Connect with us

Análise

DARKSIDERS III | Comande a Cavaleira do Apocalipse Cólera em busca dos Sete Pecados Capitais (Review)

Publicado

em

Darksiders III, desenvolvido pela THQ Nordic para PC, Xbox One e Playstation 4 chegou com uma grande responsabilidade, dar sequência aos seus predecessores e manter o nível de qualidade encontrado neles. Darksiders 1 e 2 são jogos de sucesso tanto em crítica quanto em público, onde o jogador comanda, respectivamente, os Cavaleiros do Apocalipse Guerra e Morte. Agora na 3ª parte dessa franquia, o Cavaleiro comandado é Cólera (ou Fury no original).

Na trama do jogo, Cólera é mandada pelo Conselho das Chamas para capturar alguns dos Sete Pecados Capitais, demônios que estão a solta no mundo humano que está devastado devido a uma guerra entre Paraíso e Inferno. Como um objetivo pessoal, Cólera decide capturar todos os Pecados como forma de recuperar o posto de líder dos Cavaleiros do Apocalipse.

Ao longo do jogo, Cólera, que é arrogante e cheia de si, vai se “humanizando” ao conhecer de fato o mundo humano e também ao tomar consciência de que a guerra travada e as missões que lhe são dadas, começam a parecer como uma conspiração e que ela se trata apenas de um peão para quem comanda este complexo tabuleiro.

Darksiders III é um hack ‘n’ slash bastante divertido. No começo do jogo, a arrogância de sua Cavaleira é um tanto quanto incoerente. O motivo se dá pelo fato de seu personagem sequer ter alguma melhoria em seus atributos ou itens, tornando-a presa do mais simplório inimigo encontrado no mapa. Com o desenrolar da trama, temos acesso a melhorias e novos equipamentos, o que transforma o jogo e faz com que Cólera se torne de fato uma ameaça aos Sete Pecados Capitais.

Os combates, ainda mais quando se tratam de monstros mais poderosos e bosses, trazem a tona a dificuldade do jogo, uma vez que Cólera sofre bastante dano ao não se utilizar de forma correta a sua esquiva. Utilizando-se de comandos especiais ao se carregar a barra de energia, temos acesso a transformações temporárias que concedem a Cavaleira ataques muito poderosos e a deixam praticamente invulnerável. E tome cuidado ao morrer, pois Darksiders III conta com um sistema simples de coleta de “moedas”. A cada inimigo derrotado, 

Comandar Cólera nos cenários devastados do planeta Terra (embora alguns possam ser um pouco repetitivos), encontrando variados tipos de inimigos, que vão desde caveiras até monstros flamejantes, é uma experiência que se torna melhor a cada nova descoberta ou melhoria. Com o desenrolar da campanha, Darksiders III pega ritmo e o jogador se sente cada vez mais a vontade com a mecânica do jogo, que consiste basicamente em atacar com sua arma principal, as Farpas do Desprezo, e um conjunto de armas e habilidades secundárias, e em se defender através da esquiva de ataques de inimigos, o que concede um bônus de ataque, quando bem executado, além é claro da necessidade de se explorar cada canto dos cenários em busca de itens.

Nem tudo são rosas em Darksiders III. O jogo, que foi lançado agora no final de 2018, possui gráficos que, embora estejam longe de prejudicar, podem não atrair os novos jogadores que querem ver jogos cada vez mais realistas. Seguindo o conceito de seus dois predecessores, lançados em 2010 e 2012 para as gerações anteriores de consoles, Xbox 360 e Playstation 3, Darksiders III é fiel a suas origens, mas deixa um pouco a desejar ao se tratar de um jogo da atual geração.  Apesar disso, a dublagem e trilha sonora do jogo são muito bem trabalhadas, o que ajuda na imersão do jogo.

Também vale destacar como ponto negativo do jogo, o seu tempo de carregamento e a demora durante as chamadas “viagens rápidas”. Para entender melhor, as viagens rápidas são um recurso presente ao se encontrar o mercador de almas e itens, Vulgrim e sua “loja”.

Em suma, Darksiders III é um jogo que vale a pena ser conferido pelos fãs da franquia e de jogos hack ‘n’ slash em geral, pois se trata de um jogo sólido e divertido. Os combates contam com um sistema intuitivo e se tornam mais bem trabalhados a cada boss encontrado. A dublagem do jogo é muito bem trabalhada e contribui demais para a jogabilidade, apesar dos gráficos do jogo lembrarem bastante jogos da geração passada.

Nota: 4/5

SIGA-NOS nas redes sociais:

FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br


Leia outras notícias do Nerdtrip e confira também:

DARKSIDERS III | Comande a Cavaleira do Apocalipse Cólera em busca dos Sete Pecados Capitais

CYBERPUNK 2077 | Novos detalhes do aguardado jogo são revelados

TACTICAL ESPIONAGE ACTION: METAL GEAR SOLID | A lenda do stealth, agora sob nossa análise

THE ORVILLE | Halston Sage está oficialmente fora da série

VINGANÇA A SANGUE-FRIO | Primeiro trailer mostra Liam Neeson vingativo e violento

THE ELDER SCROLLS: LEGENDS | Novo trailer revela data de lançamento de Ilhas da Loucura

OH MY GIRL | Grupo se prepara para sua primeira turnê no Brasil em 2019!

Sou um dos administradores e redator do Nerdtrip. Entusiasta dos games e livros. Meu foco é dividido em diversas áreas, indo desde cinema e séries, até animes e tokusatsus. Assisto filmes e séries repetidamente e sempre me divirto como se estivesse vendo pela primeira vez. Grande fã de Harry Potter e também da Marvel e DC, sem esquecer é claro de Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: