Connect with us

Conheça um pouco mais...

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 3 dias)

Publicado

em

Em sua última aventura na Segunda Guerra Mundial (nos quadrinhos), antes de ser congelado – uma batalha contra o Barão Zemo – o Capitão América vê seu discípulo e parceiro, Buck Barnes, aparentemente morrer para destruir um avião experimental do vilão.

Nessa explosão, o Capitão cai em águas geladas que o colocam em animação suspensa até ser achado, acordado e integrado aos Poderosos Vingadores.

Muitos anos após ter sido descongelado e milhares de aventuras depois, eis que o “bandeiroso” dá de cara com um excepcional adversário, o preciso e letal assassino “russo” conhecido como o Soldado Invernal.

Qual não foi a surpresa de todos quando foi revelado que, na verdade, o Soldado Invernal era o Buck Barnes, parceiro do Capitão América na Segunda Guerra Mundial, cujo corpo nunca havia sido encontrado; o qual não morreu quando o avião do Barão Zemo veio a explodir, mas “quase” pereceu (“só” perdeu um braço); sendo reanimado por espiões russos que o reprogramaram, lhe implantaram um braço biônico e, aproveitando seu ótimo treinamento, o transformaram num frio assassino, posto em animação suspensa entre as missões, devido ao seu debilitado e amnésico estado mental (por isso, ele só envelheceu 5 anos após sua aparente morte no final da Segunda Guerra).

Após recuperar a memória e melhorar o estado de sua mente, Buck aceita o convite de Tony Stark para assumir o escudo do Capitão América, assassinado após o final dos eventos do primeiro Guerra Civil da Marvel.

A descrição acima é retirada das histórias em quadrinhos, mas, nos filmes, a origem muda pouca coisa.

Interpretado por Sebastian Stan, Buck surge nas telas pela primeira vez em Capitão América: O Primeiro Vingador, como um soldado forte que, por ser vizinho e amigo, normalmente protegia o franzino Steve Rogers antes deste se tornar o Capitão América (interpretado por Chris Evans) e que, depois da impressionante transformação física do amigo, torna-se um dos membros do Comando Selvagem, liderado pelo herói, aparentemente perecendo ao cair de um trem durante uma missão do grupo.

Todavia, ele não morreu, mas “quase” (“só” perdeu um braço); sendo reanimado por espiões russos que o reprogramaram, lhe implantaram um braço biônico e que, aproveitando seu ótimo treinamento, o transformaram num frio assassino, posto em animação suspensa entre as missões, devido ao seu debilitado e amnésico estado mental (por isso, ele só envelheceu 5 anos após sua aparente morte no final da Segunda Guerra).

Desperto em Capitão América 2: O Soldado Invernal – numa trama que até se mostra relativamente fiel à sua origem quadrinística – Buck se torna o pivô – juntamente com a morte de civis na Nigéria e do assassinato do rei de Wakanda numa conferência da ONU em Viena – do conflito entre o grupo do Capitão América e do Homem de Ferro em Capitão América: Guerra Civil, no qual é revelado ser ele o responsável direto pela morte dos pais de Tony Stark (ops! Esqueci de avisar que teríamos uma porção de spoilers por aqui hoje!!!).

Com grande habilidade, os Irmãos Russo (diretores dos dois longas acima citados) conseguiram unir e resumir as tramas criadas por (de novo) Mark Millar e Steve McNiven (desenhos), na saga Guerra Civil dos quadrinhos e por Ed Brubaker e Steve Epting, na trama em papel e tinta do Soldado Invernal, para sua adaptação cinematográfica, com resultados tão positivos que foram escalados para a direção dos dois próximos Vingadores: Guerra Infinita.

No final de Capitão América: Guerra Civil, Buck aparece sendo mais uma vez colocado em animação suspensa, só que, desta vez, em Wakanda, até que fosse descoberta uma cura para a lavagem cerebral que ativava seu instinto assassino.

Nas cenas pós-créditos de Pantera Negra, a irmã de T’Challa (Chadwick Boseman), Shury (interpretada por Letitia Wright), aparece triunfante, junto a Buck e dizendo a este que ele estava devidamente curado.

Nos trailers de Guerra Infinita, o Soldado Invernal aparece lutando ao lado de Capitão América, Pantera Negra e companhia limitada contra as hordas do vilão Thanos.

Muito se tem dito sobre a morte de Capitão América em Guerra Infinita, uma vez que Chris Evans já anunciou que não voltará a interpretar o herói.

Será que, como nos quadrinhos, Buck terá que assumir o lugar do Sentinela da Liberdade?

Mais uma dúvida para ser sanada ao assistirmos ao tão aguardado filme!!!

Até amanhã, viajantes!!!!

Confira as outras matérias com curiosidades e a contagem regressiva para Vingadores: Guerra Infinita!


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

VERDADE OU DESAFIO | Crítica do Don Giovanni

MEMÓRIA TOKUSATSU | Esquadrão do Futuro Timeranger ou Power Rangers Força do Tempo?

YU-GI-OH! VRAINS | Confira a prévia e o título do episódio 49

CONFABULANDO LETRAS | Como escrever um livro? (Parte 01)

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 4 dias)


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Conheça um pouco mais...

VIKINGS | 11 curiosidades que mostram a importância do número “nove” para a mitologia nórdica

Publicado

em

 

Criada por Michael Hirst e produzida pelo History Channel, à ótima série “Vikings” é inspirada pelos contos noruegueses da Escandinávia medieval e narra as aventuras do lendário Ragnar Lothbrok, famoso herói viking, que se tornou o flagelo da Inglaterra e da França. A série conta com inúmeras referências a mitologia nórdica, que podem ser percebidas ao longo de todas as temporadas. Entretanto, uma em especial chama bastante atenção.

 

 

VOCÊ SABIA…

 

Que a primeira temporada da excelente série “Vikings” tem nove episódios, pelo fato do número “nove” ter extrema importância para a mitologia nórdica?

Confira algumas curiosidades envolvendo o número:

  • Odin ficou sobre Yggdrasil (árvore da vida) durante nove noites para aprender o segredo das runas.
  • Existem nove mundos na árvore da vida.
  • Heimdall tem nove mães.
  • Odin possui um anel que cria nove novos anéis todas as noites.
  • Ran tem nove filhas que incorporam as ondas do mar.
  • Existem 9 grandes lindworms (serpentes semelhantes a dragões).
  • A cada nono ano, nove homens de cada espécie são sacrificados aos deuses.
  • Freyr teve que esperar nove noites até poder se casar com Gerd.
  • O símbolo Valknut tem nove pontos.
  • Odin se libertou e matou o rei Geirröd na nona noite de seu cativeiro.
  • Thor deu nove passos antes de morrer, após ter matado Jörmungandr, a serpente do fim do mundo.

 

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

RED DEAD REDEMPTION 2 | Mapa de exploração do título será maior do que de GTA V!

DRAGON BALL FIGHTERZ | DLC de Cooler chega no fim de setembro

TEEKCAST #44 | Vingadores com atores brasileiros!

BOKU NO HERO ACADEMIA | Confira o título e prévia legendada do episódio 19 da 3° temporada!

MENTES SOMBRIAS | Crítica do Don Giovanni

RAINBOW SIX SIEGE | Conheça Clash, a nova operadora defensiva que chegará ao FPS nesse mês!


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

UMA CILADA PARA ROGER RABBIT | Conheça as 4 “Femme Fatales” que inspiraram a criação de Jessica Rabbit

Publicado

em

 

VOCÊ SABIA…

Que a estonteante Jessica Rabbit do clássico “Uma Cilada para Roger Rabbit” (1988) foi baseada em quatro femme fatales do cinema?

 

 

O roteirista Gary K. Wolf se inspirou principalmente na personagem do desenho animado “Red Hot Riding Hood” (1943) conhecida como Ruiva (Red) criada pelo gênio Tex Avery. “Red” apareceu em vários curtas-metragens da MGM e em alguns filmes de Tom e Jerry. Ela é uma cantora e dançarina que enlouquece todos os homens da boate em que trabalha, especialmente o personagem “Lobo” que sempre tentava seduzi-la e captura-la. O famoso número musical de Jessica Rabbit no filme dirigido por Robert Zemeckis, também foi retirado da animação Red Hot Riding Hood.

 

 

O diretor de animação Richard Williams disse que criou Jessica pensando em Rita Hayworth, no filme Gilda (1946), com um pouco de Veronica Lake.

Nascida Margarita Carmen Cansino, em 17 de outubro de 1918, em Nova Iorque, Rita Hayworth foi uma atriz americana de ascendência hispano-irlandesa, que se tornou uma das maiores estrelas do cinema da década de 1940 e uma das mulheres mais desejadas e famosas de todo mundo.

 

 

O auge de sua beleza e fama, foram registrados no clássico Gilda (1946), de Charles Vidor, ao lado de Glenn Ford. A frase da campanha publicitária, “nunca houve uma mulher como Gilda”, retratava de forma precisa e impecável, a forma como a atriz era vista por toda Hollywood.

Veronica Lake, nome artístico de “Constance Frances Marie Ockelman” nasceu no Brooklyn, Nova Iorque, em 14 de Novembro de 1922 e foi uma atriz americana famosa por seus papéis de mulher fatal em filmes noir durante os anos 40.

 

 

Para a famosa mecha de cabelo e por sugestão de Robert Zemeckis, o visual foi retirado de Lauren Bacall.

 

 

“Betty Joan Perske”, nasceu em 16 de setembro de 1924, também em Nova Iorque. Adotou o nome artístico de Lauren Bacall, tornando-se conhecida por sua voz rouca e sua aparência sensual, transformando-se em um ícone de moda e um modelo para as mulheres modernas da época.

 

 

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

CHARMED | O polêmico reboot da série

QUE MERDA É ESSA? | Shazam!

MAMMA MIA! LÁ VAMOS NÓS DE NOVO | Crítica do Don Giovanni

VENOM | Novo trailer é lançado!

TOP 5 | Vilões de séries que amamos odiar

C – POP | Minhas paixões Coreanas


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo

Conheça um pouco mais...

LUKE CAGE | 2ª Temporada do show tem importante conexão com o filme do “Pantera Negra”

Publicado

em

VOCÊ SABIA…

Que a ótima segunda temporada de Luke Cage, tem uma conexão importante com o filme do Pantera Negra, além de uma referência ao Capitão América, em forma de easter egg?

SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!  SPOILER ALERT!

 

—————————————————-SPOILER————————————————————

 

A erva “nightshade” que Bushmaster inala em seu ritual, que confere força e capacidades sobre-humanas e que mais tarde é usada por Tilda Johnson para curar o próprio John Mclver, é na verdade a erva sagrada de Wakanda, que conferem os poderes do grande felino para o Pantera Negra, batizada com outro nome, por ter sido descoberta na Jamaica.

 

 

O termo “nightshade” ou “Solanaceae” é usado para denominar uma família de ervas que inclui cipós, arbustos, plantas medicinais, especiarias, ervas daninhas e etc, que contém um alto índice de alcaloides altamente tóxicos.

 

 

Tilda Johnson nos quadrinhos nunca teve seu nome “Nightshade” (Sombra da Noite) associado a nenhuma erva especial. Ela nasceu em Nova York e bem cedo descobriu que tinha uma grande aptidão natural para a ciência, tornando-se uma das maiores mentes criminosas da cidade.

 

 

John McIver, conhecido como John Bushmaster, tornou-se chefe do crime na Europa e depois expandiu-se para os Estados Unidos. Mclver passou pelo mesmo processo científico que deu a Luke Cage seus poderes, concedendo-lhe super força e resistência sobre-humana. Também em nenhum momento, o Bushmaster dos quadrinhos usa algum tipo de erva para aprimorar seus poderes.

 

 

Na série da Netflix, Bushmaster inala a “erva sagrada” (que pode ser vista em seus tons de lilás e roxo), diferente do procedimento utilizado em Wakanda, onde a erva é macerada e bebida pelo rei. Interessante notarmos que pelo fato da erva ter sido descoberta na Jamaica, ela foi batizada por outro nome, diferente da terminologia usada em Wakanda, que se manteve “fechada” para o mundo externo. A referência ao Capitão aparece, quando descobrimos que o Bushmaster sobreviveu ao uso da erva, devido a uma vacinação que receberá em sua juventude, que lhe concedeu resistência sobre-humana, mais uma das incontáveis tentativas do governo de replicar o soro do super soldado.

 

 

E você, conseguiu “pescar” essa “poderosa” conexão e essa incrível referência em forma de easter egg? Gradativamente as conexões entre os grandiosos filmes da Marvel Studios e as ótimas séries da Netflix começam tomar maiores proporções, interligando ainda mais o competente universo compartilhado da “casa das ideias”.

 

Confira também nossa crítica em vídeo da excelente segunda temporada de “Lucas Grant” logo abaixo, ou clicando aqui.

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

TEEKCAST #43 | Homem-Formiga e a Vespa – O que achamos do filme

UNCHARTED | Natan Fillion é Nathan Drake em filme produzido por fãs! Assista!

RUGRATS | Nickelodeon confirma o retorno de “Os Anjinhos” em nova série animada e filme em live-action!

AVES DE RAPINA | Site diz que filme produzido por Margot Robbie terá Arlequina ao lado de Canário Negro, Caçadora, Cassandra Cain e Renee Montoya!

DEADPOOL DUPER CUT | Confira a primeira imagem do Omega Red vivido por Dakota Shepley

UNIVERSO CINEMATOGRÁFICO MARVEL | Astro de Quarteto Fantástico quer entrar para o UCM como um vilão


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Continue lendo
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: