Connect with us

DC Comics

BATMAN | Às portas do “pedido de casório”…guerra assola Gotham!

Publicado

em

Sexta feira 13.  E vamos a primeira matéria do dia. Só pra começar (no estilo “conversando com vocês”, caros leitores), sempre considerei o Charada um dos piores inimigos do morcego. Às vezes, pior até que o Coringa. Que a galeria de vilões do Batman dá pau em qualquer herói, pelo fato de parecerem ter saído daquelas noites de pesadelos ininterruptos, isso nem se fala.

Dá uma olhada em baixo…tem jeito de dar certo?

Mas o Charada, além de lunático, também consegue juntar outros pontos à sua interpretação (muito mal aproveitada nos filmes). Seus desafios lógicos são das duas uma: ou são de duplo mortal sentido (tipo os desafios dos jogos da série Arkham, envolvendo vítimas e puzzles implacáveis, no qual um descuido ou acontecia uma morte ou a sua), ou são as revelações para algum segredo terrível que está para abrir as portas na sua frente. Um convite à insanidade, com certeza.

Eu não tenho gostado das últimas sagas do Batman (a última boa foi R.I.P.), mas reconheço que quando a DC disse através do atual roteirista Tom King (Tom King, Larry King, Martin Luther King…) e o bom desenhista Clay Mann (lembra o desenhista de Death of X, um estilo limpo, à lá Frank Quitely) que iam retornar a Ano Zero (uma saga que deu novas origens mais uma vez pra quase todos os personagens DC) e contar o que aconteceu quanto o Charada dominou Gotham por um ano, criando um atrito com o Príncipe Palhaço. Eu já pensei “prepara que agora vem história boa”.

A cisma entre os principais rivais do morcego começa na história “The Ballad of Kite Man”, uma história na qual o morcego é apenas um passageiro dos fatos, enquanto o jogo de xadrez entre o Coringa e Nigma se inicia. Como vocês sabem, sim essa é a famigerada história que o tal “pedido de casamento” à Selina Kyle de Bruce Wayne se concretiza, mas lá vem a pergunta: quando você tem de um lado a insanidade do Coringa, que faz qualquer um ter um ataque de pânico antes mesmo que algo aconteça e um assassino frio, metodista, que tem crescido pacas nos últimos anos (se você discorda, leia “Silêncio“, melhor saga do Batman em anos) e que usa estratagemas de 3, às vezes 4 ou mais dimensões diferentes, o que é real? Ou melhor, até onde vai os limites do real?

A Guerra de Piadas e Charadas começou na edição 25 de Batman nos Estados Unidos, e terá como headliners o escritor Tom King (que finalmente entrega uma saga de qualidade aos fãs do morcego) e Jamie Cheung como desenhista titular. Por aqui, em terras tupiniquins, deve demorar mais um pouco.

A guerra vai sacudir o mundo do morcego

 

Sintam o naipe da bagunça

O lobo da noite. O nerd caçador. Sou criador de páginas, nativo da internet desde a chegada no nosso país, músico, escritor e as vezes até poeta. Jogador nato, criado nos games do Atari aos 4K atuais. Também sou fã de literatura, rpg e cyberpunk.

Comente aqui!
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: