Connect with us

Críticas

YOUNG SHELDON | Estreia o spin-off de “The Big Bang Theory” – Crítica do Viajante

Publicado

em

E estreou na CBS “The Young Sheldon“,  o piloto de um spin-off da premiadíssima série de temática nerd “The Big Bang Theory” que já conta com 10 temporadas de sucesso. O novo show se propõe a contar a infância do principal personagem da série principal, o esquisitíssimo gênio nerd “Sheldon Cooper” que vem sido interpretado nos últimos 10 anos pelo ator Jim Parsons rendendo-lhe 4 Emmys e 1 Globo de Ouro pelo papel.

Foi um sucesso estrondoso, sendo que a audiência foi de mais de 17 milhões de pessoas, 98% da audiência de “The Big Bang Theory” e garantindo a produção de uma temporada inteira. A emissora classificou o novo programa como “a estreia de comédia mais assistida de qualquer emissora desde 2011”.

Pessoalmente, achei o piloto fraco. O ator infantil Iain Armitage é esforçado, e procura imitar os trejeitos do personagem original, tentando incorporar sua arrogância ingênua. A narração do próprio Jim Parsons ajuda bastante a criar o clima. Mas o rapazinho não convence. Está muito além, obviamente, do talento de Parsons, mas pode vir a evoluir nos próximos episódios. Sua jovem mãe, “Mary Cooper“, que é interpretada por Zoe Perry, filha da atriz Laurie Metcalf, que interpreta o mesmo papel em “The Big Bang Theory”, também é muito inferior à personagem original que é muito mais engraçada. Menos carola e mais afetiva, perdeu um pouco da essência.

A família Cooper em “The Young Sheldon”.

Quem mais me chamou a atenção positivamente foi a atriz infantil Raegan Revord que interpreta a irmã gêmea de Sheldon “Missy Cooper”. Cruel e sarcástica com ambos os irmãos, me fez lembrar de outra menininha encapetada, a sádica “Megan Parker” da saudosa série infanto-juvenil “Drake & Josh” que era interpretada por Miranda Cosgrove em início de carreira e antes de ficar conhecida por “I-Carly”.

As cenas de Sheldon com nove anos de idade já na mesma série escolar que seu irmão mais velho “George Cooper” (Montana Jordan) cercado de adolescentes muito maiores e causando problemas não só a eles como também aos professores por seu excessivo zelo às regras, foram o ponto alto do episódio de 20 minutos (formato Sitcon), único momento em que eu realmente dei risadas.

Completa o elenco desse piloto o ator Lance Barber, que interpreta o George Cooper pai, o treinador de educação física da escola, alcoolatra e decadente que se envergonha de ter um filho tão inteligente e esquisito e que obviamente não leva nenhum jeito para esportes.

Concluo desse episódio que possivelmente perdeu um pouco da graça por terem queimado algumas piadas nos trailers e spots de TV, que a série tem potencial para melhorar, apesar do piloto insípido. Por enquanto:

Nota para o episódio: 2 / 5

Jorge Obelix. Ancião do grupo, com milhares de anos de idade. Fã da DC Comics e maior conhecedor de Crise nas Infinitas Terras e Era de Prata do Universo. Grande fã de Nicholas Cage que acha que um filme sem ele nem pode ser considerado filme. Fã de Jeff Goldblum também, e seu maior sonho é ver ambos (Cage e Goldblum) contracenando.

Comente aqui!

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: