Connect with us

Séries

GAME OF THRONES | Como Ned Stark destruiu a paz em Westeros

Publicado

em

Imagem relacionadaDesde a primeira temporada, Ned Stark (Sean Bean) se tornou a grande referência moral (talvez a única) de Westeros. O personagem colocou sempre a honra, rigidez moral e amor pela família acima de tudo, sendo inclusive capaz de dar sua vida por isso.

Mas se analisarmos friamente as ações do patriarca de Winterfell, podemos perceber que a maioria das escolhas de Ned foram as grandes responsáveis pela lambança que tomou conta do reino de Westeros, e que pode levar o mundo literalmente à seu fim.

Atenção, a matéria contém spoilers, então leia por sua conta e risco!

 

Ter deixado o Trono de Ferro para Robert

Resultado de imagem para ned stark no trono de ferroNed sabia: Robert não seria um bom Rei. Ele podia ser um excelente guerreiro e um ótimo amigo, mas não tinha as qualidades dignas de um rei. Quando Eddard entrou no salão do trono e encontrou o jovem Jaime Lannister disposto a entregar o trono ao primeiro que quisesse, a única postura aceita seria Ned assumir como rei. Robert não se importaria com títulos, se pudesse continuar lutando, caçando, bebendo e tendo bastardos por todo o reino. Mas não! O honrado Lord era bom demais para isso, e sua humildade irritante o forçou a deixar deixar o comando do reino para o mais inábil dos governantes.

A rebelião de Robert.

Resultado de imagem para jovem ned starkNed resolve ficar do lado do melhor amigo (e também noivo de sua irmã) Robert em sua luta contra os Targaryen e o Rei louco. Tudo bem que loucura é um motivo válido para se tirar um rei do poder, inclusive quando esse rei matou seu pai e seu irmão. Porém, estas mortes seriam evitadas se eles tivessem ouvido os desejos da pobre Lyanna, que foi prometida em casamento contra sua vontade.

Resultado de imagem para casamento rhaegar lyannaToda Westeros comenta que Raeghar seria um excelente rei, bondoso, justo e preparado para o governo, coisa que Robert Baratheon nunca o foi. E por mais que fosse necessário tirar Aerys do poder, se Ned tivesse perguntado antes de sacar a espada, seu filho Raeghar o teria sucedido no trono, tendo uma Stark como rainha consorte.

Mão-do-Rei

Imagem relacionadaCatelyn lhe disse mais de uma vez: “Sempre que um Stark vai para o sul, coisas ruins acontece.” Ele já tinha se aposentado, lutado o que podia em nome de Robert. Ele poderia simplesmente se recusar. O amigo Robert não teria tomando uma atitude severa contra ele, não com o que eles partilharam no passado. Mas a honra falou mais alto, e ele abandona sua família, casa e sossego para partir para a capital. E coisas ruins acontecem.

Não ter usado o herdeiro real do Trono quando este ficou vago.

Resultado de imagem para ned e lyannaSe para Ned a sucessão do Trono de Ferro era muito importante, ele sabia que Robert era um usurpador, portanto sua linhagem, seja seus supostos filhos, seja seus irmãos não eram, de fato, herdeiros do trono. Mas ele tinha em casa, guardado, um herdeiro legítimo da casa Targaryen. Ele poderia, assim que Robert fechou os olhos, ter voltado para o Norte e proclamado Jon o legítimo herdeiro. Com certeza atrairia apoio entre o inimigos dos Lannister, e teria muito mais força para resisitir.

Não ter apoiado o Baratheon certo

Resultado de imagem para ned e renlyConfessemos que Renly tinha tudo para ser um rei muito mais amado que o amargo Staniss. Sem contar que ele possuía o apoio dos Tyrel, a casa realmente mais rica de Westeros. Apoiando a causa de Renly, Ned teria conseguido tirar Cersei do poder, continuar como mão do Reino e conduzir o seus ideal de justiça para a capital. Resultado de imagem para ned e renlyMas não, seu ideal de justiça e honra o levou a confiar em Petyr Baelish, e ainda acreditar que a manipuladora e perigosa Cersei respeitaria a vontade final do marido que ela mesma tinha mandando matar.

Acreditar na honra alheia

Resultado de imagem para ned confronta cerseiUma vez preso, Ned poderia ter exposto publicamente Jofrey ( também podia ter pedido um julgamento por combate, coisa que pelas leis sagradas Jofrey não poderia recusar, mas ai já é outra história) como fruto do incesto de Cersei e Jaime. Mas para proteger suas filhas, ele aceita confessar-se traidor e reconhecer Jofrey como o legítimo rei de Westeros, em troca da promessa de ser enviado para a Muralha. Mas claro que isso estava fácil demais. O final já sabemos qual foi.

Aplicar cegamente a lei

Resultado de imagem para ned stark decapitaE lá no início da primeira temporada, temos o grande erro de Ned Stark. Quando um dos patrulheiros da Muralha foge para o sul, e é capturado, Lord Stark se apressa em cumprir a lei e executar sumariamente o desertor. Sem perguntas, sem defesa.Imagem relacionada

Se Eddard Stark parasse por alguns minutos para ouvir a história do pobre patrulheiro, e calculasse que se ele fugiu para o sul sabendo que seria executado é porque realmente algo terrível tinha acontecido, os reinos teria sido informados muito tempo antes do fortalecimento do exército dos mortos ao norte da Muralha. Como seu amigo Robert ainda era forte no trono, ele teria fortalecido as defesas do norte, e poderia pegar as forças do Rei da Noite enquanto ainda não eram tão poderosas.

Sem contar que se logo no inicio o Reino ficasse sabendo de uma ameaça tão poderosa ao norte, todas esta questões menores (filhos ilegítimos, incesto com irmã, morte de Jon Aryn) teriam ficado a segundo plano, e provavelmente Ned e Robert não teriam morrido nas condições que morreram.

Imagem relacionada

Tudo poderia ter sido diferente, mas estava lá a honra de Ned para complicar tudo e termos que acompanhar todo o desenrolar dessa trama de desencontros… Ainda bem!

Professor de História e Grande apaixonado pela sétima arte e da maior premiação do cinema, o Óscar. Viciado em séries e Redador das colunas "Vale a Maratona" e "Papo de Cinema".

Comments
Advertisement

Receba as novidades do Nerdtrip em seu e-mail!

Insira seu endereço de e-mail para embarcar nessa Viagem Nerd!

Mais lidos da semana


%d blogueiros gostam disto: