Connect with us

Filmes

MULHER-MARAVILHA | Muitos novos acertos, contra poucos velhos erros

Publicado

em

Mulher-Maravilha, o filme é um salto enorme da DC.

Muita coisa foi melhorada, equilibrada e aperfeiçoada através desse filme, fica mais fácil agora olhar para o futuro do Universo DC nos cinemas com muito mais empolgação e esperança.

Depois do conturbado ano de 2016, o estúdio tem um respiro, uma “luz” de esperança, (literalmente pois a tonalidade das cores variou bem mais nesse filme), e ainda com o acréscimo de outros heróis que irão estrear no próximo filme desse universo em Novembro com “Liga da Justiça“, veremos a Warner/DC alcançar um patamar maior na qualidade de seus filmes e em suas bilheterias.

Mas falando do filme da princesa Diana, temos uma origem bem contada, bem ambientada, tudo costurado direitinho, convincente. É feita uma estrutura perfeita, aliás tudo é excelente no primeiro ato, o figurino, as rápidas explicações, as motivações, fica fácil mergulhar no filme.

Na parte seguinte, ficamos um pouco chateados, pois queríamos mais da “ilha das amazonas“, mas ele se mantém excelente. Bons diálogos, a mudança de atmosfera é bem interessante, pois o colorido vai dando lugar a um ar mais denso e cinzento e com pouco tempo já esquecemos a ilha, pois agora nos envolvemos com a guerra. E apesar dessa atmosfera, o humor aparece mais nessa parte, mas na medida correta, não é forçado e nem infantilizado, flui naturalmente,  e isso é ótimo ao longo de todo o filme.

E o longa segue bem, caminhando interessante ao seu final, e é aí que infelizmente algumas coisas entornam. O filme abandona a sua proposta anterior (o estilo pés próximos do chão), ocorre uma abrupta mudança de estilo, fica tudo meio corrido, voltam as cenas excessivamente escuras tão criticadas nos outros filmes do estúdio (obviamente para disfarçar as falhas do cgi que peca, principalmente nas cenas mais rápidas), o alcance e a variedade de poderes da Mulher-Maravilha ficam confusos e temos até um cansativo e batido “discurso do vilão”.

Mas apenas no desfecho, o que nos faz lamentar um pouco, mas sem deixar de reconhecer que embora tenha perdido alguns pontos pelo embate final, Mulher-Maravilha põe a Warner/DC no rumo e no tom certo, e as boas críticas recebidas apontam isso e a bilheteria do fim de semana de estréia confirmam mais ainda (Nos Estados Unidos, o filme fez, em três dias, 100,5 milhões de dólares, quanto aos números mundiais, o filme conseguiu arrecadar mais 122,5 milhões, o que torna seu lucro um total de 223 milhões de dólares, até agora).

E tudo isso deve ser muito valorizado, pois houve um grande fardo sobre o filme, houve toda uma cobrança e a responsabilidade pelo futuro do Universo DC, mas Mulher-Maravilha triunfou! Inclusive Gal Gadot que afastou qualquer sombra de duvida e agora é incontestável no papel.

É um grande filme (apesar que dava pra ter sido melhor ainda), uma incontestável vitória, e aponta para um futuro glorioso do Universo DC nos cinemas.

Mas e você, já conferiu Mulher-Maravilha nos cinemas? Achou ele o melhor filme da DC até agora?

Deixe seus comentários!

Ps: uma prestação de serviço ao leitores da página, o filme não tem cenas pós-crédito, e assistir na versão 3D é desnecessário pois o filme não pede isso.

Paulistano, amo música, filmes, séries, e estou ressuscitando o amor por animes. Aprecio os filmes bons e me divirto debochando dos ruins (o que gerou o injusto apelido de Mestre Hater). Tento ter como característica, textos curtos e objetivos valorizando a informação. Escritor das colunas HATEANDO! Demorei, mas eu vi! Escondido na Netflix

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: