Connect with us

Críticas

THE ORVILLE | Despedidas e promoções no penúltimo episódio da temporada – Episódio 11: New Dimensions – Crítica do Viajante

Publicado

em

Dizer que um episódio qualquer de “The Orville” é sensacional está se tornando redundante. A primeira temporada inteira da série foi sensacional até este penúltimo episódio foi sensacional. Não consigo citar nenhum dos 11 apresentados até agora como sendo fraco. Os piores da temporada ainda são ótimos.

Yaphit

New Dimensions se inicia “SPOILER” com a despedida do engenheiro-chefe da Orville, Steve Newton (Larry Joe Campbell) que abandona a nave para trabalhar em novos projetos. Começa então a corrida para ocupar o cargo vago. O ser gelatinoso Yaphit (voz de Norm MacDonald) é o primeiro na linha de sucessão. É interessante ver como esse desbocado e gosmento tripulante vem ganhando destaque e importância dentro da série. Suas primeiras aparições davam a entender que serfia apenas uma peça cômica com pequenas cenas esporadicamente, mas não é isso que vem ocorrendo.

Seguindo com a trama do episódio, a 1º oficial comandante Kelly Grayson (Adriane Pallick) sugere ao capitão Ed Mercer (Seth MacFarlane) outro nome para o cargo de engenheiro chefe: tenente John LaMarr (J. Lee), o relaxado  e aparentemente irresponsável navegador da Orville. Em seguida, a espaçonave colide com uma anomalia e se danifica, e sua competência será levada à prova ao comandar a equipe de reparos que deve salvar a espaçonave.

New Dimensions foi um dos episódios mais parecido com sua “série-inspiradora”: Star Trek. Estava tudo ali: os espírito científico, a fraternidade utópica, a meritocracia que num mundo utópico onde todos tem iguais oportunidades é muito cabível. Até a sala de reunião de oficiais no melhor estilo “Picard” esteve presente. Tudo isso sem deixar de lado  a parte cômica em vários momentos, pertinente à premissa da série. Não tem como não rir por exemplo, da aparição pirata alienígena interpretado pelo ator convidado Paul Vogt com seus péssimos hábitos de higiene enquanto como macarrão instantâneo (acho que era isso).

Outro personagem que vem se destacando nos dois últimos episódios é o engraçadíssimo alien cabeçudo Dann (no meio na foto de capa) interpretado pelo ator Mike Henry. Dann é o típico sujeito que de tão medíocre, não é notado por ninguém, por mais que tente se sobressair. Quer fazer amizade com todos, mas na maioria do tempo é ignorado por não ter atrativos. Pode vir a ter suas participações aumentadas no futuro também.

A concepção do universo bidimensional foi genial e muito bem apresentada, e provavelmente teremos mais episódios com essa temática (espero muito que sim). Com certeza a maioria dos fãs da série ficaram curiosos para saber mais sobre aquela suposta sociedade de pontinhos luminosos.

Faltando apenas um episódio para encerrar a primeira temporada de The Orville, já sinto saudades da mesma e repito que será dureza esperar um ano pela próxima temporada. Minha classificação para The Orville ainda é a melhor:

Links para as críticas dos episódios anteriores:

Episódio Piloto

Episódio 02

Episódio 03

Episódio 04

Episódio 07

Episódio 08

Episódio 09

Episódio 10

Obs: Não há links para os episódios 05 e 06 porque eu estava fora de minha cidade na época em que foram exibidos e não tive tempo de escrever as críticas sobre ambos ainda.

Jorge Obelix. Ancião do grupo, com milhares de anos de idade. Fã da DC Comics e maior conhecedor de Crise nas Infinitas Terras e Era de Prata do Universo. Grande fã de Nicholas Cage que acha que um filme sem ele nem pode ser considerado filme. Fã de Jeff Goldblum também, e seu maior sonho é ver ambos (Cage e Goldblum) contracenando.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: