Connect with us

Críticas

WESTWORLD | Outros mundos – Episódio #03: Virtù e Fortuna – Crítica do Viajante

Publicado

em

Virtù e Fortuna, o 3º episódio da segunda temporada de Westworld apresentado no último domingo pelo canal de TV a cabo HBO, nos trouxe finalmente o primeiro vislumbre de um dos outros parques do complexo.

Já na introdução vemos o The Raj,  parque ambientado em uma India colonial, onde os convidados (clientes do parque) podem se deleitar em safaris e caçar o temido tigre-de-bengala enquanto são tratados como verdadeiros rajás (antigos reis indianos). Uma nova personagem, Grace (Katja Herbers) surge de posse de um misterioso caderno e, após se envolver romanticamente com outro convidado chamado Nicholas (Neil Jackson) acaba no centro da revolta dos anfitriões (andróides do parque que deveriam servir os convidados). O rapaz acaba sendo morto por um dos revoltosos. Grace consegue matar o assassino, porém é atacada por um tigre e cai juntamente com ele no oceano. Lembrando apenas que isso faz link diretamente com o final do primeiro episódio quando o mesmo animal é encontrado morto em uma praia pela equipe de segurança da Delos (empresa acionista dos parques). 

Após essa primeira cena, temos a vinheta de abertura e a trama volta a Westworld. Charlote (Tessa Thompson) e Bernard (Jeffrey Wright) chegam ao final de sua misteriosa busca pelo anfitrião Peter Abernathy (Louis Herthum) apenas para descobrirem que o mesmo está prisioneiro de um bando anfitriões sádicos liderados por um certo Rebus, em uma participação especial de Steven Ogg que muito lembrou seu personagem Simon the Savior em The Walking Dead (o ator deve tomar cuidado para não ficar marcado como ator de um só papel). A dupla consegue se livrar dos bandoleiros apenas para serem surpreendidos pelo exército confederado liderado pela anfitriã Dolores (Evan Rachel Wood) que agora também é conhecida pela alcunha Wyatt. Bernard e Peter caem prisioneiros da moça enquanto Charlote consegue fugir.

A partir daí voltamos ao mistério que cerca Peter. Na última narrativa de Westworld antes da morte de Robert Ford (Anthony Hopkins) e da reprogramação dos anfitriões no último episódio da primeira temporada, Peter fazia o papel do pai de Dolores. Porém algo está escondido em sua programação. Estranhamente bugado, o andróide passa por uma análise feita por Bernard que diz que parece haver um arquivo de grandes proporções escondido debaixo de sua mente cibernética. Isso corrobora a teoria que circula entre os fãs da série de que os dirigentes do parque por anos compilaram informações sobre os clientes do parque, principalmente sobre seus desejos mais sórdidos ali realizados, para que pusessem ser usadas  futuramente, provavelmente em atos de chantagem ou extorsão. 

O episódio teve mais ação contando com uma ótima batalha entre os seguranças da Delos e o exército de Wyatt. Esta por sinal, torna-se mais e mais cruel e impiedosa a cada episódio, o que inclusive já coloca em cheque a lealdade de seu ingênuo e apaixonado Teddy (James Marsden), que chegou inclusive a desafiar suas ordens sanguinárias de execução de um grupo de prisioneiros que ele preferiu libertar. Ressaltando apenas que ela presenciou de longe a desobediência…

O outro núcleo de anfitriões revoltosos composto por Maeve (Thandie Newton), Hector (Rodigo Santoro) e pelo prisioneiro do casal e técnico do parque Lee Sizemore (Simon Quarterman) encontram em seu caminho com a tribo Ghost Nation que se mostra hostil. Em fuga, acabam adentrando certas instalações onde encontram com Armistice (Ingrid Bolsø Berdal) que estava sumida desde a temporada passada e que se junta ao grupo. Já no final do episódio, o grupo é surpreendido por uma figura vestida de samurai e com espada em punho. O que indica que cruzaram a fronteira de mais um parque e provavelmente estão dentro do Shogun World. Ou que os anfitriões desse outro estejam cruzando a fronteira de Westworld.

É no final também que Grace ressurge do oceano, em Westworld, mostrando que a mesma não morreu após o ataque do tigre no início. Seria ela também um andróide? Lembrando que antes de transar com Nicholas também no inicio do episódio, ela fez questão de testá-lo para comprovar sua humanidade. Com certeza, essa personagem deve se tornar importante no desenrolar da trama.

Após dois episódios mornos, como eu já havia observado nas duas primeiras críticas e o que é totalmente compreensível, afinal, após um ano e meio de hiato é necessário que se reavive na memória dos espectadores o que se passou na primeira temporada, a série começa a tomar rumo. Não sei se conheceremos todos os 6 parques do complexo nessa segunda temporada, e é bem provável que não, afinal, se forem espertos, os produtores e roteiristas devem guardar coisas para a terceira temporada, mas pelo menos já estamos tendo vislumbres de mais alguns. Espero que a trama se aproveite também desses novos cenários e se aprofunde neles. Dinheiro e pessoal competente para isso a HBO tem de sobra, disso não há dúvidas. Enfrentamentos e alianças entre tipos diferentes de anfitriões e épocas, seria sensacional, e acho que é isso que o público quer. Minha classificação para essa segunda temporada como um todo já está subindo:

 

4,5/5

Links para as críticas dos episódios anteriores:

 

Westworld S02E01

Westworld S02E02

 

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK:  facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER:  twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM:  instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE:  www.nerdtrip.com.br

Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

E3 2018 | Sony confirma data e horário da sua conferência no evento!

VENOM | Sony lança site onde você pode se tornar o Simbionte

TITÃS | Mais que uma série, o provável projeto da DC

DEADPOOL 2 | A Segunda Vez é Sempre Melhor!

TEEKNEWS #75 | O Podcast mais divertido da Galáxia


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

 

 

Jorge Obelix. Ancião do grupo, com milhares de anos de idade. Fã da DC Comics e maior conhecedor de Crise nas Infinitas Terras e Era de Prata do Universo. Grande fã de Nicholas Cage que acha que um filme sem ele nem pode ser considerado filme. Fã de Jeff Goldblum também, e seu maior sonho é ver ambos (Cage e Goldblum) contracenando.

Comente aqui!

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: