o filme do “Pantera Negra”

Publicado

em

VOCÊ SABIA…

Que a ótima segunda temporada de Luke Cage, tem uma conexão importante com o filme do Pantera Negra, além de uma referência ao Capitão América, em forma de easter egg?

SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!

 

—————————————————-SPOILER————————————————————

 

A erva “nightshade” que Bushmaster inala em seu ritual, que confere força e capacidades sobre-humanas e que mais tarde é usada por Tilda Johnson para curar o próprio John Mclver, é na verdade a erva sagrada de Wakanda, que conferem os poderes do grande felino para o Pantera Negra, batizada com outro nome, por ter sido descoberta na Jamaica.

 

 

O termo “nightshade” ou “Solanaceae” é usado para denominar uma família de ervas que inclui cipós, arbustos, plantas medicinais, especiarias, ervas daninhas e etc, que contém um alto índice de alcaloides altamente tóxicos.

 

 

Tilda Johnson nos quadrinhos nunca teve seu nome “Nightshade” (Sombra da Noite) associado a nenhuma erva especial. Ela nasceu em Nova York e bem cedo descobriu que tinha uma grande aptidão natural para a ciência, tornando-se uma das maiores mentes criminosas da cidade.

 

 

John McIver, conhecido como John Bushmaster, tornou-se chefe do crime na Europa e depois expandiu-se para os Estados Unidos. Mclver passou pelo mesmo processo científico que deu a Luke Cage seus poderes, concedendo-lhe super força e resistência sobre-humana. Também em nenhum momento, o Bushmaster dos quadrinhos usa algum tipo de erva para aprimorar seus poderes.

 

 

Na série da Netflix, Bushmaster inala a “erva sagrada” (que pode ser vista em seus tons de lilás e roxo), diferente do procedimento utilizado em Wakanda, onde a erva é macerada e bebida pelo rei. Interessante notarmos que pelo fato da erva ter sido descoberta na Jamaica, ela foi batizada por outro nome, diferente da terminologia usada em Wakanda, que se manteve “fechada” para o mundo externo. A referência ao Capitão aparece, quando descobrimos que o Bushmaster sobreviveu ao uso da erva, devido a uma vacinação que receberá em sua juventude, que lhe concedeu resistência sobre-humana, mais uma das incontáveis tentativas do governo de replicar o soro do super soldado.

 

 

E você, conseguiu “pescar” essa “poderosa” conexão e essa incrível referência em forma de easter egg? Gradativamente as conexões entre os grandiosos filmes da Marvel Studios e as ótimas séries da Netflix começam tomar maiores proporções, interligando ainda mais o competente universo compartilhado da “casa das ideias”.

 

Confira também nossa crítica em vídeo da excelente segunda temporada de “Lucas Grant” logo abaixo, ou clicando aqui.

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

TEEKCAST #43 | Homem-Formiga e a Vespa – O que achamos do filme

UNCHARTED | Natan Fillion é Nathan Drake em filme produzido por fãs! Assista!

RUGRATS | Nickelodeon confirma o retorno de “Os Anjinhos” em nova série animada e filme em live-action!

AVES DE RAPINA | Site diz que filme produzido por Margot Robbie terá Arlequina ao lado de Canário Negro, Caçadora, Cassandra Cain e Renee Montoya!

DEADPOOL DUPER CUT | Confira a primeira imagem do Omega Red vivido por Dakota Shepley

UNIVERSO CINEMATOGRÁFICO MARVEL | Astro de Quarteto Fantástico quer entrar para o UCM como um vilão


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: