Connect with us

Filmes

BATMAN 1989 | 5 Curiosidades sobre o mais importante filme do “Homem Morcego”

Publicado

em

O filme que se tornou um divisor de águas no final dos anos 80 para os filmes da ação, causou uma enorme curiosidade generalizada por apresentar o “Cavaleiro das Trevas” de uma forma que o grande público não conhecia.

Deixando de lado as “onomatopeias” as cores vibrantes e o tom divertido da série de TV, Tim Burton revelou ao mundo a personalidade sombria e psicótica do “morcego Vingador”, criando uma atmosfera  alucinante que aliado a maior campanha de marketing já feita, transformou a produção em um marco do cinema mundial.

 

 

Para saciar a curiosidade dos “Bat-fãs” separamos algumas curiosidades da produção que faturou  US $ 411,35 milhões em todo mundo, se tornando  o primeiro filme a ganhar US $ 100 milhões em seus primeiros dez dias de exibição.

 

 

VOCÊ SABIA…

 

 

1ª) Que o mestre “Bob Kane” tinha uma participação especial no longa , mas devido a problemas de saúde, não pode comparecer no dia da filmagem ?

 

 

Na cena em que “Alexander Knox” recebe no jornal um desenho de um gigantesco morcego, Bob Kane seria o cartunista que entregaria a arte a Knox, mas no dia da filmagem, Kane ficou doente e não pode comparecer ao estúdio.

 

 

Na cena em questão, podemos ver a arte produzida e assinada pelo criador do “Cavaleiro das Trevas”. Após se recuperar, Kane fez questão de comparecer ao set de gravação para cumprimentar “Michael Keaton” e acompanhar parte das filmagens do longa.

 

 

2ª) Que a frase imortalizada por Michael Keaton “EU SOU BATMAN!” foi ideia do próprio Keaton?

 

 

No roteiro original Batman diria ao meliante “Eu sou a noite!”, mas  Keaton veio com a famosa fala “Eu sou Batman” minutos antes da cena ser filmada.

 

 

3ª) Que Robin Williams foi usado como isca pela Warner para obrigar Jack Nicholson a aceitar o papel de Coringa no filme?

 

 

Jack Nicholson tinha hesitado em aceitar o papel, então a Warner malandramente ofereceu o papel a Robin Williams, que aceitou imediatamente. Rapidamente os produtores foram atrás de Nicholson novamente e lhe disseram que Williams interpretaria o vilão. Nicholson assumiu o papel e a Warner dispensou Williams, que se ressentiu profundamente por ser usado como isca.

A magoa totalmente justificada do ator, fez com que ele recusasse o papel de “Charada” em Batman Forever (1995), assim como qualquer outra produção da Warner, até o dia em que o estúdio se desculpou publicamente.

 

 

4ª) Que Jack Nicholson em uma entrevista na época surpreendeu a todos ao revelar que interpretar o Coringa foi seu trabalho mais divertido.

 

 

 

“O que eu mais gosto no Coringa é que seu senso de humor é completamente insípido”.

 

 

5ª) Que Michael Keaton não conseguia ouvir enquanto usava o uniforme do personagem?

 

Ele disse que sua claustrofobia ajudou a levá-lo ao abismo necessário para interpretar  o “Cavaleiro das trevas”.

 

 

Por hoje é só pessoal!

Até a próxima…

Na mesma “Bat-hora” e no mesmo “Bat-canal”, ops…”Bat-site”.

Giovanni Giugni (Don Giovanni) é o exército de um homem só, por trás da "Casa das Ideias". Teve a felicidade de ter como primeiras experiências cinematográficas, filmes do calibre de Superman de 1978 e "O Império Contra-ataca". Destemido desenhista e intrépido apaixonado por "Super-heróis", vive disfarçado como um pacato Professor de musculação.

Comente aqui!

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: