Connect with us

Filmes

GERALD’S GAME | Como um evento ruim pode trazer lembranças dolorosas

Publicado

em

Saindo um pouco do foco dos games, mas sem perder o terror. Stephen King é um escritor complexo, daqueles que você ama ou odeia. Suas obras como It: A Coisa, Christine, Carrie, O Iluminado e muitas outras, são o que mais chega próximo dos vários graus de desespero, por que o velho King sabe como poucos expor uma ferida.

Sintam o naipe do drama

Neste filme que está chegando a Netflix norte americana (e logo deve estrear por aqui), o diretor Mike Flanagan (Oculus, “O Espelho” e Hush) traz um dos mais claustrofóbicos (e perturbadores) romances do mito. 

Gerald’s Game (USA, 2017, ainda sem título nacional), traz para as telas a história de Jessie Burlingame, que é casada com um advogado chamado Gerald. Eles resolvem ir para um lugar isolado para comemorar (uma fazenda nos confins do Maine, sim no meio do nada) e ai na hora do rala e rola, do tchaka tchaka, o cara resolve ter uma ideia genial, ele pega umas algemas e prende a moçoila na cama. Nada de errado poderia acontecer, certo? Não pra Stephen King.

Acontece que o nosso aspirante a Christian Grey resolve ter um ataque cardíaco fulminante (emoção demais pra ele) e cai da cama, largando Jessie algemada. Bom, daí vocês podem imaginar o que vem depois, sem alimentação, sem água, presa, e com dificuldades de circulação, Jessie começa a ver coisas enquanto vê o mundo indo e vindo, bem a sensação que os presos possuem nas penitenciárias, e a sua realidade começa a se misturar com fatos do passado (Jessie foi estuprada por seu pai, isso mesmo, aos 10 anos de idade durante um eclipse), e para piorar, aparece um cachorro, faminto (afinal não há comida por aquelas bandas) e começa a se alimentar…de Gerald.

O livro original. Capa sugestiva.

O livro original. Capa sugestiva.

Gerald’s Game, é um romance perturbador, que questiona o que poderia acontecer na vida de uma pessoa se um evento drástico (como esse) a fizesse derrubar todas as paredes construídas sobre um passado melancólico, do tipo agora que passou, então vamos em frente. Todas as barreiras de Jessie são quebradas e sua mente, que é bem alquebrada, é novamente posta a prova. O que é real? O que é falso? Até onde a fantasia pode nos levar? Essas são perguntas que o romance (como sempre do velho King, magnificamente construído) tenta responder.

Gerald’s Game será transmitido apenas para a Netflix, e está previsto para estreia em 29 de setembro, ainda não há data para a chegada aqui, mas claramente não deverá demorar muito. O filme terá como protagonistas Carla Gugino (Uma Noite no Museu, Watchmen) como Jessie e Bruce Greenwood (a voz do Batman em alguns desenhos da DC, Pike de Star Trek) como o advogado Gerald, já experientes nesse tipo de thriller. Fiquem com o trailer, que é bem sinistro (em inglês).

 

 

O lobo da noite. O nerd caçador. Sou criador de páginas, nativo da internet desde a chegada no nosso país, músico, escritor e as vezes até poeta. Jogador nato, criado nos games do Atari aos 4K atuais. Também sou fã de literatura, rpg e cyberpunk.

Comente aqui!
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: