Connect with us

Críticas

LEGENDS OF TOMORROW | Com tom despretensioso, altos e baixos não atrapalharam os rumos da carismática 3º temporada – Crítica do Viajante!

Publicado

em

Uma das séries mais desacreditadas de heróis, Legends of Tomorrow vem surpreendendo com o seu tom despretensioso e carismático ao longo das suas temporadas. Querendo atingir um público mais jovem e descontraído, o grupo de heróis funciona quase como uma banda de rock’n’ roll.

Mas para quem não acreditava que o eclético grupo não teria sucesso, felizmente você meu amigo acabou se enganando completamente. Nesta 3º temporada da série, vemos os antigos membros totalmente à vontade nos seus papéis e a drástica mudança de personagens a bordo da Waverider não atrapalhou o tom carismático que o show manteve ao longo dos seus 18 episódios.

Claro que tivemos erros, como por exemplo na insistência de Damian Darhk como um dos vilões da temporada e a sonolência e patética ajuda de Rip Hunter com o supergrupo. Essa dupla repetição infelizmente acabou ditando o ritmo do terceiro ano da série, mas pelo menos acabou servindo para inserção de personagens bem interessantes para o grupo de Lendas.

Entre esses ganhos positivos temos Ava Sharpe, Zari e Wally West que estava sendo desperdiçado como capacho na atual temporada de The Flash. Outra ótima adição para as Lendas foi a presença maciça de John Constantine (personagem que levantou o ibope da série e está confirmadíssimo como novo integrante da Waverider na 4º temporada, para saber mais detalhes, clique aqui), o mago britânico foi fundamental na compreensão para combater o poderoso demônio Mallus, que surgiu durante os anacronismos temporais que as Lendas acabaram fazendo na linha temporal e ele foi o principal antagonista da 3º temporada. O antagonista só apareceu no episódio final e teve um CGI bastante legal para os padrões de produção televisiva.

No final, a vitória por cima do demônio foi usando carisma e a participação especial de alguns personagens que já deram as caras na série, confesso que a batalha final entre Mallus e as Lendas foi algo extremamente surpreendente e totalmente inesperado da “super ajuda” que eles tiveram, realmente os produtores vestiram a camisa e mantiveram o show bem pitoresco e tacaram aquele “palavrão” para colocar essa maravilhosa ideia louca nas telas, o que no final faz jus ao desejo maluco e eclético desses heróis que realmente acabaram descobrindo na hora que eles tem um gosto “peculiar” em comum.

Espero que esse tom leve e próximo do escrachado se mantenha mais forte com a presença de John Constantine no quarto ano da série, um personagem totalmente sagaz que poderá agregar uma personalidade diferente e mais doida nesse grupo lendário de heróis na TV.

Legends of Tomorrow precisa manter esse bom ritmo que foi na 3º temporada, é uma das melhores séries de heróis da CW atualmente e torço para que continue assim, sem ter vergonha de ser chistosa e que os altos e baixos e as repetições diminuam nas viagens do tempo.

Nota para a 3º temporada : 3,5 / 5

Trailer:

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

RAMPAGE: DESTRUIÇÃO TOTAL | Crítica do Don Giovanni

QUE MERDA É ESSA? #01 | Laboratórios STAR em The Flash

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Contagem Regressiva (Faltam 15 dias)

 


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: