Connect with us

Resenhas

AGATHA CHRISTIE: O MISTERIOSO CASO DE STYLES | Resenha da Viajante

Publicado

em

Queria compartilhar com vocês que estou lendo essa consagrada escritora de mistério na sequência em que ela lançou seus livros. Claro que, como fã de carteirinha, não posso deixar de citar que leio concomitantemente com o livro  “From My Heart”, que é a única biografia da autora escrita genuinamente em português pelo embaixador da nossa rainha do mistério no Brasil, o escritor Tito Prates.

Tive a honra de conhecê-lo em outubro passado, no Barueri Anime Fest. Onde inclusive, estarei presente neste ano também, com data marcada para os dias 29/10 e 30/10/17. O embaixador, e agora amigo, tem em sua casa, na cidade de São Paulo, um museu da Agatha e a maior coleção de seus livros no Brasil. Para os que amam esse gênero e a escritora, curtam a sua página oficial no Facebook Agatha Christie Brasil (https://www.facebook.com/groups/154978804593340/  e https://www.facebook.com/AgathaChristieBrasil/?ref=br_rs

Então vamos deixar de enrolação e falar de seu primeiro livro, The Mysterious Affair at Styles, de 1920 (O Misterioso Caso de Styles, com sua 1ª edição lançada no Brasil pela editora Edameris, em 1965). Este é o primeiro livro da autora e também o primeiro a contar com a participação do detetive belga Hercule Poirot, aqui ajudado por seu amigo, Capitão Hastings. O livro apresenta, ainda, o inspetor Japp, da Scotland Yard. Vale ressaltar que temos neste livro um Hercule muito arrogante e divertido, que foi delineado pela autora ao longo dos anos, ganhando esse “tipão” de arquétipo detetivesco, diferenciando-o em muito do nosso já conhecido na época, Sherlock Holmes, muito embora, sei que alguns discordarão de mim.

O romance é narrado em primeira pessoa, pelo Capitão Hastings, um personagem fantástico e muito inconstante sentimentalmente. Mas acalmem-se pois não é neste livro que ele conhece sua amada esposa. A história é ambientada em uma enorme e isolada casa de campo com alguns suspeitos, os quais escondem informações sobre suas próprias vidas. O livro inclui mapas da casa, bem como da cena do assassinato e uma parte do fragmento de um testamento. Há também uma boa quantidade de pistas falsas e mudanças surpreendentes na trama, e isso temos mesmo!

Enredo:

No meio da noite, os hóspedes da mansão Styles acordam assustados com o fato de que a rica proprietária da casa, Emily Inglethorp, passa aparentemente pelo que seria um ataque cardíaco com direito a acessos de convulsões, o que resulta no surgimento de nossa vítima. Para complicar tudo, as portas do quarto estavam trancadas por dentro e tudo indicava tratar-se de morte natural. Mas o médico da família levanta uma suspeita: assassinato por envenenamento. Maneira pela qual a Nossa Alteza adorava usar em seus livros para assassinar suas vítimas indefesas (ou nem tão indefesas assim…). Todos os hóspedes da velha mansão, inclusive seu segundo esposo e seus enteados John e Lawrence, tinham motivos suficientemente bons para matar a Sra. Inglethorp, e nenhum deles possuía um álibi convincente.

Para solucionar o crime entra em ação o detetive Hercule Poirot e seu fiel amigo Capitão Arthur Hastings, que fazem as suas estreias neste intrigante caso.

Vale ressaltar que o livro é escrito por uma mulher no início do século 20, época em que tínhamos pouca expressividade e menos ainda direitos. E ela sempre trazia personalidades femininas fortes e guerreiras para protagonizar suas aventuras. Agatha popularizou um novo gênero literário, em um período da história em que publicar mistério era quase uma “vergonha” para as editoras, que faziam selos novos para não publicar esses folhetins em sua marca principal.

Recomendo a leitura a todos os viajantes. Dou 4/5 timões para a obra.

 

Autora de A Senhora do Caos - A Viajante e o Dragão e coautora de Sociedade dos Corvos, com o conto Vida Perfeita. Nasci no Espírito Santo, mas vivo no interior paulista com minha família. Sou graduada em Pedagogia, atuo na área de administração de empresas, escritora e redatora do NerdTrip. Iniciei minha carreira literária publicando na plataforma de leitura online Wattpad e em 2016 lancei meu primeiro livro impresso. Com verdadeiro fascínio por histórias fantásticas, gibis, livros e pelo mundo nerd, sou jogadora assumida de RPG. Comecei a escrever por volta dos doze anos e convicta digo que os livros salvaram minha vida, tornaram-me um adulto mais completo e possibilitaram que obtivesse sucesso em minha carreira.

Resenhas

ANGELUS: A PROFECIA | Uma luta entre anjos e demônios – Resenha da Viajante

Publicado

em

Caros Viajantes Nerds, nessa matéria falaremos de um livro para quem gosta de aventuras que envolvem o sobrenatural. Angelus – A Profecia de Roberto Tersi, que tive a honra de conhecer num evento que o Nerdtrip cobriu em Embu das Artes/SP.

Sinopse:

“Em meio a anjos, demônios, fantasmas e bruxas, um padre luta para impedir que uma antiga profecia se realize, causando a ascensão dos demônios e trazendo o inferno à terra. Os espíritos das trevas corrompem as pessoas lhes concedendo “poderes”, e as reúne formando a ‘Corte dos Necromantes’, com o objetivo de auxiliá-los na abertura de um portal que possibilitará a tão esperada revanche dos caídos, iniciando a Guerra dos Anjos. Com a missão de detê-los, o padre encontra dois jovens, ligados por uma origem surpreendente. E, um deles, pode ser a “chave” para que se cumpra a Profecia.”

O autor narra em uma sequencia muito interessante, escreve de maneira simples e de fácil entendimento, somado à um ritmo bem acelerado, afinal o livro conta com apenas 196 paginas de pura aventura.

Os eventos não são exatamente sequenciais no início, mas com o andamento da leitura, entende-se todos os mistérios propostos. De maneira muito clara ele conduz os pontos de virada e o livro chega a um clímax que surpreende ao leitor.

Para os amantes de histórias de mistério ligadas ao sobrenatural, garanto que o livro é uma boa pedida.  A edição é da “Biblioteca 24 Horas“, acredito que muitos pensarão que deixa um tanto a desejar, mas garanto que a história e o talento do autor compensam em absoluto tudo que a editora não aprimorou.

Os personagens são bem construídos e suas motivações são genuínas. A gente se apega ao Alone e ao Padre Cristiano. E a história converge em um desfecho muito surpreendente.

As páginas são brancas, mas não percebi dificuldade em avançar com a leitura, por tratar-se um livro fino e em tamanho 21x14cm. Apesar do lançamento do livro ter acontecido em 2016, achei que valeria a pena compartilhar com vocês a minha impressão quando terminei a leitura.

Para quem gostar do enredo, o autor também publica na plataforma de leitura Wattpad e pode ser encontrado em suas redes sociais.  Fiquem com o Book Trailer.

Fiquem por aqui para mais novidades que o Nerdtrip trará para vocês! Depois de conferir essa dica, deixem seus comentários e se já leram o livro, compartilhem suas opiniões.

 

SIGA-NOS nas redes sociais:
FACEBOOK: facebook.com/nerdtripoficial
TWITTER: twitter.com/nerdtripoficial
INSTAGRAM: instagram.com/nerdtrip_
VISITE NOSSO SITE: www.nerdtrip.com.br

E leia também:

THE CROWN | Atriz pode ter vazado nome de peso no elenco da 3º temporada

A BATALHA DO APOCALIPSE: DA QUEDA DOS ANJOS AO CREPÚSCULO DO MUNDO | Resenha da Viajante!

MATE-ME QUANDO QUISER | Uma história instigante! Resenha da Viajante!

Continue lendo

Resenhas

MATE-ME QUANDO QUISER | Uma história instigante! Resenha da Viajante!

Publicado

em

O drama de uma mulher que insatisfeita com sua vida decide que deve se matar, não tendo coragem para fazê-lo, contrata um matador para que acabe com sua vida, detalhando quando e onde deve ser. Outro detalhe, ela não quer saber quem é o matador.

A história se passa em Barcelona, onde a Mulher (o nome que refere-se a protagonista da trama) decide que vai passar seus últimos dias dentro do prazo que ela estipulou que são quatro meses. Muitos acontecimentos inesperados e não planejados se desenrolam nessa história, uma casual amizade, um caso de bigamia, amores proibidos e crimes cometidos de maneira inesperada e imprevisível.

Mate-me Quando Quiser, apesar de ter um titulo de crime, o livro é narrado de uma maneira divertida, gostei logo de cara por ter uma escrita simples e fluida, e a história instiga nossa curiosidade a cada capítulo. O único ponto questionável é que não chega a ser bem explicado quais os motivos que levam a protagonista a querer planejar seu próprio assassinato, porém não chega a ser algo negativo, pois o decorrer da leitura nos deixa a entender que se trata de alguém deprimida e insatisfeita com a vida e não acredita em felicidade.

Uma coisa curiosa nessa obra, é que apenas 3 personagens levam nomes, os outros são referidos como A Mulher, A Loira, A Morena, O Menino, A Menina, mas você não irá ficar confuso(a) e vai saber exatamente de quem a autora está falando. A obra trás também lições de vida, mostra consequências de  escolhas erradas, e como se meter na vida alheia pode terminar em tragédia.

O livro é escrito pela autora brasileira  Anita Deak, publicado pela editora Gutemberg e seu ano de lançamento foi 2014. A autora ganhou alguns prêmios incluindo o Abril Jornalismo, ocasião em que foi repórter.

Nota para o livro: 3,5 / 5

Gostou da matéria? Então deixa seu like, compartilhe com os amigos e continue ligado no Nerdtrip!

www.nerdtrip.com.br

https://www.facebook.com/nerdtripoficial/

Continue lendo

Resenhas

A BATALHA DO APOCALIPSE: DA QUEDA DOS ANJOS AO CREPÚSCULO DO MUNDO | Resenha da Viajante!

Publicado

em

Esse é aquele tipo de obra que os amantes de livro tem orgulho de ver na estante. “A Batalha do Apocalipse: Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo”, foi escrito pelo jornalista brasileiro Eduardo Spohr pela editora Verus.

A história é uma narrativa dos acontecimentos celestes antes da queda do homem, não se trata de um livro religioso, é mais uma ficção sobrenatural usando algumas passagens bíblicas como pano de fundo, rebeldia angelical, briga por poder e  misticismo, tudo junto e misturado. Na obra é contada a trajetória da hierarquia angelical e os anjos renegados que foram expulsos do céu.

Uma equipe de anjos planejam a destruição da humanidade, pois invejam o amor especial que o criador tem por eles, muitos outros não querem, pois acreditam na redenção humana e com essa divergência entre as raças superiores e inferiores angelicais teremos travada um guerra sem conhecimento de Yhaveh (Deus), que no momento esta em seu descanso sabático. Essa briga faz com que os anjos que estão vivendo há muitos anos na terra queiram um ajuste de contas no dia do juízo final, o apocalipse.

O livro me encantou não só por se tratar de anjos mas também por contar várias batalhas heroicas entre anjos e demônios sem fanatismo religioso. É a história do apocalipse como nunca foi-nos contada.

Antes do lançamento do livro, essa história foi publicada primeiramente pelo site Jovem Nerd no ano de 2007. Em 2010 a publicação foi lançada aqui no Brasil e um ano depois em outros países como mídia física.

Sinopse:

Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o juízo final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedom, o embate final entre Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heroicas, magia, romance e suspense.

 

Continue lendo

Mais lidos da semana

%d blogueiros gostam disto: