Connect with us

Quadrinhos

NÍQUEL NÁUSEA | Fernando Gonsales e os bichos escrotos

Publicado

em

“Bichos escrotos, saíam dos esgotos

Bichos escrotos venham enfeitar

Meu lar, meu jantar

Meu nobre paladar”

 

A música “Bichos Escrotos” da banda “Titãs” cujo trecho transcrevi acima, só seria lançada em 1986 no LP “Cabeça Dinossauro”, porém o cartunista Fernando Gonsales já nos apresentava a esses animais “fofos” um ano antes em tirinhas publicadas originalmente no jornal Folha de São Paulo.

Fernando Gonsales

Em contrapartida ao camundongo mais famoso do planeta, aquele anatomicamente incorreto com orelhas redondas, esferas perfeitas, carinha bonitinha, pensado para agradar e encantar as crianças (sim estou falando do pêlego do Mickey Mouse da Disney), Gonsales nos mostrava com seu personagem Níquel Náusea” como ratazanas realmente são: nojentas, horríveis e assustadoras.

Morando nos esgotos com outros “bichos escrotos”, Níquel Náusea vive como os ratos realmente vivem, ou seja, comendo tudo que encontra, procriando constantemente em numerosas proles, e assustando e transmitindo doenças aos humanos que nas tirinhas também não são nada atraentes, inclusive para seus olhos de rato que os consideram tão asquerosos quanto a recíproca.

O sucesso das engraçadíssimas tirinhas, rendeu ao personagem revista própria já em 1986 e com ela o panteão de personagens secundários cresceu. Vamos a eles:

Fliti, a barata

Fliti é uma barata que vive de “barato”. Viciada em naftalina, inseticidas e outras substâncias, está sempre procurando novas marcas de veneno. Adora se exibir para os humanos justamente para receber doses de novos inseticidas. Porém, de vez em quando se dá mal quando esses humanos são adeptos da boa e velha chinelada.

Gatinha

Gatinha é na verdade uma ratazana fêmea, a paixão de Níquel. Não faz outra coisa na vida a não ser comer e procriar. Contudo, não tem o mínimo de paciência com suas enormes proles, e seu método pedagógico de educar seus filhotes é o “tapão na oreia”.

Sábio do Buraco

O sábio do buraco, é um rato ancião que como o próprio nome descreve, vive em um buraco. Totalmente esclerosado, intercala momentos de sabedoria com outros de total senilidade. Sempre tem uma história para contar ou um conselho para dar.

Rato Ruter

O nome desse personagem é um trocadilho com o nome de uma famosa empresa de desentupimento de esgotos da década de 80 (Roto Rooter). Trata-se de um rato mutante que tem o tamanho de um gato. Típico valentão, forte e grande, porém burro como uma porta. Além disso come como um avestruz. Não há material que seu sistema digestivo não consiga dar conta.

Com o sucesso do personagem, Fernando Gonsales expandiu a temática de suas tiras para outros animais menos “escrotos” e até mesmo chegou a fazer paródias com grandes ícones das grandes editoras americanas, como você pode ver abaixo:

A revista Níquel Náusea fez tanto sucesso que atraiu outros colaboradores de peso como SpaccaNewton Foot Laerte Coutinho. Além disso, Gonsales ganhou por Náusea, 18 vezes o Troféu HQ Mix, sendo 11 na categoria “melhor tira nacional” (1990 a 1992, 1994, 1995, 1997, 2002, 2004, 2008, 2009 e 2013) e 7 como “melhor publicação de tiras”, pelas coletâneas publicadas pela Editora Devir (2004 a 2007 e 2009 a 2011).

Concluindo, são tiras com um humor ácido, porém de qualidade, que sempre me causaram boas gargalhadas. Me diverti muito com as revistas do Náusea e portanto minha classificação não poderia ser outra:

 

 

 

Jorge Obelix. Ancião do grupo, com milhares de anos de idade. Fã da DC Comics e maior conhecedor de Crise nas Infinitas Terras e Era de Prata do Universo. Grande fã de Nicholas Cage que acha que um filme sem ele nem pode ser considerado filme. Fã de Jeff Goldblum também, e seu maior sonho é ver ambos (Cage e Goldblum) contracenando.

Advertisement
Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Advertisement

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: