Connect with us

Críticas

PERFEITA PRA VOCÊ | Netflix querendo te fazer chorar

Publicado

em

Perfeita pra Você, como a própria Netflix define, é um “drama romântico“, que conta a história de Abbie (Gugu Mbatha-Raw) que acaba de ficar noiva de Sam (Michiel Huisman), que é o amor de sua vida desde a infância quando começaram a namorar.

Mas esse momento tão perfeito de sua vida é interrompido quando, ao fazer exames por suspeitar que está grávida, ela descobre ter um agressivo e raro câncer. Abbie é do tipo que planeja tudo e é acostumada a ter todas as coisas sobre controle, então, movida pela preocupação com Sam depois que ela morrer, ela começa a procurar uma nova namorada para seu noivo.

Perfeita pra você chama atenção por essa proposta, procurar um novo amor para o seu amor, mas o filme descarta e quase nem usa essa ideia, o que vemos é Abbie vivenciando seu luto e usando a preocupação com Sam para fugir um pouco de seu drama.

O casal não consegue conquistar nossa empatia, a fórmula é boa, mas o filme peca na sua execução, e na fraca atuação de seus dois protagonistas. Em compensação o time de coadjuvantes é respeitável e bem mais cativante, Christopher Walken traz a melhor interpretação e seu personagem Myron é quem tem os melhores diálogos.

O diferente grupo de “apoio/crochê” em que Abbie participa também é um dos pontos positivos, mas infelizmente é pouco aproveitado e Steve Coogan e Kate McKinnon  acabam sendo desperdiçados.

O filme arrisca-se logo em sua primeira cena, fazendo do seu final o começo, o que é até um bom acerto, mas cai no clichê de usar a idéia de ter uma narrativa que torna-se totalmente dispensável, desencaixada e esquecível.

Até somos levados à algumas interessantes reflexões como “não perca o presente com as ansiedades sobre o futuro, ou a falta dele“, e não tem como não ficar com um nó na garganta em alguns momentos, mas de maneira forçada, sem profundidade, intensidade e nem originalidade.

Perfeita pra Você deixa escapar grandes oportunidades, mas consegue alcançar o objetivo e leva uma ou outra lágrima a escapar também.

Nota para o filme: 2.5 / 5 

 

Paulistano, amo música, filmes, séries, e estou ressuscitando o amor por animes. Aprecio os filmes bons e me divirto debochando dos ruins (o que gerou o injusto apelido de Mestre Hater). Tento ter como característica, textos curtos e objetivos valorizando a informação. Escritor das colunas HATEANDO! Demorei, mas eu vi! Escondido na Netflix

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: