Connect with us

Críticas

CRISE NA TERRA-X | CW acerta no tom e produz brilhante crossover! Crítica sem spoilers

Publicado

em

E finalmente tivemos o lançamento do tão aguardado super crossover entre as séries de heróis do canal CW. Neste segundo mega encontro, a ameaça não vem do espaço e sim de outra Terra, para ser mais exato da inescrupulosa Terra-X, que é dominada pelos nazistas que foram convencidos de que precisam ampliar os seus poderes dominando a principal Terra em questão, a Terra-1.

Caso você não seja um fã básico do Universo DC Comics ficará confuso com a existência de 52 tipos de Universos diferentes, claro que agora podemos falar em 53 Terras, se formos contar com a novíssima e maldosa Terra-X, mas o esquema segue praticamente o que Universo DC Comics adora brincar, seres poderosos parecidos brigando entre em si em uma batalha interdimensional.

Gods vs Monsters

E para termos um bom entendimento desta filosofia, o roteiro das quatro partes (que foram divididas entre os episódios das séries Supergirl, Arrow, Flash e Legends of Tomorrow) são extremamente bem amarrados e o nível entre o enredo e as cenas de ação são extremamente satisfatórios. Percebe-se que neste mega crossover os produtores tiveram mais tempo para trabalhar na história e também para soltarem aquele bom e velho easter-egg do Universo DC Comics.

Tivemos muitas referências ao Escoteiro Azul que está estabelecido neste Universo da CW, mas para não ofuscar a sua prima, o personagem é sempre deixado de lado. Entretanto, fica claro que este universo televisivo tem a sua “Trindade” definida com a Supergirl (sendo o Superman na força), o Flash (se consolidando com sabedoria igual a Mulher-Maravilha) e o Arqueiro Verde (como líder respeitado e sendo de fato o Morcegão verde da TV).

A química entre a “Trindade” da CW está afiada!

O crossover explora bem o lado pessoal dos 3 personagens principais, para alguns pode parecer estranho, mas o pouco que foi explorado foi riquíssimo para a evolução estrutural do enredo desta história que foi brilhante.

No final, os heróis conseguem derrotar a superpotência vinda de outro Universo, mas infelizmente temos uma grande perda para dar ainda mais força aos nossos heróis. Esta derrota fica clara pela determinação e união no grande número de heróis que é maior e também pelos erros individuais que os vilões sósias resolveram seguir por conta da ajuda de um vilão que já se tornou o maior desafeto deste universo televisivo da DC.

Parabéns pelo ótimo crossover DC e CW, pois as dúvidas pairam no ar, como a DC consegue trabalhar bem na TV o seu Universo e no cinema é uma bagunça? Eita dúvida cruel!

Nota para o crossover: 4,5 / 5

 

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Apresentador do Teekcast, gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: