Connect with us

Críticas

PATRULHA DO DESTINO | Primeiras impressões da nova série do DC Universe – Episódio #01: Pilot (Crítica)

Publicado

em

Finalmente estreou a aguardada nova série do serviço de streaming DC Universe. Misturada com uma celebração divertida do super estranho que quase parece com um conto de LoveCraft ou uma série sombria de Ryan Murphy, esses “personagens diferentes” tiveram uma ótima aparição em um episódio independente na série dos Titans no ano passado (para ler minha opinião sobre este episódio, clique aqui).

Criados em 1963 por Arnold Drake, Bruno Premiani, Bob Haney e comandada pelo showrunner Jeremy Carver (Supernatural). Doom Patrol é baseada em um supergrupo que parece querer seguir uma produção que abraça as falhas e estranhezas inerentes aos super-heróis. A série começa com a origem de um vilão noir chamado Sr. Ninguém, um cara mau de 1948 que aparece em meta comentários ao longo da série para zombar de momentos sentimentais, e lembrar os espectadores de que, como Titans, os críticos vão estranhar o formato do show. Dublado por Alan Tudyk (um ator que eu posso dizer com confiança, é atualmente um gênio e merece reconhecimento como um dos camaleões mais talentosos da atualidade), Sr. Ninguém molda a história de fundo, e configura a ameaça para o os seres estranhos que Caulder irá ajudar.

No piloto dirigido por Glen Winter (Supergirl), esses personagens desajustados existem como eremitas em uma mansão sob os auspícios de seu benevolente “Chefe” Niles Caulder (Timothy Dalton). Inicialmente nos profundamos bem na vida de Cliff Steele (Brendan Fraser), um piloto de 1988 que encontra um final ruim e acorda décadas depois em um corpo robótico (dublado por Fraser, e interpretado por Riley Shanahan), Caulder “salvou” Cliff que não tinha muitas esperanças de sobrevivência e acaba consertando ele ao trazer para sua mansão.

Há a ex-atriz de Hollywood de 1950, Rita Farr (April Bowlby), uma “Mulher-Elástica” vaidosa que se tornou um ser elástico semelhante a uma bolha com viscosidade variável. Temos também Larry Trainor (Matt Bomer), piloto dos anos 1960 intitulado como um “deus americano”, cuja sexualidade já o fazia se sentir como um monstro antes de se transformar no Homem-Negativo, um ser de pura energia envolto de ataduras (interpretado por Matthew Zuk) e, eventualmente, Crazy Jane (Dianne Guerrero), uma jovem que pode parecer “normal”, exceto pelas 64 personalidades dentro dela, cada uma com um poder separado. 

Décadas passam, e eles se ajustam à sua realidade e passam a se unir como colegas de casa. Eles mantêm sua sanidade de várias maneiras. Rita assiste a velhas fotos, Cliff constrói uma pista de corrida do tamanho de um quarto, Larry cuida do jardim em um ônibus escolar antigo. E, ao longo do caminho, vemos flashbacks contados com um estilo visual exclusivo para cada uma de suas eras. Mas quando eles têm um momento para se libertar para uma viagem de campo na cidade – a pedido de Jane e da ausência de Caulder – todo o inferno se solta, e eles acabam no radar do vilão do caos de Tudyk.

Vale lembrar que os personagens ganharam mais fama no arco escrito por Grant Morrison para os quadrinhos da DC entre 1989-93. Neste primeiro vislumbre a série faz muito especificamente uma relação com o que Morrison criou. Mas o show usa este elemento como um pontapé e acaba funcionando bem de forma autoral, sem ter que se familiarizar com nenhuma de suas origens cômicas. Isso se deve em grande parte ao tom autoconsciente da série e aos atores que compõem esse grupo disfuncional. Brendan Fraser é um ótimo piloto fanfarrão com muitos vícios que fica relegado a um corpo onde ele não pode provar ou cheirar nada. Seu relacionamento com Jane é encantador. A chegada de Guerrero na tela perturba a ordem normal na mansão e seu desempenho com as outras personalidades que aparecem na série são bem convincentes, mas eu gostaria de ver mais diversidade com personalidades futuras.

Bomer/Zuk transmitem tristeza sob seus invólucros, ele é um homem que já foi lindo e no topo do mundo, e agora só quer pedir uma cerveja que ele não pode beber. E a Rita de Bowlby é provavelmente a personagem mais temperamental do grupo, mas ela continua como uma mulher atraente que mantém seu senso de direito muito depois de ser uma estrela de cinema que desapareceu. Enquanto isso, Dalton parece estar se divertindo muito como Caulder, que é uma versão mais branda do cientista louco que encontramos em Titãs. Ele tem seus mistérios e demônios pessoais, mas se sente menos como um captor aqui do que uma figura paternal carinhosa, embora imperfeita.

A excursão rebelde da equipe à cidade é repleta de momentos satisfatórios, que vão do suave ao triste. Todos estão desesperados por normalidade e tentam convencer-se de que podem simplesmente entrar em um restaurante ou bar e eu gostei de como a cidade reage. A história é ambientada em uma pequena cidade do Universo DC, então as pessoas podem olhar para os novos estranhos na cidade, mas não se assustarem imediatamente com a visão de um homem de lata gigante falando.

Mas, por melhores que sejam os personagens, a história está em todo lugar. O enredo de herói relutante e o portal sugador de realidade causado por um peido de burro é um pouco confuso e hilário. As apostas ainda não estão totalmente claras, e por melhor que Tudyk esteja no papel, o piloto teria sido mais exuberante se nós tivéssemos a explicação mais clara da aparição do vilão. Parece que o show teve um cenário interessante para esses forasteiros, mas não sabia o que fazer com eles depois que suas origens foram contadas, tendo como resultado a saída deles de casa.

Ainda assim isso tudo apresentado chama bastante atenção com sua estranheza, mesmo repleto de diversão e é justamente o que uma boa produção de super-herói precisa, pois, Patrulha do Destino não está tentando convencer ninguém de que é um programa sério de quadrinhos. O grande desafio é se ele pode continuar entretendo com sua estranha liga de heróis, eu torço positivamente.

Nota para o episódio “Pilot” (01): 4,5 / 5

Confira a promo em vídeo do episódio 02, intitulado Donkey Patrol:


Leia mais sobre Doom Patrol


Leia mais sobre Titans


Leia as críticas sobre cada episódio da série Titans:

TITANS | Primeiras impressões da nova série do DC Universe

TITANS | Série começa a “voar”! Episódio #02: Hawk and Dove (Crítica)

TITANS | Lento, mas bem interessante! Episódio #03: Origins (Crítica)

TITANS | Fenomenal! O “Destino” os uniu! Episódio #04: Doom Patrol (Crítica)

TITANS | Enfim, juntos! Titãs, atacar! Episódio #05: Together (Crítica)

TITANS | Dupla de prodígios! Episódio #06: Jason Todd (Crítica)

TITANS | O esquisito e lento “check-up” nos heróis – Episódio #07: Asylum (Crítica)

TITANS | “Maravilha” de episódio – Episódio #08: Donna Troy (Crítica)

TITANS | Bom episódio “filler” – Episódio #09: Hank and Dawn (Crítica)

TITANS | Surpresa demoníaca! – Episódio #10: Koriand’r (Crítica)

TITANS | Episódio bom, final esquisito! – Episódio #11: Dick Grayson (Crítica – Season Finale)


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

PATRULHA DO DESTINO | Primeiras impressões da nova série do DC Universe – Episódio #01: Pilot (Crítica)

THE ORVILLE | A bizarra porém familiar cultura Moclan – Episódio #07: Deflectors – Crítica do Viajante

TEEKCAST #52 | Hype para o Mundo Nerd em 2019 – Parte 02

GOTHAM | Novo trailer da 5º temporada coloca “Batman” e “Coringa” frente a frente no Ace Chemicals!

SHINGEKI NO KYOJIN | Revelada data de retorno da 2º parte da 3º temporada do anime

STAR TREK DISCOVERY | Aventura na rede micelial – Episódio #05: Saints of Imperfection -Crítica do Viajante

Professor de Biologia e Educação Física Escolar, amante de praticamente tudo do mundo nerd e lunático pela 7º Arte. Apresentador do Teekcast, gosta da Marvel mas não tem vergonha de revelar para todos o seu amor platônico pela DC Comics e odeia a briga boba entre marvetes e dcnautas.

Comente aqui!
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: