Connect with us

Filmes Animados

PERFECT BLUE | Quando a Arte pode ser o seu maior pesadelo

Publicado

em

A vida de celebridade é uma chama pra muita gente. Quem nunca tiver sonhado em ser famoso, respeitado, adorado…que atire a primeira pedra (o tema até voltou a ser comentado graças a reprise da telenovela Celebridade, da Rede Globo). Só que nessa vida nada é de graça. Com a fama sempre vem, não somente os fãs, mas alguns problemas e mesmo nos dias de hoje, perseguições, violência e muitas vezes um mundo obscuro. Não são raros os casos de ex-famosos “arrependidos” ou que tiveram de dar um tempo dos holofotes para ter uma vida normal. E é esse tema que Satoshi Kon (Paranoia Agent, JoJo’s Bizarre Adventure, Réquiem para um Sonho, como consultor) destila com maestria.

Parece uma vida perfeita né?…só parece…

A história apesar dos tons fortes (filmes como o próprio Réquiem e 50 Tons de Cinza devem ter bebido bastante aqui) é bem simples. Mima Kirigoe, é a principal cantora do grupo ídolo ficcional J-pop  “CHAM!” que decide deixar o grupo para se tornar uma atriz, e dar um up na carreira acreditando que a vida do grupo ídolo é um trabalho sem saída. Seu primeiro projeto é uma série de drama criminal, Double Bind (sacaram a ligação com 50 Tons?). Alguns de seus fãs estão aborrecidos por sua carreira, incluindo um perseguidor conhecido como “Me-Mania” (tipo stalkers perseguindo as Anas da vida). Pouco depois de sair do CHAM!, Mima recebe um fax anônimo chamando-a de traidora. Ela também encontra um site chamado “Mima’s Room”, que apresenta entradas no diário público que parecem ser escritas por ela. Ela avisa a sua produtora em Bind, a ex-estrela pop Rumi Hidaka, mas a produtora pede para que ela ignore o site de discussão.

Fora da vida de fantasia a realidade pode ser muito cruel

A partir daí, como em Réquiem, é escada abaixo. Em Double Bind, Mima consegue uma grande cena. Mas a cena se revela adulta demais, sendo de estupro em um clube de strip-tease. Rumi adverte Mima, mas ela aceita. A cena traumatiza Mima (assim como sua produtora, que sai da sala de  produção chorando), e ela se torna incapaz de distinguir a realidade de seu trabalho no show business. O que para o psicopata, stalker e assassino, vira um prato cheio. Ele começa a matar pessoas da produção de Double Bind, e pra complicar os devaneios de Mima começam a piorar, sendo que ela chega a se ver “duplicada” em alguns lugares.

A cena. Muito copiada em vários filmes que vieram depois

Perfect Blue (Satoshi Kon, Madhouse, 1997) foi um desenho que marcou época. Baseado na história Perfect Blue: Complete Metamorphosis de Yoshikazu Takeuchi, influenciou não somente filmes como Réquiem mas foi a grande base de Cisne Negro (do mesmo Darren Aronofsky) e inaugurou um estilo mais adulto para animes e filmes. Satoshi aqui sepultou de vez a idéia de animes serem apenas infantis (a cena do Double Bind do estupro é pesada e lendária) e acendeu um farol para coisas que viriam a se tornar modernas como MK Ultra (projeto do governo americano sobre mudança de comportamento, muito difundido e comentado nos tempos atuais), metamorfose (muitas vezes pra pior) e agruras da vida de celebridade (dê uma olhada em Jim Carrey e Michael Jackson, e vocês logo verão que não é tão glorioso assim).  E com certeza merece ser assistido com cuidado, para mentes fortes (como sempre vou deixar um vídeo, com mais informações sobre o anime e uma análise bastante adulta que pode ser traduzido para espanhol).

Minami Minegishi – pode não parecer mas é uma coisa séria

 

O lobo da noite. O nerd caçador. Sou criador de páginas, nativo da internet desde a chegada no nosso país, músico, escritor e as vezes até poeta. Jogador nato, criado nos games do Atari aos 4K atuais. Também sou fã de literatura, rpg e cyberpunk.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: