Connect with us

Review

PLAYER UNKNOWN BATTLEGROUNDS | O melhor jogo survival de todos os tempos!

Publicado

em

Nada de mil cores…pessoas normais!

Ok, hoje vamos falar de um game de verdade. Esqueça esse novo God of War e seus assists. Esqueça o mito chamado CS:GO (ou Counter Strike: Global Offense para os íntimos). Esqueça. Esqueça tudo. Renda-se a evolução que se chama Battle Royale, estilo de game que começou (em homenagem aqui a um brother meu, que lê nossas resenhas e a sua galera, valeu pela preferência camaradas) em um game da Sony de zumbis chamado H1 Z1. Esse game (que é um DayZ muito mais bem feito, aliás recomendo o game e mando um salve pra comunidade BR) tinha um modo peculiar de deathmatch (partidas mortais, na melhor tradução, gênero que começou com o mito Unreal Tournament, muitos anos atrás) chamado King of the Hill (o modo ainda existe e é muito, mas muito jogado na net), esse modo foi o embrião de um pequeno projeto (pequeno mesmo, pode acreditar) chamado Player Unknown Battlegrounds (Blue Hole Games/ Tencent Games/ Microsoft, 2017, Mobile, PS4, Xbox One e PC).

Sejamos sinceros, PUBG (como o game é conhecido) é de longe o melhor game de sobrevivência de todos os tempos, ponto. Seu estilo frenético e simples é obra de um…fotógrafo. Sim, o fotógrafo Brendan Greene, um inglês que se apaixonou por uma brasileira (detalhe, de Varginha-MG, por que será), e não deu muito certo. O cara teve uma grande decepção na vida e em vez de se relegar ao tal destino (detalhe moços e moças do canal, ISSO NÃO EXISTE, não acreditem em ninguém que diga isso a vocês) resolveu reiniciar do zero e começou a se dedicar a mods do game DayZ (comunidade BR, aquele abraço). Sua ideia era transportar o universo do livro japa de Koushun Takami, Battle Royale (detalhe o livro existe e o filme asiático também) que consiste em uma espécie de Gamer, ou Os Condenados (com Steve Austin, filmaço) ou ainda indo mais longe no tempo com O Sobrevivente , filme estrelado por Arnold Swarzenegger. Também podemos citar Jogos Vorazes e Maze Runner (esse é idêntico), filmes e livros que são bem moderninhos.

O melhor jogo pra celular de todos os tempos!

Qual a proposta? A mais simples e macabra possível. Imagine 100 players em uma ilha deserta (ou um deserto, no pc e console, temos que destacar a incrível versão mobile) lutando por suas vidas. Simples assim. Pelo caminho terão que coletar armas, roupas, coletes a prova de bala, mochila, ou seja, é um treinamento militar em forma de game macabro! Sei que me repeti mas esse game realmente surpreende (melhor pra Microsoft que de boba não tem nada e investiu na versão One X). Somente jogando você poderá tirar uma ideia real do que estou dizendo. Pra melhorar a bagaça, a carne moída aqui é geral. Greene investiu no cenário, tornando o mais adulto possível (esqueça as mil cores de Fortnite, o principal concorrente), como eu comparei no início da análise, é realmente a evolução de Counter Strike (provavelmente o jogo de fps mais criativo e jogado de todos os tempos).

O cenário lembra uma zona desmilitarizada (não a Coréia, mas algo mais como Faixa de Gaza mesmo), deserta, que deveria ser um refugo de gangues ou sei lá assim. 100 (ou mais) pulam para a morte de para quedas, onde o único objetivo é restar apenas 1. Como irão fazer isso? Sendo parceiros, traíras (a história de Alahor é bem isso XD) e sobreviventes na maneira mais crua e fria possível. Não há espaço para misericórdia, é isso que faz PUBG tão interessante e urgente (o game foi pensado estilisticamente nos modos de Delta Force: Black Hawk Dawn e Arma 2, ambos games fodásticos de guerra). Junte a isso uma variedade legal de estilos e tá pronto um personagem pronto pra ser dejetado na ilha do terror. No bom sentido.

A receita de Counter, ser o mais simples possível!

PUBG vem colecionando prêmios mundo afora. Grande ausência no GOTY 2017, é praticamente certo que tem tudo pra levar algumas estatuetas nesse ano. Tem tido a assistência executiva da Microsoft (que prepara uma versão suculenta para o One X) e foi lançado pra celulares pela Tencent Games (e detalhe roda em praticamente QUALQUER aparelho), sendo o maior sucesso mobile de todos os tempos, tendo salas lotadas (não com 100, mas 200, até 300 jogadores), fazendo do estreante Greene, um dos maiores milionários dos games atuais…é galera lembra de A Rede Social? Os dias passam…(nick no PUBG mobile: Alucard1978, me encontre lá…se sobreviver).

Nota para o jogo: 5 / 5

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

PSYCHOKINESIS | Aprendendo a ser Pai e Herói – Crítica do Mestre Hater (sem spoiler)

SHINGEKI NO KYOJIN | Revelados novo trailer e data de estreia da 3ª temporada!

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Crítica do Mestre Hater (sem spoiler)

GAME OF THRONES | Teoria da conspiração: Por que Martin ainda não lançou o seu 6º Livro?

VINGADORES: GUERRA INFINITA | Crítica do Don Giovanni (sem spoiler)

BORUTO: NARUTO NEXT GENERATIONS | Revelados título, prévia e spoilers do episódio 56

SOMENTE O MAR SABE | Crítica do Don Giovanni

TEEKCAST #41 | 10 anos de Universo Marvel nos Cinemas (Fase 03 e Expectativas para Vingadores: Guerra Infinita)


Studio Geek – Os Melhores Produtos da Cultura Pop, Geek e Nerd.

 

O lobo da noite. O nerd caçador. Sou criador de páginas, nativo da internet desde a chegada no nosso país, músico, escritor e as vezes até poeta. Jogador nato, criado nos games do Atari aos 4K atuais. Também sou fã de literatura, rpg e cyberpunk.

Comente aqui!

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: