Connect with us

Críticas

THOR: RAGNAROK | Crítica do Viajante!

Publicado

em

E a Marvel acerta novamente! Thor: Ragnarok é mais um filme cheio de referências, easter eggs, ótimas cenas de ação e muito humor… Deixando as brincadeiras de lado, o filme é bom, mas não é isso tudo. O grande ponto positivo é que temos finalmente um bom filme do Thor.

Pra quem não sabe, a direção é do Taika Waititi (Boy, O Que Fazemos nas Sombras e A Incrível Aventura de Rick Baker) e adapta o famoso arco dos quadrinhos de mesmo nome. Quando Thor é preso do outro lado do universo sem seu martelo poderoso, ele se encontra numa corrida contra o tempo a fim de voltar à Asgard e impedir o Ragnarok – a destruição do seu mundo e o fim da civilização asgardiana, que se encontra nas mãos de uma nova e poderosa ameaça: a implacável Hela. Mas primeiro precisa sobreviver a uma luta mortal de gladiadores, que o coloca contra um ex-aliado e colega dos Vingadores: o Hulk.

O maior destaque desse filme vai para seu diretor Taika Waititi: mesmo não sendo 100% autoral, você ainda consegue ver a mão do Taika, principalmente nas cenas de humor, onde o diretor aposta muito nas piadas longas e o jogo de cena fica gostoso de ser assistido. Waititi aposta muito no improviso (saiu uma notícia onde ele dizia que o filme era 80% improvisado, e depois de ver o filme eu acredito mesmo nele).

O visual do filme é outra coisa fantástica: seu design de produção é lindo, remetendo aos desenhos clássicos de Jack Kirby, junto com uma fotografia altamente colorida, mas ao mesmo tempo escura por conta do tema sombrio do filme.

Mas o que seria de um filme sem o seu elenco? Todos estão ótimos: Chris Hemsworth está de volta como Thor melhor do que nunca, ele é um completo idiota, todo atrapalhado. Antes Thor era um cara sério fazendo piada, hoje é um idiota fazendo piadas. E o Jeff Goldblum… que homem! Ele faz Grão-Mestre, o irmão do Colecionador. Que show que ele dá, nunca vi uma escalação tão perfeita como essa. Acho que deviam fazer um spin-off do Grão-Mestre. E finalmente temos uma vilã boa no universo Marvel: Cate Blanchett é absurda, que mulher! Ela fala com um gosto, com uma leveza e um tom ameaçador que deixa qualquer um apaixonado e com medo.

A Vilã do filme, a magnífica Hela

E como ficou o Hulk? Está sensacional! Ele finalmente fala, mas como se fosse um homem das cavernas. As piadas com o Hulk são as melhores, tem cada uma… E Hulk vs Thor é muito melhor que aquela luta da concorrência.

A única coisa que me incomodou e que eu esperava mais foi a trilha sonora. Desde os trailers os sintetizadores já tinham me ganhado, mas infelizmente aparecem pouco. O filme acaba apostando muito numa trilha incidental genérica, mas quando os sintetizadores aparecem é um show à parte.

Thor: Ragnarok é mais um filme da fórmula Marvel, mas um pouquinho diferente. Tem o toque do Taika Waititi e finalmente a franquia entrou de vez na comédia. Vale muito a pena.

NOTA PARA O FILME: 4,0 / 5

Sinopse:

Thor está aprisionado do outro lado do universo, sem seu martelo, e se vê em uma corrida para voltar até Asgard e impedir o Ragnarok – a destruição de seu lar e o fim da civilização asgardiana – que está nas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a terrível Hela. Mas primeiro ele precisa sobreviver a uma batalha de gladiadores que o coloca contra seu ex-aliado e vingador – o Incrível Hulk.

Confira os trailers:

Trailer 1:

Trailer 2:

Ficha técnica:

Direção: Taika Waititi Elenco: Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett, Mark Ruffalo, Tessa Thompson, Idris Elba, Anthony Hopkins, Jeff Goldblum.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: