Connect with us

Análise

FALLOUT: NEW VEGAS | Político e cheio de escolhas, mostra como se mexe em um tema espinhento

Publicado

em

Nem herói, nem vilão, apenas um sobrevivente.

Politica e games são um assunto espinhoso. Primeiro pelo fato de que quando fazemos politica sempre iremos escolher um lado, e isso torna qualquer visão tendenciosa ao que acreditamos. Fazer algo que vá contra os padrões e respeite os pontos de vista mas pondo o dedo na ferida quando preciso, é pra poucas obras e com os games isso não é diferente.

E quando entra uma empresa de renome como a Bethesda, claro isso cria uma atenção maior. Criadora do fantástico The Elder Scrolls V: Skyrim, um jogo profundo, denso e totalmente politico, e de Fallout 3, o debut que reapresentou (o original, da empresa Interplay, é dos anos 90 que se tornou o embrião da Troika Games) o game para as próximas gerações e questionou idéias como o estatismo, ecologia e religião, o próximo game tinha de ser digno desse legado.

De volta a desolação do mundo pós apocalíptico.

Apesar de não ser oficial, Fallout: New Vegas (Obsidian Entertainment/Bethesda Softworks, 2010, Xbox360, PC e PS3) ocorre 4 anos após os eventos de Fallout 3. Em New Vegas, você assume o papel do Mailman ou Courier, que depois de uma entrega importante é emboscado e aparentemente é morto. Porém graças ao securitron (robô segurança) Victor é salvo e é acolhido pelo Doutor Mitchell no povoado de Goodsprings. Após um inicio que serve como tutorial o jogador está solto nesse mundo, cheio de ideologia, caminhos e perigos.

As Wastelands estão em disputa por três facções, sendo elas a NCR – New Californian Republic, democráticos porém expansivos e fazem uso de tropas militares; Caesar’s Legion, uma espécie de união das tribos bárbaras, também expansionistas e escravagistas com legiões baseadas no Império Romano; e Mr. House, a voz da Radio de New Vegas, enigmático e dono da cidade fortemente vigiada por robôs guardiões.

Um mundo em ruínas e nostálgico.

Mas o grande atrativo de Fallout: New Vegas é seu posicionamento politico, ou falta dele. São difíceis ver buscas na qual um ou outro dilema moral não são analisados, no caso que o jogo de cintura entre as facções ganha grande parte do game. Não é uma simples questão de esquerda ou direita, é muito mais do que isso. Cada facção tem nuances particulares e incentivar o jogador a lidar com isso é um trunfo desse game.

Como em Skyrim, há grande variedade de equipamento, como armas, armaduras, drogas, medicamentos, estimulantes. A sua vitalidade aqui é recuperada com ingestão de bebidas e alimentos encontrados durante a exploração, que aliás tem aqui seu ponto alto, com surpresas a cada quilômetro, repete-se a receita de bolo de fallout 3, de quests a cada km.

A facção Caesar. Qualquer semelhança com certas seitas é mera coincidência.

Os inimigos variam e são fortes, estar bem equipado ajuda mas qualquer combate é mortal. Por isso a preparação aliada ao bom uso do sistema VATS (que para o tempo para um melhor disparo) é fundamental. Em New Vegas o jogo é desbalanceado de propósito e muitas batalhas serão necessárias, não é um Dark Souls mas chega perto.

O último destaque fica pra parte sonora do jogo. Além dos efeitos normais de falas (conversar é algo que toma muito tempo do game), efeitos sonoros de armas e impacto, a trilha sonora é um grande destaque. Densa como de um filme, beira o épico, com especial a música de entrada. A adição de músicas clássicas e grupos de jazz dos anos 60 também como no 3 tem grande peso, clássicos como “Johnny Guitar” e “Something Gotta Give” do comediante Bill Crosby vive em harmonia com Billie Holliday e outros da época dourada do rádio.

 

O vats continua eficiente e vai salvar sua vida várias vezes.

Finalizando o review, Fallout: New Vegas é um game primoroso. Mostra a coragem e o pioneirismo da parceria Obsidian/Bethesda (que pode ser o que faltou no fiasco 76) que mesmo com alguns bugs (sim, eles existem e são irritantes) não comprometem tanto a experiência e fazem com que estejamos diante de um épico dos jogos.

Nota: 4 / 5

Fique com esse vídeo do jogo:


SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

HOMEM-ARANHA: NO ARANHAVERSO | Simplesmente espetacular! – Crítica do Don Giovanni

INSPETOR BUGIGANGA | Série de 1983 terá maratona interativa via Twitch – Confira detalhes

FAR CRY: NEW DAWN | Confira o trailer de anúncio do próximo jogo da franquia da Ubisoft

LANGUINIS | Game mobile que ajuda a expandir seu vocabulário recebe atualização com várias novidades

GODLY CORP | Conheça o incomum simulador onde você é um estagiário onipotente

CRÔNICAS DA MAGIA PROFUNDA | Diggory e a palavra que não poderia ser dita (Capítulo 2 – O Vigia da Terra)

AQUAMAN | Crítica em vídeo com Aline Giugni & Don Giovanni

SAINTIA SHŌ | Spin-off de Cavaleiros do Zodíaco protagonizado por guerreiras faz sua estréia, saiba mais sobre a adaptação!

METAL GEAR SOLID: THE BOARD GAME | Konami anuncia jogo de tabuleiro baseado na franquia de Solid Snake

PRODUCE 101 | Mnet revela teaser para a próxima temporada do reality!

KPOP | Primeira SMTOWN da América Latina traz grandes astros da música Sul-Coreana!

SEVENTEEN | Grupo Sul-Coreano retorna com um conceito Dark no teaser do MV Getting Closer

 

O lobo da noite. O nerd caçador. Sou criador de páginas, nativo da internet desde a chegada no nosso país, músico, escritor e as vezes até poeta. Jogador nato, criado nos games do Atari aos 4K atuais. Também sou fã de literatura, rpg e cyberpunk.

Comente aqui!
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: