Connect with us

Papo de Cinema

PAPO DE CINEMA | Uma viagem pelo tempo

Publicado

em

 

Quem nunca sonhou em poder voltar no tempo?

Corrigir erros do passado; revisitar momentos de alegria; ou simplesmente conferir se o tempo dos nossos pais eram realmente melhores!

Como atualmente a maioria dos cientistas acredita que a viagem ao passado seja impossível, a única forma de realizar este desejo humano é através do cinema.

E  é um tema que tem dado origem a uma infinidade de filmes, de todos os gêneros e de qualidade discutíveis.

A lista de hoje  foi escolhida por demonstrar formas diferentes e criativas para se viajar no tempo:

(Ps: Pode conter spoilers!)

A máquina do Tempo (The Time Machine – 2002)

Tipo de viagem: física

Meio: máquina

  O passado é mutável? NÃO!

Resultado de imagem para a máquina do tempoUma trama interessante, baseada na obra prima de H G Welss. Pena que o filme não ficou à altura do original, mas a tentativa é válida como interpretação de viagem no tempo.

Um cientista busca um meio de salvar a vida de sua noiva morta em um acidente, porém em todas as vezes em que volta, ela morre da mesma maneira. Determinado a encontrar a resposta para o sentido da vida, viaja quase mil anos para o futuro, quando uma catástrofe com a Lua quase destruiu a vida na Terra, separando a humanidade em duas raças distintas. Uma abordagem de futuro completamente diferente do habitual, mas com um final previsível.  Bom para assistir em um fim de tarde preguiçoso.

Alta Frequência (Frequency – 2000)

Tipo de viagem: Ondas de rádio

Meio: radio-comunicador

O passado é mutável? SIM

Resultado de imagem para alta frequencia filmeUma tempestade elétrica que ocorre ao mesmo tempo no passado e no futuro, une pai e filho separados por 20 anos. E através dessa conexão, o filho vai tentar salvar o pai de ser assassinado. Todas as suas tentativas de mudar o passado acabam tendo consequências não previstas. Com situações preguiçosas e não muito críveis, funciona como um filme estritamente para diversão, não aproveitando o potencial narrativo do recurso. Gerou uma série recentemente, que deverá estrear entre setembro e outubro de 2017.

Efeito Borboleta (The Butterfly Effect – 2004)

Tipo de viagem: mental

Meio: estimulação mental através de fotografias

O passado é mutável? SIM

Resultado de imagem para time travel butterfly effectUma das premissas mais interessantes para viagem no tempo. O protagonista (Asthon Kutcher) projeta sua consciência para o passado, e com isso pode alterar suas decisões. Mas como o título sugere, mínimas mudanças de ações no passado têm consequências incalculáveis no futuro. O filme se segura até o último ato, quando uma decisão criativa sacrifica uma boa história por um final romântico e clichê. Teve duas continuações, com a qualidade despencando a cada filme.

Te amarei para sempre (The Time Traveler’s Wife – 2009)

Tipo de viagem: física

Meio: modificação genética

O tempo é mutável: NÃO

Resultado de imagem para the time Traveler's Wife first dateHenry e  Claire se encontram a primeira vez quando ela ainda é uma criança. Mas ele já sabe que eles estão casados em um futuro. A próxima vez que se encontrarão, ela saberá que eles se amam, mas ele não a conhece. Está é uma das abordagens mais interessantes de viagem no tempo em romances. Um filme que trabalha a dimensão das relações humanas ao longo do tempo e como a percepção vai mudando à medida que as noções  de passado e futuro se invertem em suas vidas. Um belo filme romântico para se ver acompanhado.

Os 12 Macacos (Twelve Monkeys – 1995)

Tipo de viagem: física

Meio: máquina do tempo

O tempo é mutável: NÃO

Resultado de imagem para time travel 12 monkeys movieUma ficção imperdível, que traz uma ótima atuação de Bruce Willis, e um Brad Pitt ligado no máximo de sua capacidade de atuação (e que lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar). A história do prisioneiro em um futuro pós-apocalíptico que retorna para o passado (1997), no ano em que uma organização terrorista chamada de “Os 12 Macacos” espalha um vírus mortal que quase dizima toda a raça humana. Por um erro de cálculo, ele vai parar no ano errado e a partir daí sua sanidade é posta em prova, e seus atos no passado vão ter impactos gigantescos em seu futuro. Um dos filmes mais inteligentes a utilizar o conceito de viagem no tempo.

X-men: Dias de um Futuro Esquecido (X-Men: Days of Future Past – 2014)

Tipo de viagem: mental

Meio: poder tirado do nada para Kitty Pride

O tempo é mutável: SIM

Um filme que assim como X-men 3: O confronto final prometeu mais que entregou. A história, clássica dos quadrinhos, e aguardada com ansiedade pelos fãs, traz um Logan envelhecido em um futuro onde os mutantes foram caçados e estão sendo exterminados (não, infelizmente não é o mesmo universo do excelente Logan, de 2017!), e tem sua consciência enviada para o passado por meio da manipulação mental de Kitty Pride. Este filme foi a tentativa de unir a linha do tempo do universo mutante da Fox, mas o X-men: Apocalipse zoneou tudo de novo. Ótimos efeitos, boas lutas, mas ainda sim um filme pequeno e cansativo.

Exterminador do Futuro (I e II) (The Terminator – 1984 / Terminator 2: Judgment Day – 1991)

Tipo de viagem: física

Meio: máquina do tempo

O tempo é mutável: SIM (E NÃO!)

Resultado de imagem para terminator time travelFilme de ação e viagem do tempo que ficou na cabeça de muita gente como um dos melhores do gênero. Tanto o I quanto o II trabalham as noções de paradoxo temporal: seria matar alguém antes mesmo dele nascer; e também que ações no futuro são responsáveis por atos do passado. Ambos os filmes envelheceram muito bem (mesmo os efeitos especiais em stop motion). Pena que foram desonrados de forma vergonhosa por todas as sequências que vieram após.

De volta para o futuro (TRIOLOGIA) (Back to the Future- 1985 / Back to the Future Part II – 1989 / Back to the Future Part II – 1990)

 

Tipo de viagem: física

Meio: a Máquina do tempo definitiva: DeLorean

O tempo é mutável: SIM (mas gera novas linhas temporais)

Resultado de imagem para back to the future

Não tem discussão: é o filme mais querido e famoso sobre viagens no tempo da história do cinema! A trilogia sobre a saga de Marty Macfly e
o Doc Emeret Brow conquistou gerações e segue forte até hoje. Os três filmes funcionam como uma grande obra cinematográfica única, mesmo tendo um fechamento em si de cada uma das três histórias, que tem como ponto espacial a cidade de Hill Valley. Sem contar o grande número de “profecias” anunciadas no filme e concretizadas até 2015 (o ano do futuro na trama). Clássico insuperável. E que todos os deuses do cinema o mantenham livre das tentações de reboots ou continuações!

E você tripulante, qual seu filme de viagem de tempo favorito? Acredita que o passado é mutável? Para qual época gostaria de viajar?

Compartilhe conosco nos comentários!

 

Professor de História e Grande apaixonado pela sétima arte e da maior premiação do cinema, o Óscar. Viciado em séries e Redador das colunas "Vale a Maratona" e "Papo de Cinema".

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: