Connect with us

Críticas

HOUSE OF CARDS | Crítica da 5° temporada

Publicado

em

A 5° temporada de House of cards foi em partes mais pés no chão que as anteriores, trazendo em seu primeiro arco a corrida eleitoral. E é impressionante ver Frank Underwood mais uma vez dar um show de malabarismo com seus sujos truques políticos.

E seu concorrente é bem mais jovem e extremamente competitivo. Essa parte da temporada é bem interessante, mas deixa a impressão que podia ter rendido mais, a forma como tudo se dissolve após as eleições é um pouco frustrante.

Frank agora é mais ameaçador que nunca em seus diálogos, deixando o estilo “confie em mim” e adotando o “me obedeça“. E nessa temporada também vemos o passado preparando a conta para Frank. Vários esqueletos se preparam para sair do armário e de maneira discreta e silenciosa, deixando nosso protagonista em um verdadeiro frágil “Castelo de cartas“.

Enquanto isso, Claire inicia a 5° temporada com uma inexplicável queda de autoridade comparada ao que vinha tendo, lembrando que ela anteriormente tivera momentos de queda de braço com o marido, aqui aparece bem mais submissa,  mas ao longo dos capítulos volta a crescer e obtém cada vez mais poder.

Nessa temporada vemos os dois trabalharem mais juntos como nas primeiras temporadas, mas quase ao apagar das luzes, Frank mostra mais uma vez que é um brilhante regente, tendo tudo minuciosamente calculado e dentro do seu controle, apesar da explicação ser muito forçada.

Essa última temporada inicia se empolgante, e encerra de maneira a nos deixar apreensivos. Mas o seu problema é a ligação entre essas duas partes. É cansativo, não mantém o ritmo que havia sendo imposto até aqui, e então fica tudo meio enfadonho em sua metade.

Talvez seja porque os nossos noticiários sobre a política do País venha fazendo Frank Underwood parecer até bonzinho, um sujeito até que não tão mal.

Merece destaque Doug Stamper (Michael Kelly), que rouba cada vez mais o papel de melhor personagem da série. Tem sido o que mais desperta empatia já há algum tempo, e embora durante parte dessa última temporada venha estar menos em evidência, ele ganha cada vez mais nossa atenção e torcida.

House of cards nitidamente está perdendo o fôlego, apesar de ainda ser uma das melhores séries, nesse último ano não chegou nem perto do que vinha sendo anteriormente.

As conclusões de alguns personagens estão absurdas e descuidadas, coisa que os Underwood’s jamais foram até aqui, e o fim dessa temporada ao invés de deixar o sentimento de expectativa, deixou o de apreensão com o futuro e a qualidade da próxima temporada.

E com a nova mania da Netflix de cancelar séries, talvez House of Cards esteja caminhando para suas últimas temporadas devido a tão grande queda de qualidade.

NOTA PARA A 5º TEMPORADA: 3,5 / 5

E você, o que achou dessa última temporada?

O que você espera para a próxima?

Você acredita que a série irá retomar o padrão de qualidade dos primeiros anos?

Deixe seus comentários e continue nos acompanhando.

Paulistano, amo música, filmes, séries, e estou ressuscitando o amor por animes. Aprecio os filmes bons e me divirto debochando dos ruins (o que gerou o injusto apelido de Mestre Hater). Tento ter como característica, textos curtos e objetivos valorizando a informação. Escritor das colunas HATEANDO! Demorei, mas eu vi! Escondido na Netflix

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: