Connect with us

Demorei, mas eu vi!

DEMOREI, MAS EU VI! | Ilha das Bruxas: Brasil tem terror sim!

#ilhadasbruxas #redemanchete
#nerdtripnews

Publicado

em

A tv brasileira já foi menos carola. Não é somente Deadpool hoje que tem filmes +18, antigamente e nos tempos saudosos da antiga Rede Manchete (era de ouro das grandes produções nacionais) se faziam programas de excelente qualidade. Com direito a ótimo uso dos atores nacionais.

Bem assustador para a época

Estreando na tv em março de 1991, uma série chegou a chocar o grande público e se tornou lenda nas redes sociais por ser a primeira que realmente (tirando o grande José Mojica Marins, o Zé do Caixão) trouxe o terror de verdade para as telas. Estou falando de Ilha das Bruxas (Rede Manchete, 1991, direção de Paulo Figueiredo), baseada na lenda sobre as bruxas que vieram de Açores para a ilha de Santa Catarina, tem um enredo muito conciso para a época e contou com cenas (mesmo com o estilo novela) que ainda devem estar na memória de quem assistiu.

A história que parece contada como os folhetins da Rede Globo, o mocinho pobre (e pescador) que é noivo de uma moça da ilha começa a ter problemas com a aparição de uma feiticeira que é a líder de um culto de bruxas que existe na ilha secretamente e sem o conhecimento de seus maridos. A feiticeira após sequestrar um bebê e beber seu sangue em um ritual satânico (tudo mostrado quase na íntegra) consegue o chamado Unguento das Bruxas (qualquer relação com Salem não é mera coincidência) e com isso invocar a Rainha Selene (que na verdade era a avó da noiva do filho do pescador) e seduz Pedro, que junto com o Doutor Benzedor (Irving São Paulo e Isaac Bardavid, em ótimas atuações) se tornam os principais da série.

Ilhadasbruxas

Como era tradição da antiga emissora, belas atrizes

A partir daí a série oscila no eixo entre o bem e o mal, sempre enfatizando o terrível poder que as bruxas possuem. Algumas críticas contra o machismo (sem descambar para um discurso político) seguem, afinal a ilha é de fazendeiros (e a produção é de época) e o patriarcalismo rola solto. Destaca-se também o ambiente pesado criado para a produção que lembra bastante O Nome da Rosa, com a guerra que acontece dos dois lados.

A série atualmente está disponível na íntegra no YouTube e pode ser vista sem dificuldade. Como se trata de uma produção da extinta Manchete, será difícil que um dia seja comercializada. Fica aqui a dica para que essa produção seja resgatada, quem sabe com uma nova roupagem e adequada para os dias atuais. É torcer.

ilha de santa catarina

Uma visão do passado brasileiro

O lobo da noite. O nerd caçador. Sou criador de páginas, nativo da internet desde a chegada no nosso país, músico, escritor e as vezes até poeta. Jogador nato, criado nos games do Atari aos 4K atuais. Também sou fã de literatura, rpg e cyberpunk.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: