Connect with us

Críticas

THE ORVILLE | O Velho Clichê que Sempre Funciona – Episódio#04: Nothing Left on Earth Excepting Fishes – Crítica do Viajante

Publicado

em

Seguindo a tendência de se aproximar mais da ficção científica e se afastando cada vez mais da comédia, o episódio 04 da série The Orville, que é exibida semanalmente pela Fox americana, nos apresenta um velho clichê já muito utilizado por sua série inspiradora, Star Trek em todas as suas edições e também por outros tipos de dramas com temática militar. 

Trata-se da velha história dos dois inimigos que acabam isolados em um ambiente inóspito e precisam esquecer suas diferenças e se unirem para a sobrevivência mútua. Esse tipo de enredo, apesar de batido, quase sempre agrada por sua carga emotiva e pela também conhecida lição de que guerras nunca levam a nada e que mais vale cultivar amigos do que inimigos. 

Nothing Left on Earth Excepiting Fishes se inicia confirmando o que já havia ficado implícito no primeiro episódio desta temporada, Ja’Loja, de que o capitão Ed Mercer (Seth MacFarlane) se envolveria amorosamente com a oficial cartógrafa de matéria escura, a tenente Janel Tyler (Michaela McManus). Quando o episódio começa, percebemos que a relação já vem ocorrendo há algum tempo e está ficando séria a ponto do casal estar cogitando torná-la pública. Por fim, após revelar à sua imediata e ex-esposa Kelly Grayson (Adrianne Palicki) sobre o namoro, Mercer pede a ela que o substitua por alguns dias para que possa utilizar-se de férias atrasadas e fazer uma viagem romântica para um sistema próximo denominado Sensoria 2 com a moça por quem está perdidamente apaixonado.

Michaela McManus como Teleya

Na primeira temporada do show, McManus havia participado de um episódio interpretando uma alienígena Krill chamada Teleya. Debaixo de forte maquiagem, ela fazia parte da raça que é a principal inimiga da União Planetária e dos humanos por extensão. Nessa temporada a atriz voltou para uma personagem humana que aparentemente seria parte permanente do elenco e todos acharam que Teleya havia sido uma mera participação. Nos enganaram com sucesso.

Logo que partem para a viagem em uma nave auxiliar, o casal cai em uma emboscada dos Krill e são capturados e levados para uma nave inimiga. Lá revela-se que a doce e apaixonada Tyler era nada mais, nada menos que a própria Teleya disfarçada e em busca de vingança. Como a alienígena conseguiu credenciais da União Planetária e como conseguiu se infiltrar justamente na U.S.S. Orville não é explicado. Acho estranho que em tão pouco tempo tenha conseguido forjar uma carreira e conseguido ser designada justamente para a nave onde estava o alvo de sua vingança (Mercer causou a morte do irmão de Teleya no episódio citado da primeira temporada). Talvez isso seja explicado mais pra frente. Talvez tenha sido puro roteirismo mesmo. Mas o que importa é que o plot twist funcionou muito bem.

Porém, na sequência, a nave Krill também é atacada, desta vez por uma raça alienígena denominada os Chak’Tal (foto de capa) em sua estreia na série. Sanguinários e implacáveis executam toda a tripulação Krill. Mercer e Teleya são os únicos sobreviventes e escapam juntos em um módulo de fuga até um planeta próximo. Na superfície precisam enviar um sinal para o espaço em busca de resgate, e é aí que começam a cooperar. Obviamente que Mercer está com o coração partido e não consegue entender como foi seduzido tão facilmente por aquela cruel mulher. Já o espectador que acompanha a carência afetiva do pobre capitão já há muitos episódios, entende perfeitamente. 

Como eu disse no começo do texto, é um velho clichê. Totalmente previsível. Em determinado momento a alienígena se vê em uma situação em que é obrigada a confiar no odiado inimigo e cede. Ambos se safam sendo resgatados pela Orville. Perigo afastado, Mercer liberta Teleya. Era uma prisioneira inimiga e deveria ter sido encaminhada para a sede da União Planetária para o julgamento devido. Para um capitão de nave estelar, agir emocionalmente em detrimento da ação racional não é uma opção. E ele foi alertado por Grayson. Não lhe deu ouvidos. Provavelmente sofrerá as consequências no futuro.  Pessoalmente achei bastante piegas essa atitude. Mas bem semelhante ao que fariam alguns capitães mais “coração mole” de Star Trek. Nenhuma novidade.

O alívio cômico do episódio veio na trama paralela onde o piloto Gordon Malloy (Scott Grimes) resolve que quer passar pelas provas para tentar se tornar um comandante. Sua performance diante da oficial-médica Claire Finn (Penny Johnson Jerald) e no simulador de batalhas podem arrancar algumas risadas do espectador. O ator Patrick Warburton também voltou a fazer uma pequena e engraçada participação como o oficial de segurança interino tenente Tharl. Mas já sabemos que ele não permanecerá na série. A comandante Grayson cita em determinado momento que a oficial definitiva já está a caminho o que nos leva a crer que a atriz Jessica Szohr que interpretará a nova chefe de segurança Talla deve dar as caras já nos próximos episódios.

Minha classificação para o episódio se mantém a mesma do anterior:


Acesse abaixo minha crítica para os episódios passados:

THE ORVILLE | O retorno de uma das melhores séries de ficção/comédia da atualidade – Episódio 01: Ja’Loja

THE ORVILLE | Vício em Holopornografia para não sair dos temas polêmicos – Episódio #02: Primal Urges – Crítica do Viajante

THE ORVILLE | Fugindo da comédia e se aproximando ainda mais de Star Trek – Episódio #03: Home – Crítica do Viajante

E as críticas em vídeo:

THE ORVILLE | Episódio #01: Ja’Loja – Crítica em Vídeo por Jorge Obelix


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

BE THE ONE | Crítica do Viajante

TRIP LISTA | Os melhores filmes sobre a Máfia de todos os tempos!

STAR TREK DISCOVERY | Retorno eletrizante mas que pode desagradar os tradicionalistas – Episódio #01: Brother – Crítica do Viajante

BUSTERS | Saiba mais sobre a turnê do grupo feminino sul-coreano no Brasil

MOB PSYCHO 100 | Confira o título e prévia do episódio 3 da segunda temporada

BLACK CLOVER | Confira o título e prévia do episódio 67 do anime

Jorge Obelix. Ancião do grupo, com milhares de anos de idade. Fã da DC Comics e maior conhecedor de Crise nas Infinitas Terras e Era de Prata do Universo. Grande fã de Nicholas Cage que acha que um filme sem ele nem pode ser considerado filme. Fã de Jeff Goldblum também, e seu maior sonho é ver ambos (Cage e Goldblum) contracenando.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: